Brasileiro desenvolve aplicativo de turismo e é destaque em feira de tecnologia na Europa


Brasileiro desenvolve aplicativo de turismo e é destaque em feira de tecnologia na Europa

O cearense Igo Brilhante foi premiado na Conferência Europeia de Recuperação de Informações, na Holanda e estuda na Universidade de Pisa, na Itália

Por Marcella Ruchet em Tecnologia

17 de julho de 2014 às 09:00

Há 5 anos

Na era dos smartphones e dispositivos que, literalmente, só faltam falar. Muitos jovens acabam se destacando por desenvolver aplicativos. Um desses jovens, o cearense Igo Brilhante (26) ganhou destaque internacional, na Holanda.

Igo apresenta o certificado do prêmio recebido em Amasterdã (FOTO: Arquivo pessoal)

Igo apresenta o certificado do prêmio recebido em Amasterdã (FOTO: Arquivo pessoal)

Igo, assim sem o r mesmo, é doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Computação da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Pisa, na Itália, onde mora desde setembro do ano passado. O estudante desenvolveu um aplicativo chamado TripBuilder, para criação automática de roteiros de viagens, usando fotos disponíveis no site Flickr. O trabalho foi apresentado em Amsterdã na Holanda e foi premiado como melhor demonstração na Conferência Europeia de Recuperação de Informações.

Existe um protótipo do app para usa na web. Mas, por enquanto ele ainda não pode ser baixado nos smartphones. “Estamos com com o projeto para o celular também, mas estou focando no meu doutorado e isso vai ser deixado com um trabalho de empresa mesmo e não de pesquisa”, explica.

O jovem explica que o projeto faz parte do seu trabalho de doutorado. “Faço doutorado tanto na UFC quanto aqui em Pisa, em um programa de duplo diploma. Publicamos a metodologia do projeto em uma importante conferência da área. E surgiu a oportunidade de submeter uma demonstração para a Conferência Europeia”, relembra.

E a vontade de fazer um aplicativo sobre viagens, surgiu do interesse do próprio criador, que garante gostar muito de viajar. Todo o processo foi feito em conjunto com o professor José Macêdo, seu orientador. Após o prêmio, eles ganharam 500 euros e receberam um convite do site Booking.com para apresentarem seu trabalho na sede da empresa. O site é um dos maiores do mundo para reserva de hotéis em todo o Brasil e no exterior.

Sobre o desenvolvimento de novos aplicativos, ele explica que existe um novo projeto em andamento, que pode ser tornar uma aplicação. “Primeiro devemos desenvolver a metodologia para então termos uma aplicação que represente nossa idéia, temos focado na área turística”, pontua.

Publicidade

Dê sua opinião

Brasileiro desenvolve aplicativo de turismo e é destaque em feira de tecnologia na Europa

O cearense Igo Brilhante foi premiado na Conferência Europeia de Recuperação de Informações, na Holanda e estuda na Universidade de Pisa, na Itália

Por Marcella Ruchet em Tecnologia

17 de julho de 2014 às 09:00

Há 5 anos

Na era dos smartphones e dispositivos que, literalmente, só faltam falar. Muitos jovens acabam se destacando por desenvolver aplicativos. Um desses jovens, o cearense Igo Brilhante (26) ganhou destaque internacional, na Holanda.

Igo apresenta o certificado do prêmio recebido em Amasterdã (FOTO: Arquivo pessoal)

Igo apresenta o certificado do prêmio recebido em Amasterdã (FOTO: Arquivo pessoal)

Igo, assim sem o r mesmo, é doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Computação da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Pisa, na Itália, onde mora desde setembro do ano passado. O estudante desenvolveu um aplicativo chamado TripBuilder, para criação automática de roteiros de viagens, usando fotos disponíveis no site Flickr. O trabalho foi apresentado em Amsterdã na Holanda e foi premiado como melhor demonstração na Conferência Europeia de Recuperação de Informações.

Existe um protótipo do app para usa na web. Mas, por enquanto ele ainda não pode ser baixado nos smartphones. “Estamos com com o projeto para o celular também, mas estou focando no meu doutorado e isso vai ser deixado com um trabalho de empresa mesmo e não de pesquisa”, explica.

O jovem explica que o projeto faz parte do seu trabalho de doutorado. “Faço doutorado tanto na UFC quanto aqui em Pisa, em um programa de duplo diploma. Publicamos a metodologia do projeto em uma importante conferência da área. E surgiu a oportunidade de submeter uma demonstração para a Conferência Europeia”, relembra.

E a vontade de fazer um aplicativo sobre viagens, surgiu do interesse do próprio criador, que garante gostar muito de viajar. Todo o processo foi feito em conjunto com o professor José Macêdo, seu orientador. Após o prêmio, eles ganharam 500 euros e receberam um convite do site Booking.com para apresentarem seu trabalho na sede da empresa. O site é um dos maiores do mundo para reserva de hotéis em todo o Brasil e no exterior.

Sobre o desenvolvimento de novos aplicativos, ele explica que existe um novo projeto em andamento, que pode ser tornar uma aplicação. “Primeiro devemos desenvolver a metodologia para então termos uma aplicação que represente nossa idéia, temos focado na área turística”, pontua.