MP avalia designar promotores para acompanhar investigação de mortes de reféns no Ceará

6 REFÉNS MORTOS

MP vai designar promotores para acompanhar investigação de mortes de reféns no Ceará

Ao todo, 14 pessoas morreram após a ação criminosa. Seis delas eram reféns – sendo cinco da mesma família

Por Tribuna Bandnews FM em Segurança Pública

8 de dezembro de 2018 às 12:31

Há 5 meses
Marcas de bala em paredes e postes retratam a ocorrência na cidade de Milagres (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Marcas de bala em paredes e postes retratam a ocorrência na cidade de Milagres (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O Ministério Público do Ceará vai designar um grupo especial de promotores de Justiça para acompanhar a investigação das mortes de reféns na tentativa de assalto a banco, em Milagres, na Região do Cariri.

Em entrevista à Tribuna BandNews FM, o promotor Muriel Vasconcelos Damasceno disse que a medida foi pensada logo após a descoberta do caso.

“O procurador-geral de Justiça, dr. Plácido Rios, quando ficou sabendo do caso, me ligou. Eu antecipei para ele a possibilidade de ser solicitada a designação desse grupo de promotores. Ele, desde já, se colocou à disposição para tomar a providência necessária relacionada a esse assunto”.

Em nota, o Ministério Público informou que o procurador-geral de Justiça, Plácido Rios, “designará um grupo de promotores para monitorar os desdobramentos deste caso a fim de esclarecer todas as informações e garantir a apuração completa de todos os fatos relacionados às trágicas mortes das pessoas inocentes”.

Ao todo, 14 pessoas morreram após a ação criminosa. Seis delas eram reféns – sendo cinco da mesma família.

O caso

Um grupo fortemente armado chegou à cidade durante a madrugada e tentou atacar duas agências bancárias. De acordo com informações preliminares levantadas pela inteligência e que serão aprofundadas durante o inquérito da Polícia Civil, os assaltantes renderam pessoas que passavam pela BR-116 e levaram os reféns até os bancos. 

O grupo utilizou um caminhão para bloquear o acesso dos carros na rodovia. As viaturas do BPChoque entraram na cidade e, ao se posicionar próximo ao banco, se depararam com a ação criminosa em andamento. Houve troca de tiros entre suspeitos e os profissionais de segurança.

Durante o tiroteio, cinco criminosos foram baleados e vieram a óbito no local; outros dois foram atingidos por disparos, socorridos e morreram em unidades hospitalares. O oitavo suspeito morreu em outro confronto com a Polícia no município de Barro. Além dos criminosos, outros seis reféns foram feridos e morreram durante a ação criminosa.

Palavras do governador

O governador Camilo Santana (PT) enalteceu a ação da Polícia Militar que resultou em 14 mortos no município de Milagres. “O fato é que eles estavam preparados para assaltarem dois bancos e não conseguiram assaltar nenhum”, declarou o petista, em entrevista coletiva na tarde desta sexta, em Fortaleza.

Na entrevista, o governador levantou a hipótese de que as vítimas não fossem reféns, e disse que é necessário aguardar as investigações antes que seja feito algum julgamento do trabalho policial. “É estranho um refém de madrugada em um banco”, questionou Camilo.

Acompanhe o caso:

Secretaria divulga lista de mortos em tentativa de assalto a banco; 2 eram adolescentes

Sindicato dos Bancários avalia tentativa de assalto com mortes: “indignação e preocupação”

Sobe para 14 o número de mortos em tentativa de assalto a banco em Milagres

Clima é de medo e comoção em Milagres, após tiroteio em tentativa de assalto a banco

Família pernambucana morta em tiroteio voltava do aeroporto com parentes

Camilo enaltece ação da Polícia em Milagres e questiona se vítimas eram mesmo reféns

Ceará já registra 47 bancos, caixas eletrônicos e carros-forte atacados em 2018

“Apuração será imparcial”, promete secretário de Segurança após mortes de 6 reféns em operação policial

Na fuga em Milagres, bandido invadiu casa, deitou na cama de criança e se escondeu com lençol

Tentativa de assalto a banco em Milagres deixa 12 mortos, dentre eles pessoas de uma mesma família

