Costureira enfrenta crise econômica com serviço a domicílio - Vídeos


Costureira enfrenta crise econômica com serviço a domicílio

Conheça a costureira Solange que venceu as dificuldades econômicas

Por Tribuna do Ceará em Nordestv Notícias

1 de abril de 2016 às 16:53

Há 3 anos
A costureira Solange é um exemplo a ser seguido (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

A costureira Solange é um exemplo a ser seguido (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Tesoura, linha, agulha e máquina de costura. Esse é o material de trabalho de toda costureira. Mas, para superar as dificuldades do ano de crise econômica é preciso mais. A costureira Solange tinha um ponto comercial onde atendia as clientes. Com a crise e um aluguel de R$ 1,5 mil, ela teve que abandonar o local de trabalho.

Solange teve que se virar para conseguir se sustentar. Aos 52 anos de idade, mesmo sem saber andar de bicicleta, ela aprendeu a andar de moto só para atender as clientes.

Com a coragem de deixar o ponto e passar a ser uma costureira ambulante, Solange venceu a crise e agora tem cerca de 40 clientes fixas. Hoje ela consegue ajudar as filhas e até a netinha. Veja mais detalhes no vídeo.

 

 

[uol video=”https://mais.uol.com.br/view/15816835″]
Veja outros vídeos Nordestv Notícias.

Publicidade

Dê sua opinião

Costureira enfrenta crise econômica com serviço a domicílio

Conheça a costureira Solange que venceu as dificuldades econômicas

Por Tribuna do Ceará em Nordestv Notícias

1 de abril de 2016 às 16:53

Há 3 anos
A costureira Solange é um exemplo a ser seguido (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

A costureira Solange é um exemplo a ser seguido (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Tesoura, linha, agulha e máquina de costura. Esse é o material de trabalho de toda costureira. Mas, para superar as dificuldades do ano de crise econômica é preciso mais. A costureira Solange tinha um ponto comercial onde atendia as clientes. Com a crise e um aluguel de R$ 1,5 mil, ela teve que abandonar o local de trabalho.

Solange teve que se virar para conseguir se sustentar. Aos 52 anos de idade, mesmo sem saber andar de bicicleta, ela aprendeu a andar de moto só para atender as clientes.

Com a coragem de deixar o ponto e passar a ser uma costureira ambulante, Solange venceu a crise e agora tem cerca de 40 clientes fixas. Hoje ela consegue ajudar as filhas e até a netinha. Veja mais detalhes no vídeo.

 

 

[uol video=”https://mais.uol.com.br/view/15816835″]
Veja outros vídeos Nordestv Notícias.