Rosier Alexandre: Desligue o seu piloto automático

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “Desligue o seu piloto automático”

Cada dia temos que tomar mais decisões em um espaço menor de tempo e esta correria vai nos tornando máquinas de fazer sem pensar

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

3 de abril de 2017 às 14:55

Há 2 anos

Por Rosier Alexandre

Cada dia somos mais cobrados por nossos chefes, clientes, amigos e por nós mesmos. Esta pressão que é crescente e tende a aumentar. Cada dia temos que tomar mais decisões em um espaço menor de tempo e esta correria vai nos tornando máquinas de fazer sem pensar e é aí que mora o grande problema, fazer no automático e deixar de curtir o que está fazendo, deixar de ver a paisagem do caminho pensando apenas no destino final.

A felicidade consiste em sair da zona de conforto e romper com o automatismo de fazer tudo igual. Se você continuar como está verá o natal chegar e você vai olhar para sua lista de sonhos do natal anterior sem grandes avanços. O automatismo te leva a fazer tudo sempre do mesmo jeito e assim não muda os resultados, se você entra nesta onda, perde o controle da sua vida e deixa de ser criador do seu destino e passa a viver a espera de mudanças feitas pelos outros, enquanto o único comandante da sua vida é você mesmo e agora está sentado na poltrona do cinema vendo o filme da sua vida ser construído por outras pessoas.

Assumir o controle da sua vida não é uma tarefa fácil, vai exigir de você novas habilidades, novas atitudes e isso vai bater de frente com a grande massa não-pensante que prefere evitar a mudança e o conflito e mergulha na comodidade da mesmice. Há quem diga que mais de 80% dos nossos pensamentos são automáticos e mais de 80% deles são pessimistas, logo, cada pensamento precisa ser repensado e criticado: Por quê estou pensando assim? Isso faz sentido? É isso mesmo o que eu quero pra minha vida? Esta decisão é minha ou de outros?

Uma vida plena exige mudanças, mudar todos os dias e isso só acontece quando você sai do piloto automático e coloca o cérebro para funcionar criticamente. Abrace a mudança sem medo, afinal, só contempla a paisagem do cume do Everest que tem coragem de enfrentar avalanches, tempestades e muito desconforto, mas a recompensa é maior que o preço pago.

Tenha uma excelente semana com o meu abraço do tamanho do Everest.

*Rosier Alexandre é graduado em marketing, palestrante, consultor organizacional e alpinista profissional.

A coluna “Qual o seu Everest?” é publicada no Tribuna do Ceará todas as segundas-feiras e também vai ao ar na Tribuna BandNews (FM 101.7), às 9h10.

Publicidade

Dê sua opinião

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “Desligue o seu piloto automático”

Cada dia temos que tomar mais decisões em um espaço menor de tempo e esta correria vai nos tornando máquinas de fazer sem pensar

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

3 de abril de 2017 às 14:55

Há 2 anos

Por Rosier Alexandre

Cada dia somos mais cobrados por nossos chefes, clientes, amigos e por nós mesmos. Esta pressão que é crescente e tende a aumentar. Cada dia temos que tomar mais decisões em um espaço menor de tempo e esta correria vai nos tornando máquinas de fazer sem pensar e é aí que mora o grande problema, fazer no automático e deixar de curtir o que está fazendo, deixar de ver a paisagem do caminho pensando apenas no destino final.

A felicidade consiste em sair da zona de conforto e romper com o automatismo de fazer tudo igual. Se você continuar como está verá o natal chegar e você vai olhar para sua lista de sonhos do natal anterior sem grandes avanços. O automatismo te leva a fazer tudo sempre do mesmo jeito e assim não muda os resultados, se você entra nesta onda, perde o controle da sua vida e deixa de ser criador do seu destino e passa a viver a espera de mudanças feitas pelos outros, enquanto o único comandante da sua vida é você mesmo e agora está sentado na poltrona do cinema vendo o filme da sua vida ser construído por outras pessoas.

Assumir o controle da sua vida não é uma tarefa fácil, vai exigir de você novas habilidades, novas atitudes e isso vai bater de frente com a grande massa não-pensante que prefere evitar a mudança e o conflito e mergulha na comodidade da mesmice. Há quem diga que mais de 80% dos nossos pensamentos são automáticos e mais de 80% deles são pessimistas, logo, cada pensamento precisa ser repensado e criticado: Por quê estou pensando assim? Isso faz sentido? É isso mesmo o que eu quero pra minha vida? Esta decisão é minha ou de outros?

Uma vida plena exige mudanças, mudar todos os dias e isso só acontece quando você sai do piloto automático e coloca o cérebro para funcionar criticamente. Abrace a mudança sem medo, afinal, só contempla a paisagem do cume do Everest que tem coragem de enfrentar avalanches, tempestades e muito desconforto, mas a recompensa é maior que o preço pago.

Tenha uma excelente semana com o meu abraço do tamanho do Everest.

*Rosier Alexandre é graduado em marketing, palestrante, consultor organizacional e alpinista profissional.

A coluna “Qual o seu Everest?” é publicada no Tribuna do Ceará todas as segundas-feiras e também vai ao ar na Tribuna BandNews (FM 101.7), às 9h10.