Cearenses criam animação em 3D que ironiza comportamento por uso exagerado da tecnologia


Cearenses criam animação em 3D que ironiza comportamento por uso exagerado da tecnologia

Com gorila como protagonista, curta chamou atenção nas redes sociais e foi publicado em diversos blogs do segmento. Em 24 horas teve mais de 2 mil visualizações

Por Rosana Romão em Tecnologia

5 de fevereiro de 2015 às 17:13

Há 4 anos

O que aconteceria se um gorila encontrasse um smartphone no meio da floresta? Qual seria sua reação? Será que ele teria curiosidade pelo objeto ou passaria despercebido? No primeiro curta de animação criado pela produtora cearense Polegar Opositor a situação é reproduzida. O vídeo, lançado nesta quarta-feira (04), teve mais de 2 mil visualizações em 24 horas e diversos comentários positivos, tanto do Ceará quanto de outros estados do Brasil.

“A gente começou a comentar sobre as gafes do cotidiano nas redes sociais e da frustração que temos quando há impossibilidade de acesso”, comenta Juvenal Neto sobre a escolha do tema. Para os realizadores, o feedback positivo que têm recebido é uma surpresa. “Principalmente por ser uma produção do Ceará”, acrescenta Juvenal Neto. Somando etapas de projeto, roteiro e finalização, o filme demorou 2 meses para ficar pronto.

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15365251″]

A Polegar Opositor desenvolve projetos que envolvem captação de imagem, pós produção, animação, 2D, 3D, motion design e ilustração. Mas além destes, realiza projetos experimentais sem fins comerciais, apenas visando a experimentação e servindo como objeto de estudo para a equipe, como é o caso da animação “Até quando Luciano?”. Outros projetos como o SOLO (projeto musical), Animation Day (animações de, no máximo, 15 segundos) e RefDay (na primeira quinta-feira do mês um artista é convidado para falar sobre suas referências) também são usados para estudo, mas nenhum teve tanta repercussão quando o gorila conectado.

O estúdio trabalha em todas as etapas do processo criativo, além de executá-lo, e assim produz material publicitário, atendendo ao mercado cearense, pernambucano e paulista. Ao todo 13 pessoas trabalham no time, incluindo diretor de arte, ilustrador, rigging 3D, modelador 3D, animador 3D/2D, gestor de projetos, diretores e sócios. Um dos reconhecimentos de 2014 foi o convite recebido para fazer os Partners Titles do OFFF, Festival Internacional de Design, realizado em Fortaleza.

Para favorecer a criatividade na criação dos projetos, o ambiente de trabalho é totalmente descontraído, com video game, fliperama, instrumentos musicais e muita brincadeira entre os colegas. Após ser divulgado, o vídeo foi postado em diversos blogs e em fóruns de computação gráfica, além dos compartilhamentos nas redes sociais. “É bem gratificante, pois foi um trabalho bem audacioso, com muita dedicação que resultou nessa estética e com um humor típico do cearense”, conclui Juvenal Neto.

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
1/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Equipe criadora do vídeo com o protagonista do filme. (FOTO: Arquivo Pessoal)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
2/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Estúdio possui video game, fliperama e objetos musicais para descontrair o ambiente de trabalho. (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
3/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Estúdio possui video game, fliperama e objetos musicais para descontrair o ambiente de trabalho. (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
4/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Estúdio possui video game, fliperama e objetos musicais para descontrair o ambiente de trabalho. (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
5/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Fachada do estúdio com ilustração dos artistas da Polegar Opositor. (FOTO: Reprodução)

Seca castiga municípios cearenses e Crateús enfrenta colapso de água (FOTO: Reprodução)
6/10

Seca castiga municípios cearenses e Crateús enfrenta colapso de água (FOTO: Reprodução)

Seca castiga municípios cearenses e Crateús enfrenta colapso de água (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
7/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

O estúdio desenvolve captação de imagem, pós produção, animação, 2D, 3D, motion design e ilustração. (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
8/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Estúdio possui video game, fliperama e objetos musicais para descontrair o ambiente de trabalho. (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
9/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Gorila foi usado como protagonista do filme. (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
10/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Gorila foi usado como protagonista do filme. (FOTO: Reprodução)

Lista dos envolvidos no projeto:

Written and Directed: Jonathan Alpoim and Rafael Neves
Character Design: João Henrique Pachêco e Jonathan Alpoim
Modeling: José Péricles
Rigging: Magno Albuquerque
3D Animation: Pedro Henb
Texture: João Henrique Pachêco
Lignting and Rendering: José Péricles
Compositing, Editing and Motion: Jonathas Alpoim
Scenery and Elements: João Henrique Pachêco e Johnny Cardoso
2D Animation: Jonathas Alpoim e Johnny Cardoso
Animatic: Jonathas Alpoim
Project Manager: Juvenal Neto, Rafael Neves e Jonathas Alpoim
SoundFX and Music: DSAN promusic
Assistant SoundFX: Juvenal Neto e Pedro Silva
A Film by Polegar Opositor

