Polícia confirma que morte de Débora Lohany foi motivada por vingança

DESFECHO

Polícia confirma que morte de Débora Lohany foi motivada por vingança

Horas antes do rapto da garota o homem tentou beijar uma criança e foi agredido pela população

Por Deborah Tavares em Segurança Pública

17 de abril de 2017 às 18:18

Há 2 anos

O suspeito, preso na semana passada, confessou ter matado a criança. (FOTO: Reprodução)

O resultado da investigação sobre a morte da menina Débora Lohany, 4 anos, foi apresentado na tarde desta segunda-feira (17). A polícia confirmou que a morte da criança foi motivada por vingança.

Waldemir Batista, de 39 anos,  foi preso semana passada no Estado do Piauí, suspeito de matar a criança, e teria confirmado sua motivação.

Segundo a polícia, horas antes do rapto da garota o homem tentou beijar uma criança e foi agredido pela população. Por causa das agressões, ele jurou vingança e, horas depois, raptou a menina. O delegado Renê Andrade ressaltou que a mãe da criança não tem nada a ver com o crime.

Debora Lohany foi raptada dia 27 de março na porta de casa no bairro Aerolandia, em Fortaleza. Seu corpo foi encontrado 12 dias depois na Via Expressa. A perícia afirmou que a criança teria sido agredida até a morte.

Com informações da TV Jangadeiro.

Relembre o caso:

Publicidade

Dê sua opinião

DESFECHO

Polícia confirma que morte de Débora Lohany foi motivada por vingança

Horas antes do rapto da garota o homem tentou beijar uma criança e foi agredido pela população

Por Deborah Tavares em Segurança Pública

17 de abril de 2017 às 18:18

Há 2 anos

O suspeito, preso na semana passada, confessou ter matado a criança. (FOTO: Reprodução)

O resultado da investigação sobre a morte da menina Débora Lohany, 4 anos, foi apresentado na tarde desta segunda-feira (17). A polícia confirmou que a morte da criança foi motivada por vingança.

Waldemir Batista, de 39 anos,  foi preso semana passada no Estado do Piauí, suspeito de matar a criança, e teria confirmado sua motivação.

Segundo a polícia, horas antes do rapto da garota o homem tentou beijar uma criança e foi agredido pela população. Por causa das agressões, ele jurou vingança e, horas depois, raptou a menina. O delegado Renê Andrade ressaltou que a mãe da criança não tem nada a ver com o crime.

Debora Lohany foi raptada dia 27 de março na porta de casa no bairro Aerolandia, em Fortaleza. Seu corpo foi encontrado 12 dias depois na Via Expressa. A perícia afirmou que a criança teria sido agredida até a morte.

Com informações da TV Jangadeiro.

Relembre o caso: