Homem de 30 anos impressiona pela aparência e voz de criança

PECULIARIDADE

Homem de 30 anos impressiona pela aparência e voz de criança

Francisco Erivelton não cresceu devido a um problema no desenvolvimento do seu corpo, por esse motivo ele é aposentado

Por TV Jangadeiro em Gente na TV

25 de setembro de 2017 às 14:52

Há 2 anos
Mesmo com 30 anos, o vaqueiro aparenta ser uma criança (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Mesmo com 30 anos, o vaqueiro aparenta ser uma criança (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

A cidade de Canindé, no interior do Ceará, guarda uma história curiosa entre seus habitantes. Um dos moradores é destaque por ter um visual “incompatível” com a sua idade.

O “vaqueiro de menor”, como é conhecido na região, possui 1,34 m de altura e já chegou aos 30 anos. Francisco Erivelton não cresceu devido a um problema no desenvolvimento do seu corpo, por esse motivo ele é aposentado.

Apesar do apelido de vaqueiro, o rapaz não anda de cavalo e, sim, em uma moto. “Eu não exerço a profissão, é só meu estilo e o apelido que ganhei nos forrós. Meu cavalo é uma moto, eu sou um vaqueiro moderno”, conta Francisco.

Confira mais detalhes na matéria do programa Gente na TV, da TV Jangadeiro:

Publicidade

Dê sua opinião

PECULIARIDADE

Homem de 30 anos impressiona pela aparência e voz de criança

Francisco Erivelton não cresceu devido a um problema no desenvolvimento do seu corpo, por esse motivo ele é aposentado

Por TV Jangadeiro em Gente na TV

25 de setembro de 2017 às 14:52

Há 2 anos
Mesmo com 30 anos, o vaqueiro aparenta ser uma criança (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Mesmo com 30 anos, o vaqueiro aparenta ser uma criança (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

A cidade de Canindé, no interior do Ceará, guarda uma história curiosa entre seus habitantes. Um dos moradores é destaque por ter um visual “incompatível” com a sua idade.

O “vaqueiro de menor”, como é conhecido na região, possui 1,34 m de altura e já chegou aos 30 anos. Francisco Erivelton não cresceu devido a um problema no desenvolvimento do seu corpo, por esse motivo ele é aposentado.

Apesar do apelido de vaqueiro, o rapaz não anda de cavalo e, sim, em uma moto. “Eu não exerço a profissão, é só meu estilo e o apelido que ganhei nos forrós. Meu cavalo é uma moto, eu sou um vaqueiro moderno”, conta Francisco.

Confira mais detalhes na matéria do programa Gente na TV, da TV Jangadeiro: