Mulher ameaçada de morte por motorista de aplicativo vai acionar a empresa na Justiça

PREOCUPAÇÃO COM SEGURANÇA

Mulher ameaçada de morte por motorista de aplicativo vai acionar a empresa na Justiça

A passageira foi ameaçada de morte pelo motorista do 99 após ela se recusar a responder como faria o pagamento

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

1 de outubro de 2018 às 11:59

Há 9 meses
vitima, aplicativo

Mulher ameaçada por motorista de aplicativo diz que vai acionar empresa na Justiça. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A passageira que denunciou um motorista do aplicativo 99 após ser xingada e ameaçada de morte por ele, que disse ser integrante de uma facção criminosa, registrou Boletim de Ocorrência no 3ºDP e responsabiliza a empresa. Ela afirma temer pela própria segurança. O caso ocorreu na última sexta-feira (28) e está sob investigação da polícia, informa o programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

“Fiquei sem chão. Estou ainda. Não sei o que fazer. Fui à delegacia, fiz um BO… Como é que eu vou sair de casa agora, se é o meio de transporte que uso porque tenho um problema no meu pé?”, desabafou a vítima.

A passageira foi ameaçada de morte pelo motorista após se recusar a responder como faria a forma de pagamento da corrida. Ele enviou diversos áudios ofendendo a mulher e se declarou da facção criminosa Comando Vermelho.

Orientada por um taxista, a mulher conta que também procurou o escritório da empresa, mesmo depois de já ter reportado o ocorrido pelo aplicativo.

“Ele ficou lá digitando, eu calada. Depois mostrei os áudios para ele. Ele pegou os áudios, tirou uma foto do BO e pronto. (E disse) Espero que a senhora desculpe a gente… (Respondi) Sei que você não tem culpa, porque você é funcionário, mas a empresa é responsável sim. Estão colocando pessoas que põem a gente em risco, e eu vou processar eles. Isso não vai ficar assim. E não é a primeira vez que passo por problemas com esse app”, disse a vítima.

De acordo com a vítima, no 3º Distrito Policial – onde foi registrado o B.O – a polícia verificou que a placa do carro [Renault Logan, de cor prata] pertence a uma motocicleta de Morada Nova, no interior do Ceará. A mulher diz ainda temer pela própria segurança.

“Quero que toda as pessoas saibam que isso está acontecendo. Isso não pode ficar assim. Poderia ter acontecido coisa pior. A minha sorte é que reagi a resposta dele. Se eu tivesse dito que ia pagar no dinheiro e tivesse esperado ele, ele poderia ter me assaltado. Acho que ele estava querendo saber o que eu tinha para oferecer a ele. Isso não vai ficar barato. O trauma está grande. Fico preocupada com a minha segurança. E se esse cara sabe meu endereço? E se ele está ali fora?”, revelou a mulher.

Em nota, a assessoria da 99 POP informou que recebeu a denúncia e que está investigando o ocorrido. “A empresa se solidariza com a vítima e lamenta profundamente esse e qualquer caso de violência. O aplicativo se encontra aberto a colaborar com as autoridades, caso necessário”.

Confira reportagem no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta segunda-feira (1).

Publicidade

Dê sua opinião

PREOCUPAÇÃO COM SEGURANÇA

Mulher ameaçada de morte por motorista de aplicativo vai acionar a empresa na Justiça

A passageira foi ameaçada de morte pelo motorista do 99 após ela se recusar a responder como faria o pagamento

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

1 de outubro de 2018 às 11:59

Há 9 meses
vitima, aplicativo

Mulher ameaçada por motorista de aplicativo diz que vai acionar empresa na Justiça. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A passageira que denunciou um motorista do aplicativo 99 após ser xingada e ameaçada de morte por ele, que disse ser integrante de uma facção criminosa, registrou Boletim de Ocorrência no 3ºDP e responsabiliza a empresa. Ela afirma temer pela própria segurança. O caso ocorreu na última sexta-feira (28) e está sob investigação da polícia, informa o programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

“Fiquei sem chão. Estou ainda. Não sei o que fazer. Fui à delegacia, fiz um BO… Como é que eu vou sair de casa agora, se é o meio de transporte que uso porque tenho um problema no meu pé?”, desabafou a vítima.

A passageira foi ameaçada de morte pelo motorista após se recusar a responder como faria a forma de pagamento da corrida. Ele enviou diversos áudios ofendendo a mulher e se declarou da facção criminosa Comando Vermelho.

Orientada por um taxista, a mulher conta que também procurou o escritório da empresa, mesmo depois de já ter reportado o ocorrido pelo aplicativo.

“Ele ficou lá digitando, eu calada. Depois mostrei os áudios para ele. Ele pegou os áudios, tirou uma foto do BO e pronto. (E disse) Espero que a senhora desculpe a gente… (Respondi) Sei que você não tem culpa, porque você é funcionário, mas a empresa é responsável sim. Estão colocando pessoas que põem a gente em risco, e eu vou processar eles. Isso não vai ficar assim. E não é a primeira vez que passo por problemas com esse app”, disse a vítima.

De acordo com a vítima, no 3º Distrito Policial – onde foi registrado o B.O – a polícia verificou que a placa do carro [Renault Logan, de cor prata] pertence a uma motocicleta de Morada Nova, no interior do Ceará. A mulher diz ainda temer pela própria segurança.

“Quero que toda as pessoas saibam que isso está acontecendo. Isso não pode ficar assim. Poderia ter acontecido coisa pior. A minha sorte é que reagi a resposta dele. Se eu tivesse dito que ia pagar no dinheiro e tivesse esperado ele, ele poderia ter me assaltado. Acho que ele estava querendo saber o que eu tinha para oferecer a ele. Isso não vai ficar barato. O trauma está grande. Fico preocupada com a minha segurança. E se esse cara sabe meu endereço? E se ele está ali fora?”, revelou a mulher.

Em nota, a assessoria da 99 POP informou que recebeu a denúncia e que está investigando o ocorrido. “A empresa se solidariza com a vítima e lamenta profundamente esse e qualquer caso de violência. O aplicativo se encontra aberto a colaborar com as autoridades, caso necessário”.

Confira reportagem no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta segunda-feira (1).