Cearenses desenvolvem aplicativo para facilitar o primeiro contato em bares


Cearenses desenvolvem aplicativo para facilitar o primeiro contato em bares

Na ferramenta Spotchat, é possível conversar nos locais como se fosse uma sala de bate-papo. Assim, quem é tímido tem uma ajudinha

Por Roberta Tavares em Tecnologia

9 de julho de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Analistas trocaram experiências em Fortaleza e na Califórnia para aperfeiçoar o app (FOTO: Arquivo pessoal/Marlos Távora)

Analistas trocaram experiências em Fortaleza e na Califórnia para aperfeiçoar o app (FOTO: Arquivo pessoal/Marlos Távora)

Em barzinhos, restaurantes e festas, ir até alguém e puxar conversa não é a coisa mais fácil do mundo. Mas também é o tipo de situação que não cai do céu. Dois cearenses tiveram a ideia de ajudar os mais tímidos a dar o primeiro passo. Marlos Távora e Thiago Amarante desenvolveram o aplicativo Spotchat, permitindo que duas pessoas que estejam no mesmo local se conheçam.

A ideia surgiu quando os analistas de sistemas perceberam a necessidade de algo que facilitasse o primeiro contato com outras pessoas nos locais que visitavam. “A partir daí, percebemos que seria bacana desenvolvermos um aplicativo para resolver esse problema”, explica o analista de sistema Marlos.

Apesar da distância entre os idealizadores: Marlos mora em Fortaleza e Thiago na Flórida, nos Estados Unidos, o aplicativo foi aperfeiçoado em três meses até chegar ao produto final, o Spotchat. A intenção é facilitar a interação entre as pessoas que estejam no mesmo local, utilizando-se do conceito de chat. Para usar o aplicativo, é preciso fazer o download e logar com a conta do Facebook. “Utilizando recurso de geolocalização, mostramos os locais próximos ao usuário onde é possível fazer check-in e ter conversas privadas, ou com todos, através do chat”, conta.

Na ferramenta, é possível conversar nos locais como se cada um deles fosse uma sala de bate-papo, ver fotos das pessoas que também estão no estabelecimento e enviar mensagens privadas. Cada mensagem gera uma notificação no celular do usuário. Em lugares grandes, por exemplo, o aplicativo pode ser uma ótima oportunidade de conhecer alguém que nem sempre está no alcance de visão. Em um bar menor, também é útil para dar aquele primeiro passo e iniciar um contato.

E o melhor: o app é gratuito e pode ser obtido gratuitamente no PlayStore e, nos próximos dias, no iOS, como os próprios idealizadores prometem. Além disso, o Spotchat pode ser utilizado em qualquer parte do mundo, já que a forma de login é feita pelo Facebook. Mesmo tendo lançado o aplicativo há apenas um mês, os números mostram o sucesso do app: já foram feitos 400 downloads, 20 mil ações, 2,5 mil check-ins e uma média de 34 conexões únicas diariamente.

O próximo passo é fechar parcerias com estabelecimentos de Fortaleza, onde os analistas realizarão ações de divulgação e interação dentro do local, gerando engajamento dos usuários. “Esperamos que o aplicativo ganhe tração e possa crescer sozinho”, finaliza.

Publicidade

Dê sua opinião

Cearenses desenvolvem aplicativo para facilitar o primeiro contato em bares

Na ferramenta Spotchat, é possível conversar nos locais como se fosse uma sala de bate-papo. Assim, quem é tímido tem uma ajudinha

Por Roberta Tavares em Tecnologia

9 de julho de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Analistas trocaram experiências em Fortaleza e na Califórnia para aperfeiçoar o app (FOTO: Arquivo pessoal/Marlos Távora)

Analistas trocaram experiências em Fortaleza e na Califórnia para aperfeiçoar o app (FOTO: Arquivo pessoal/Marlos Távora)

Em barzinhos, restaurantes e festas, ir até alguém e puxar conversa não é a coisa mais fácil do mundo. Mas também é o tipo de situação que não cai do céu. Dois cearenses tiveram a ideia de ajudar os mais tímidos a dar o primeiro passo. Marlos Távora e Thiago Amarante desenvolveram o aplicativo Spotchat, permitindo que duas pessoas que estejam no mesmo local se conheçam.

A ideia surgiu quando os analistas de sistemas perceberam a necessidade de algo que facilitasse o primeiro contato com outras pessoas nos locais que visitavam. “A partir daí, percebemos que seria bacana desenvolvermos um aplicativo para resolver esse problema”, explica o analista de sistema Marlos.

Apesar da distância entre os idealizadores: Marlos mora em Fortaleza e Thiago na Flórida, nos Estados Unidos, o aplicativo foi aperfeiçoado em três meses até chegar ao produto final, o Spotchat. A intenção é facilitar a interação entre as pessoas que estejam no mesmo local, utilizando-se do conceito de chat. Para usar o aplicativo, é preciso fazer o download e logar com a conta do Facebook. “Utilizando recurso de geolocalização, mostramos os locais próximos ao usuário onde é possível fazer check-in e ter conversas privadas, ou com todos, através do chat”, conta.

Na ferramenta, é possível conversar nos locais como se cada um deles fosse uma sala de bate-papo, ver fotos das pessoas que também estão no estabelecimento e enviar mensagens privadas. Cada mensagem gera uma notificação no celular do usuário. Em lugares grandes, por exemplo, o aplicativo pode ser uma ótima oportunidade de conhecer alguém que nem sempre está no alcance de visão. Em um bar menor, também é útil para dar aquele primeiro passo e iniciar um contato.

E o melhor: o app é gratuito e pode ser obtido gratuitamente no PlayStore e, nos próximos dias, no iOS, como os próprios idealizadores prometem. Além disso, o Spotchat pode ser utilizado em qualquer parte do mundo, já que a forma de login é feita pelo Facebook. Mesmo tendo lançado o aplicativo há apenas um mês, os números mostram o sucesso do app: já foram feitos 400 downloads, 20 mil ações, 2,5 mil check-ins e uma média de 34 conexões únicas diariamente.

O próximo passo é fechar parcerias com estabelecimentos de Fortaleza, onde os analistas realizarão ações de divulgação e interação dentro do local, gerando engajamento dos usuários. “Esperamos que o aplicativo ganhe tração e possa crescer sozinho”, finaliza.