Estabelecimentos fazem parceria com aplicativo para ajudar na paquera


Estabelecimentos fazem parceria com aplicativo para ajudar na paquera

O Spotchat transforma o local em uma verdadeira sala de bate-papo e pode ser usado em restaurantes, academias, festas, universidades e até em padarias

Por Roberta Tavares em Tecnologia

4 de setembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Aplicativo pretende facilitar o primeiro contato entre pessoas desconhecidas (FOTO: Divulgação/Spotchat)

Aplicativo pretende facilitar o primeiro contato entre pessoas desconhecidas (FOTO: Divulgação/Spotchat)

Os estabelecimentos de Fortaleza encontraram uma nova forma de ajudar os clientes a deixar a timidez de lado e facilitar o ‘primeiro contato’. Trata-se de uma parceria com o aplicativo Spotchat, criado por dois cearenses, que pretende facilitar a interação entre desconhecidos que estejam no mesmo local. A ferramenta transforma o estabelecimento em uma verdadeira sala de bate-papo e pode ser utilizada em barzinhos, restaurantes, academias, festas, universidades e até em padarias.

Os analistas de sistemas Marlos Távora e Thiago Amarante lançaram o app em junho deste ano. A primeira parceria foi realizada com o Órbita Bar, na festa Love me Tinder – Noite dos Solteiros. Agora, é a vez do Barão da Villa. O app chega para trazer mais interatividade e dar ‘uma forcinha’ aos frequentadores das casas na hora da paquera. Segundo a estudante de Biomedicina Marina Lopes, de 21 anos, a ideia é interessante para quem quer conhecer gente nova e também para turistas. “Achei muito legal. Principalmente para quem vem visitar a cidade e não conhece ninguém”, conta.

O casal de Belo Horizonte, Gerson Bastos e Aline Menegon, ambos de 31 anos, que estão em Fortaleza a passeio, conheceram novas pessoas a partir da utilização da ferramenta. “Com o aplicativo, a gente colheu informações sobre a entrada da festa e como estava lá dentro. É uma boa forma de comunicação e interação, principalmente para quem é de fora, como a gente”, opinou o engenheiro.

O aplicativo

Apesar da distância física entre os idealizadores, Marlos mora em Fortaleza e Thiago na Flórida, nos Estados Unidos, o aplicativo foi aperfeiçoado em três meses até chegar ao produto final. A intenção é facilitar a interação entre pessoas tímidas que estejam no mesmo espaço, utilizando-se do conceito de chat. “Usamos o recurso de geolocalização, mostramos os locais próximos aos usuários onde é possível fazer check-in e ter conversas, privadas ou com várias pessoas ao mesmo tempo, através do chat”, explica Marlos. Recentemente, dois outros sócios compõem a equipe: Cesar Rabelo e Evertonildo Maia, responsáveis pela execução das parcerias do app.

​O aplicativo foi lançado em junho de 2015, mas os números mostram que a possibilidade de achar uma paquera ou um amigo vai aonde você quiser e ficou ainda mais fácil e recíproca. Já foram feitos 3,4 mil downloads, 38,2 mil conexões, 233,8 mil ações, 14,3 mil check-ins e 21,3 mil mensagens trocadas, comprovando a vontade das pessoas de se conhecerem e se sentirem seguras para a primeira interação pessoalmente.

Marlos Távora e Thiago Amarante desenvolveram o app em apenas três meses (FOTO: Divulgação/Spotchat)

Marlos Távora e Thiago Amarante desenvolveram o app em apenas três meses (FOTO: Divulgação/Spotchat)

Usabilidade

Para usar o aplicativo, é preciso fazer o download gratuito, já disponível nas duas maiores plataformas móveis Android e iOS, e “logar” com a conta do Facebook. Ou seja, o Spotchat pode ser utilizado em qualquer lugar, já que a forma de conexão é feita pela maior rede social mundial.

Na ferramenta de mensagens, é possível conversar no canal do local como se cada um deles fosse uma sala de bate-papo, ver fotos das pessoas que também estão no estabelecimento, enviar mensagens privadas e imagens. “Essa funcionalidade de envio de mensagens com fotos, além de aumentar a interatividade, permite, por exemplo, que seja possível ver o que está acontecendo antes mesmo de chegar ao local”, complementa Marlos.

​Cada mensagem gera uma notificação no celular do usuário, que também pode configurar o app para não recebê-las. Em lugares grandes, por exemplo, o aplicativo pode ser ainda uma ótima oportunidade de conhecer alguém que nem sempre está ao alcance de visão. Em um bar menor, também é útil para dar aquele primeiro passo e iniciar um contato. ​ “Lembrando que, a qualquer momento após realizar o check-in, é possível sair do local e deixar de interagir com as pessoas que estejam lá. Basta acessar o menu lateral e apertar o botão sair”, conclui Thiago. A ideia, agora, é fazer novas parcerias, para transformar a cidade de Fortaleza em uma grande sala de bate-papo.

