Novo sangradouro é aberto para evitar rompimento de barragem Granjeiro

UBAJARA

Novo sangradouro é aberto para evitar rompimento de barragem Granjeiro

Segundo os técnicos da Agência Nacional de Águas, que coordenam o trabalho, a água vai escoar para o Rio Jaburu e desembocar no Açude Jaburu

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

19 de março de 2019 às 19:21

Há 3 meses
Uma vala foi aberta para auxiliar no procedimento de proteção às famílias (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma vala foi aberta para auxiliar no procedimento de proteção às famílias (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Um novo sangradouro foi aberto para conter o risco de rompimento da barragem Granjeiro, localizada entre os municípios de Ubajara e Ibiapina, na região da Ibiapaba, no Ceará. O sangradouro vai escoar 50% do volume do reservatório, que apresentou risco de rompimento. A agricultura Ana mora na Região do Sítio Porteiras considerado um local de risco. “Não consegui tirar nada de casa”, disse.

Desde o último sábado (16), 513 famílias que vivem no entorno do Rio Jaburu, nas proximidades da barragem, são visitadas e orientadas a saírem do local , após o alerta da prefeitura de Ubajara sobre risco de rompimento da estrutura.

São 3 mil pessoas, cerca de 90% se retiraram, segundo a Defesa Civil. Parte delas buscou abrigo em casas de parentes, outra foi transferida para abrigo onde 85 famílias recebem assistência da prefeitura e de voluntários.

Entenda a ação emergencial

Uma vala foi aberta nesta terça-feira (19) e tem mais de 90 metros de comprimento e 10 metros de largura. A profundidade é gradual. No início do reservatório, essa profundidade é menor e cresce à medida que chega ao Rio Jaburu, para onde a água está sendo escoada.

Segundo os técnicos da Agência Nacional de Águas (ANA), que coordenam o trabalho, a água vai escoar para o Rio Jaburu e desembocar no Açude Jaburu. O rio passa por oito comunidades.

A barragem é particular. A ANA informou que vem autuando o proprietário desde 2017, devido às condições de abandono do local. A agência embargou a represa até que todas as providências para garantir a segurança da barragem sejam tomadas.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

UBAJARA

Novo sangradouro é aberto para evitar rompimento de barragem Granjeiro

Segundo os técnicos da Agência Nacional de Águas, que coordenam o trabalho, a água vai escoar para o Rio Jaburu e desembocar no Açude Jaburu

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

19 de março de 2019 às 19:21

Há 3 meses
Uma vala foi aberta para auxiliar no procedimento de proteção às famílias (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma vala foi aberta para auxiliar no procedimento de proteção às famílias (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Um novo sangradouro foi aberto para conter o risco de rompimento da barragem Granjeiro, localizada entre os municípios de Ubajara e Ibiapina, na região da Ibiapaba, no Ceará. O sangradouro vai escoar 50% do volume do reservatório, que apresentou risco de rompimento. A agricultura Ana mora na Região do Sítio Porteiras considerado um local de risco. “Não consegui tirar nada de casa”, disse.

Desde o último sábado (16), 513 famílias que vivem no entorno do Rio Jaburu, nas proximidades da barragem, são visitadas e orientadas a saírem do local , após o alerta da prefeitura de Ubajara sobre risco de rompimento da estrutura.

São 3 mil pessoas, cerca de 90% se retiraram, segundo a Defesa Civil. Parte delas buscou abrigo em casas de parentes, outra foi transferida para abrigo onde 85 famílias recebem assistência da prefeitura e de voluntários.

Entenda a ação emergencial

Uma vala foi aberta nesta terça-feira (19) e tem mais de 90 metros de comprimento e 10 metros de largura. A profundidade é gradual. No início do reservatório, essa profundidade é menor e cresce à medida que chega ao Rio Jaburu, para onde a água está sendo escoada.

Segundo os técnicos da Agência Nacional de Águas (ANA), que coordenam o trabalho, a água vai escoar para o Rio Jaburu e desembocar no Açude Jaburu. O rio passa por oito comunidades.

A barragem é particular. A ANA informou que vem autuando o proprietário desde 2017, devido às condições de abandono do local. A agência embargou a represa até que todas as providências para garantir a segurança da barragem sejam tomadas.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: