Travesti é assassinada perto de casa no Conjunto Palmeiras, em Fortaleza

MORTA A TIROS

Travesti é assassinada perto de casa no Conjunto Palmeiras, em Fortaleza

Crime ocorreu na rua Osvaldo Cruz. A vítima, conhecida por “Bibiu”, morava no local há bastante tempo e era querida pela vizinhança

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

16 de maio de 2019 às 10:03

Há 1 mês

Travesti foi morta perto de casa. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma travesti foi morta por disparos de pistola perto de casa, no bairro Conjunto Palmeiras, em Fortaleza. Luís Eduardo de Lima Pires tinha 25 anos e era conhecida como Bibiu. O crime ocorreu na noite desta quarta-feira (15). A motivação é desconhecida, mas a polícia não descarta crime de homofobia.

O Samu esteve no local para socorrer a vítima, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O homicídio ocorreu na rua Osvaldo Cruz, nas proximidades da casa de Bibiu, que era morador antigo e muito querido na região. Pelo menos três cápsulas que seriam de uma pistola .40 foram encontradas próximas ao corpo.

“Dizem que foi para tomar um telefone. Eu estava dormindo já. Ouvi o barulho, me acordei. Ele estudava no segundo grau”, disse João Pires, pai da vítima.

Ainda não se sabe quantas pessoas participaram do crime que, de acordo com os agentes de segurança, tem características de execução. A polícia ainda investiga as motivações e não descarta a possibilidade de crime de homofobia e latrocínio.

Confira reportagem no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, a partir das 12h05 desta quinta-feira (16).

Publicidade

Dê sua opinião

MORTA A TIROS

Travesti é assassinada perto de casa no Conjunto Palmeiras, em Fortaleza

Crime ocorreu na rua Osvaldo Cruz. A vítima, conhecida por “Bibiu”, morava no local há bastante tempo e era querida pela vizinhança

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

16 de maio de 2019 às 10:03

Há 1 mês

Travesti foi morta perto de casa. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma travesti foi morta por disparos de pistola perto de casa, no bairro Conjunto Palmeiras, em Fortaleza. Luís Eduardo de Lima Pires tinha 25 anos e era conhecida como Bibiu. O crime ocorreu na noite desta quarta-feira (15). A motivação é desconhecida, mas a polícia não descarta crime de homofobia.

O Samu esteve no local para socorrer a vítima, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O homicídio ocorreu na rua Osvaldo Cruz, nas proximidades da casa de Bibiu, que era morador antigo e muito querido na região. Pelo menos três cápsulas que seriam de uma pistola .40 foram encontradas próximas ao corpo.

“Dizem que foi para tomar um telefone. Eu estava dormindo já. Ouvi o barulho, me acordei. Ele estudava no segundo grau”, disse João Pires, pai da vítima.

Ainda não se sabe quantas pessoas participaram do crime que, de acordo com os agentes de segurança, tem características de execução. A polícia ainda investiga as motivações e não descarta a possibilidade de crime de homofobia e latrocínio.

Confira reportagem no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, a partir das 12h05 desta quinta-feira (16).