Publicidade

Dê sua opinião

Estabelecimentos fazem parceria com aplicativo para ajudar na paquera

O Spotchat transforma o local em uma verdadeira sala de bate-papo e pode ser usado em restaurantes, academias, festas, universidades e até em padarias

Por Roberta Tavares em Tecnologia

4 de setembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Aplicativo pretende facilitar o primeiro contato entre pessoas desconhecidas (FOTO: Divulgação/Spotchat)

Aplicativo pretende facilitar o primeiro contato entre pessoas desconhecidas (FOTO: Divulgação/Spotchat)

Os estabelecimentos de Fortaleza encontraram uma nova forma de ajudar os clientes a deixar a timidez de lado e facilitar o ‘primeiro contato’. Trata-se de uma parceria com o aplicativo Spotchat, criado por dois cearenses, que pretende facilitar a interação entre desconhecidos que estejam no mesmo local. A ferramenta transforma o estabelecimento em uma verdadeira sala de bate-papo e pode ser utilizada em barzinhos, restaurantes, academias, festas, universidades e até em padarias.

Os analistas de sistemas Marlos Távora e Thiago Amarante lançaram o app em junho deste ano. A primeira parceria foi realizada com o Órbita Bar, na festa Love me Tinder – Noite dos Solteiros. Agora, é a vez do Barão da Villa. O app chega para trazer mais interatividade e dar ‘uma forcinha’ aos frequentadores das casas na hora da paquera. Segundo a estudante de Biomedicina Marina Lopes, de 21 anos, a ideia é interessante para quem quer conhecer gente nova e também para turistas. “Achei muito legal. Principalmente para quem vem visitar a cidade e não conhece ninguém”, conta.

O casal de Belo Horizonte, Gerson Bastos e Aline Menegon, ambos de 31 anos, que estão em Fortaleza a passeio, conheceram novas pessoas a partir da utilização da ferramenta. “Com o aplicativo, a gente colheu informações sobre a entrada da festa e como estava lá dentro. É uma boa forma de comunicação e interação, principalmente para quem é de fora, como a gente”, opinou o engenheiro.

O aplicativo

Apesar da distância física entre os idealizadores, Marlos mora em Fortaleza e Thiago na Flórida, nos Estados Unidos, o aplicativo foi aperfeiçoado em três meses até chegar ao produto final. A intenção é facilitar a interação entre pessoas tímidas que estejam no mesmo espaço, utilizando-se do conceito de chat. “Usamos o recurso de geolocalização, mostramos os locais próximos aos usuários onde é possível fazer check-in e ter conversas, privadas ou com várias pessoas ao mesmo tempo, através do chat”, explica Marlos. Recentemente, dois outros sócios compõem a equipe: Cesar Rabelo e Evertonildo Maia, responsáveis pela execução das parcerias do app.

​O aplicativo foi lançado em junho de 2015, mas os números mostram que a possibilidade de achar uma paquera ou um amigo vai aonde você quiser e ficou ainda mais fácil e recíproca. Já foram feitos 3,4 mil downloads, 38,2 mil conexões, 233,8 mil ações, 14,3 mil check-ins e 21,3 mil mensagens trocadas, comprovando a vontade das pessoas de se conhecerem e se sentirem seguras para a primeira interação pessoalmente.

Marlos Távora e Thiago Amarante desenvolveram o app em apenas três meses (FOTO: Divulgação/Spotchat)

Marlos Távora e Thiago Amarante desenvolveram o app em apenas três meses (FOTO: Divulgação/Spotchat)

Usabilidade

Para usar o aplicativo, é preciso fazer o download gratuito, já disponível nas duas maiores plataformas móveis Android e iOS, e “logar” com a conta do Facebook. Ou seja, o Spotchat pode ser utilizado em qualquer lugar, já que a forma de conexão é feita pela maior rede social mundial.

Na ferramenta de mensagens, é possível conversar no canal do local como se cada um deles fosse uma sala de bate-papo, ver fotos das pessoas que também estão no estabelecimento, enviar mensagens privadas e imagens. “Essa funcionalidade de envio de mensagens com fotos, além de aumentar a interatividade, permite, por exemplo, que seja possível ver o que está acontecendo antes mesmo de chegar ao local”, complementa Marlos.

​Cada mensagem gera uma notificação no celular do usuário, que também pode configurar o app para não recebê-las. Em lugares grandes, por exemplo, o aplicativo pode ser ainda uma ótima oportunidade de conhecer alguém que nem sempre está ao alcance de visão. Em um bar menor, também é útil para dar aquele primeiro passo e iniciar um contato. ​ “Lembrando que, a qualquer momento após realizar o check-in, é possível sair do local e deixar de interagir com as pessoas que estejam lá. Basta acessar o menu lateral e apertar o botão sair”, conclui Thiago. A ideia, agora, é fazer novas parcerias, para transformar a cidade de Fortaleza em uma grande sala de bate-papo.