Número de assassinatos em 2018 segue superando o ano mais violento da história do Ceará

PREOCUPAÇÃO

Número de assassinatos em 2018 segue superando o ano mais violento da história do Ceará

No acumulado, o número de assassinatos preocupa; até o momento, 1.258 pessoas já foram mortas no Ceará em 2018, segundo SSPDS

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

6 de abril de 2018 às 17:30

Há 1 ano
violência ceara 2018

Número deste ano são piores que os 2017 (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O mês de março de 2018 registrou 414 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no Ceará, de acordo com os dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). As informações foram divulgadas na tarde desta sexta-feira (6).

No acumulado, os números preocupam. Se 2017 foi o ano mais violento da história do Ceará, 2018 segue com possibilidades de superar o ano anterior. Até o momento, 1.258 pessoas já foram assassinadas no Estado.

Durante o mesmo período em 2017, 976 pessoas haviam sido assassinadas entre janeiro e março. A cidade de Fortaleza também seguiu a tendência negativa, passando de 366 para 418 assassinatos nos três primeiros meses do ano. Entretanto, o mês de março apresentou uma diminuição de 13,6% no número de mortes na Capital.

Só em 2018, 1.798 armas de fogo já foram apreendidas pela polícia. Neste ano, 5.202 autos de prisão/apreensão em flagrantes por CVLI, tráfico de drogas, porte, posse e comércio de armas de fogo já foram realizados.

A SSPDS também divulgou o balanço do número de Crimes Violentos contra o Patrimônio 1 (CVPs 1). Esses números representam crimes como roubos a pessoa e de documentos, mas não roubos com ou sem restrição de liberdade, a residências, de cargas e de veículos.

Em março, os números melhoraram. Em Fortaleza, 3.994 casos foram registrados, representando uma diminuição de 9,5%. No Ceará, o número caiu de 6.488 para 5.800 casos. O número de furtos também diminuiu. No Estado, a baixa foi de 10,8%. Fortaleza seguiu a tendência estadual e apresentou uma leve melhora de 9%.

Publicidade

Dê sua opinião

PREOCUPAÇÃO

Número de assassinatos em 2018 segue superando o ano mais violento da história do Ceará

No acumulado, o número de assassinatos preocupa; até o momento, 1.258 pessoas já foram mortas no Ceará em 2018, segundo SSPDS

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

6 de abril de 2018 às 17:30

Há 1 ano
violência ceara 2018

Número deste ano são piores que os 2017 (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O mês de março de 2018 registrou 414 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no Ceará, de acordo com os dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). As informações foram divulgadas na tarde desta sexta-feira (6).

No acumulado, os números preocupam. Se 2017 foi o ano mais violento da história do Ceará, 2018 segue com possibilidades de superar o ano anterior. Até o momento, 1.258 pessoas já foram assassinadas no Estado.

Durante o mesmo período em 2017, 976 pessoas haviam sido assassinadas entre janeiro e março. A cidade de Fortaleza também seguiu a tendência negativa, passando de 366 para 418 assassinatos nos três primeiros meses do ano. Entretanto, o mês de março apresentou uma diminuição de 13,6% no número de mortes na Capital.

Só em 2018, 1.798 armas de fogo já foram apreendidas pela polícia. Neste ano, 5.202 autos de prisão/apreensão em flagrantes por CVLI, tráfico de drogas, porte, posse e comércio de armas de fogo já foram realizados.

A SSPDS também divulgou o balanço do número de Crimes Violentos contra o Patrimônio 1 (CVPs 1). Esses números representam crimes como roubos a pessoa e de documentos, mas não roubos com ou sem restrição de liberdade, a residências, de cargas e de veículos.

Em março, os números melhoraram. Em Fortaleza, 3.994 casos foram registrados, representando uma diminuição de 9,5%. No Ceará, o número caiu de 6.488 para 5.800 casos. O número de furtos também diminuiu. No Estado, a baixa foi de 10,8%. Fortaleza seguiu a tendência estadual e apresentou uma leve melhora de 9%.