Publicidade

Dê sua opinião

6 REFÉNS MORTOS

MP vai designar promotores para acompanhar investigação de mortes de reféns no Ceará

Ao todo, 14 pessoas morreram após a ação criminosa. Seis delas eram reféns – sendo cinco da mesma família

Por Tribuna Bandnews FM em Segurança Pública

8 de dezembro de 2018 às 12:31

Há 5 meses
Marcas de bala em paredes e postes retratam a ocorrência na cidade de Milagres (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Marcas de bala em paredes e postes retratam a ocorrência na cidade de Milagres (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O Ministério Público do Ceará vai designar um grupo especial de promotores de Justiça para acompanhar a investigação das mortes de reféns na tentativa de assalto a banco, em Milagres, na Região do Cariri.

Em entrevista à Tribuna BandNews FM, o promotor Muriel Vasconcelos Damasceno disse que a medida foi pensada logo após a descoberta do caso.

“O procurador-geral de Justiça, dr. Plácido Rios, quando ficou sabendo do caso, me ligou. Eu antecipei para ele a possibilidade de ser solicitada a designação desse grupo de promotores. Ele, desde já, se colocou à disposição para tomar a providência necessária relacionada a esse assunto”.

Em nota, o Ministério Público informou que o procurador-geral de Justiça, Plácido Rios, “designará um grupo de promotores para monitorar os desdobramentos deste caso a fim de esclarecer todas as informações e garantir a apuração completa de todos os fatos relacionados às trágicas mortes das pessoas inocentes”.

Ao todo, 14 pessoas morreram após a ação criminosa. Seis delas eram reféns – sendo cinco da mesma família.

O caso

Um grupo fortemente armado chegou à cidade durante a madrugada e tentou atacar duas agências bancárias. De acordo com informações preliminares levantadas pela inteligência e que serão aprofundadas durante o inquérito da Polícia Civil, os assaltantes renderam pessoas que passavam pela BR-116 e levaram os reféns até os bancos. 

O grupo utilizou um caminhão para bloquear o acesso dos carros na rodovia. As viaturas do BPChoque entraram na cidade e, ao se posicionar próximo ao banco, se depararam com a ação criminosa em andamento. Houve troca de tiros entre suspeitos e os profissionais de segurança.

Durante o tiroteio, cinco criminosos foram baleados e vieram a óbito no local; outros dois foram atingidos por disparos, socorridos e morreram em unidades hospitalares. O oitavo suspeito morreu em outro confronto com a Polícia no município de Barro. Além dos criminosos, outros seis reféns foram feridos e morreram durante a ação criminosa.

Palavras do governador

O governador Camilo Santana (PT) enalteceu a ação da Polícia Militar que resultou em 14 mortos no município de Milagres. “O fato é que eles estavam preparados para assaltarem dois bancos e não conseguiram assaltar nenhum”, declarou o petista, em entrevista coletiva na tarde desta sexta, em Fortaleza.

Na entrevista, o governador levantou a hipótese de que as vítimas não fossem reféns, e disse que é necessário aguardar as investigações antes que seja feito algum julgamento do trabalho policial. “É estranho um refém de madrugada em um banco”, questionou Camilo.

Acompanhe o caso:

Secretaria divulga lista de mortos em tentativa de assalto a banco; 2 eram adolescentes

Sindicato dos Bancários avalia tentativa de assalto com mortes: “indignação e preocupação”

Sobe para 14 o número de mortos em tentativa de assalto a banco em Milagres

Clima é de medo e comoção em Milagres, após tiroteio em tentativa de assalto a banco

Família pernambucana morta em tiroteio voltava do aeroporto com parentes

Camilo enaltece ação da Polícia em Milagres e questiona se vítimas eram mesmo reféns

Ceará já registra 47 bancos, caixas eletrônicos e carros-forte atacados em 2018

“Apuração será imparcial”, promete secretário de Segurança após mortes de 6 reféns em operação policial

Na fuga em Milagres, bandido invadiu casa, deitou na cama de criança e se escondeu com lençol

Tentativa de assalto a banco em Milagres deixa 12 mortos, dentre eles pessoas de uma mesma família