Presidente da Câmara de Itaitinga é assassinado no local de trabalho

INVESTIGAÇÃO

Presidente da Câmara de Itaitinga é assassinado no local de trabalho

José Roberto chegava à Câmara, quando foi morto a tiros, mas ainda não se sabe o motivo da ação

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

31 de agosto de 2018 às 15:06

Há 9 meses
José Roberto, vereador

José Roberto era presidente da Câmara de Vereadores. (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

O presidente da Câmara de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza, foi assassinado no início da tarde desta sexta-feira (31), no local de trabalho. José Roberto de Oliveira Martins (PRTB), de 53 anos, morreu na hora.

O crime aconteceu por volta de meio-dia. Três homens chegaram em um carro e atiraram contra o veículo do presidente.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), José Roberto chegava à Câmara, quando foi morto a tiros, mas ainda não se sabe o motivo da ação.

No carro, estava sua esposa e mais pessoas que também foram atingidas e levadas ao hospital sob escolta policial. Os criminosos ainda pegaram um objeto no carro, que provavelmente seria uma arma, segundo a PM.

José Roberto já respondia a diversos crimes, como calúnia, ameaça, disparo de arma de fogo, porte ilegal de arma e violência contra a mulher. Ele também foi testemunha de outros crimes como homicídio.

Com informações da repórter do Barra Pesada, Luciana Lemos. 

Publicidade

Dê sua opinião

INVESTIGAÇÃO

Presidente da Câmara de Itaitinga é assassinado no local de trabalho

José Roberto chegava à Câmara, quando foi morto a tiros, mas ainda não se sabe o motivo da ação

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

31 de agosto de 2018 às 15:06

Há 9 meses
José Roberto, vereador

José Roberto era presidente da Câmara de Vereadores. (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

O presidente da Câmara de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza, foi assassinado no início da tarde desta sexta-feira (31), no local de trabalho. José Roberto de Oliveira Martins (PRTB), de 53 anos, morreu na hora.

O crime aconteceu por volta de meio-dia. Três homens chegaram em um carro e atiraram contra o veículo do presidente.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), José Roberto chegava à Câmara, quando foi morto a tiros, mas ainda não se sabe o motivo da ação.

No carro, estava sua esposa e mais pessoas que também foram atingidas e levadas ao hospital sob escolta policial. Os criminosos ainda pegaram um objeto no carro, que provavelmente seria uma arma, segundo a PM.

José Roberto já respondia a diversos crimes, como calúnia, ameaça, disparo de arma de fogo, porte ilegal de arma e violência contra a mulher. Ele também foi testemunha de outros crimes como homicídio.

Com informações da repórter do Barra Pesada, Luciana Lemos.