Publicidade

Dê sua opinião

Cearenses criam animação em 3D que ironiza comportamento por uso exagerado da tecnologia

Com gorila como protagonista, curta chamou atenção nas redes sociais e foi publicado em diversos blogs do segmento. Em 24 horas teve mais de 2 mil visualizações

Por Rosana Romão em Tecnologia

5 de fevereiro de 2015 às 17:13

Há 4 anos

O que aconteceria se um gorila encontrasse um smartphone no meio da floresta? Qual seria sua reação? Será que ele teria curiosidade pelo objeto ou passaria despercebido? No primeiro curta de animação criado pela produtora cearense Polegar Opositor a situação é reproduzida. O vídeo, lançado nesta quarta-feira (04), teve mais de 2 mil visualizações em 24 horas e diversos comentários positivos, tanto do Ceará quanto de outros estados do Brasil.

“A gente começou a comentar sobre as gafes do cotidiano nas redes sociais e da frustração que temos quando há impossibilidade de acesso”, comenta Juvenal Neto sobre a escolha do tema. Para os realizadores, o feedback positivo que têm recebido é uma surpresa. “Principalmente por ser uma produção do Ceará”, acrescenta Juvenal Neto. Somando etapas de projeto, roteiro e finalização, o filme demorou 2 meses para ficar pronto.

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15365251″]

A Polegar Opositor desenvolve projetos que envolvem captação de imagem, pós produção, animação, 2D, 3D, motion design e ilustração. Mas além destes, realiza projetos experimentais sem fins comerciais, apenas visando a experimentação e servindo como objeto de estudo para a equipe, como é o caso da animação “Até quando Luciano?”. Outros projetos como o SOLO (projeto musical), Animation Day (animações de, no máximo, 15 segundos) e RefDay (na primeira quinta-feira do mês um artista é convidado para falar sobre suas referências) também são usados para estudo, mas nenhum teve tanta repercussão quando o gorila conectado.

O estúdio trabalha em todas as etapas do processo criativo, além de executá-lo, e assim produz material publicitário, atendendo ao mercado cearense, pernambucano e paulista. Ao todo 13 pessoas trabalham no time, incluindo diretor de arte, ilustrador, rigging 3D, modelador 3D, animador 3D/2D, gestor de projetos, diretores e sócios. Um dos reconhecimentos de 2014 foi o convite recebido para fazer os Partners Titles do OFFF, Festival Internacional de Design, realizado em Fortaleza.

Para favorecer a criatividade na criação dos projetos, o ambiente de trabalho é totalmente descontraído, com video game, fliperama, instrumentos musicais e muita brincadeira entre os colegas. Após ser divulgado, o vídeo foi postado em diversos blogs e em fóruns de computação gráfica, além dos compartilhamentos nas redes sociais. “É bem gratificante, pois foi um trabalho bem audacioso, com muita dedicação que resultou nessa estética e com um humor típico do cearense”, conclui Juvenal Neto.

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
1/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Equipe criadora do vídeo com o protagonista do filme. (FOTO: Arquivo Pessoal)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
2/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Estúdio possui video game, fliperama e objetos musicais para descontrair o ambiente de trabalho. (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
3/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Estúdio possui video game, fliperama e objetos musicais para descontrair o ambiente de trabalho. (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
4/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Estúdio possui video game, fliperama e objetos musicais para descontrair o ambiente de trabalho. (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
5/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Fachada do estúdio com ilustração dos artistas da Polegar Opositor. (FOTO: Reprodução)

Seca castiga municípios cearenses e Crateús enfrenta colapso de água (FOTO: Reprodução)
6/10

Seca castiga municípios cearenses e Crateús enfrenta colapso de água (FOTO: Reprodução)

Seca castiga municípios cearenses e Crateús enfrenta colapso de água (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
7/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

O estúdio desenvolve captação de imagem, pós produção, animação, 2D, 3D, motion design e ilustração. (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
8/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Estúdio possui video game, fliperama e objetos musicais para descontrair o ambiente de trabalho. (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
9/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Gorila foi usado como protagonista do filme. (FOTO: Reprodução)

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia
10/10

Produtora cearense cria animação em 3D que ironiza comportamento humano devido ao uso exagerado da tecnologia

Gorila foi usado como protagonista do filme. (FOTO: Reprodução)

Lista dos envolvidos no projeto:

Written and Directed: Jonathan Alpoim and Rafael Neves
Character Design: João Henrique Pachêco e Jonathan Alpoim
Modeling: José Péricles
Rigging: Magno Albuquerque
3D Animation: Pedro Henb
Texture: João Henrique Pachêco
Lignting and Rendering: José Péricles
Compositing, Editing and Motion: Jonathas Alpoim
Scenery and Elements: João Henrique Pachêco e Johnny Cardoso
2D Animation: Jonathas Alpoim e Johnny Cardoso
Animatic: Jonathas Alpoim
Project Manager: Juvenal Neto, Rafael Neves e Jonathas Alpoim
SoundFX and Music: DSAN promusic
Assistant SoundFX: Juvenal Neto e Pedro Silva
A Film by Polegar Opositor