Menina de 13 anos grávida após abusos sexuais de pai e irmão desconhece paternidade de bebê

ENTREVISTA

Menina de 13 anos grávida após abusos sexuais de pai e irmão desconhece paternidade de bebê

A constatação do fato aconteceu após o exame de gravidez apontar que a adolescente está com quase quatro meses de gestação

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

13 de outubro de 2017 às 16:00

Há 2 anos
Garota era abusada sexualmente desde os 8 anos (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Garota era abusada sexualmente desde os 8 anos (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A menina de 13 anos abusada sexualmente pelo irmão e pelo pai supostamente não está grávida do irmão, diferente do que ela havia afirmado anteriormente.

A constatação do fato aconteceu após o exame de gravidez apontar que a adolescente está com quase 4 meses de gestação, o que impede o jovem, de 19 anos, de ser o pai. Ele só teria se “relacionado” com a garota há 2 meses.

O pai da garota tornou-se, então, o principal suspeito da paternidade do filho que a adolescente espera. Porém, a mesma desconhece. “É, pode ser do meu pai ou não, porque faz tempo que ele faz as coisas comigo. Me relacionei com outra pessoa, mas já faz tempo, não tem como ser dele. Ah, não sei”, disse em entrevista a repórter Emanuella Braga, do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

Após a realização do exame, a menina voltou a pedir que irmão seja solto, pois garante que ele não a estuprou e não é o pai da criança. “Ele não pode ficar preso por algo que não fez. O filho não tem como ser dele, só fiquei com ele há 2 meses. Ele também ajuda aqui na casa financeiramente”, garante a adolescente.

O caso

A polícia prendeu, em três dias, padrasto e enteado, suspeitos de abusar sexualmente da adolescente, filha e irmã, respectivamente, deles. A jovem era abusada desde os oito anos de idade pelo pai, sob grave ameaça, relata o delegado Francisco Cavalcante, titular da Delegacia Metropolitana de Guaiúba, cidade da Grande Fortaleza onde moravam.

A jovem estaria grávida devido aos abusos sexuais praticados pelo irmão, que tem 19 anos, segundo o Conselho Tutelar de Guaiúba. Ele a abusava desde julho deste ano, apontam as investigações. A última vez, na madrugada desta terça-feira (3), de acordo com Francisco Cavalcante. A Polícia, então, passou a fazer buscas pelo suspeito, prendendo-o, ainda em flagrante, nesta manhã. Ele tentava fugir da cidade em uma topique.

Logo após descobrir a gravidez, e acreditar que seria do irmão o filho, ela revelou estar apaixonada por ele. “Eu fiquei com ele porque quis, ele não me obrigou. Eu me apaixonei por ele”, revela em entrevista ao repórter Abraão Ramos, do Barra Pesada.

Mesmo tendo sido abusada sexualmente pelo irmão maior de idade, a garota afirma que o sentimento falou mais alto. “Saber eu sabia, mas quando a pessoa se apaixona faz tanta coisa. Eu consenti com ele. Desde julho que nós ficamos juntos”, comenta.

Confira todos os detalhes na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

ENTREVISTA

Menina de 13 anos grávida após abusos sexuais de pai e irmão desconhece paternidade de bebê

A constatação do fato aconteceu após o exame de gravidez apontar que a adolescente está com quase quatro meses de gestação

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

13 de outubro de 2017 às 16:00

Há 2 anos
Garota era abusada sexualmente desde os 8 anos (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Garota era abusada sexualmente desde os 8 anos (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A menina de 13 anos abusada sexualmente pelo irmão e pelo pai supostamente não está grávida do irmão, diferente do que ela havia afirmado anteriormente.

A constatação do fato aconteceu após o exame de gravidez apontar que a adolescente está com quase 4 meses de gestação, o que impede o jovem, de 19 anos, de ser o pai. Ele só teria se “relacionado” com a garota há 2 meses.

O pai da garota tornou-se, então, o principal suspeito da paternidade do filho que a adolescente espera. Porém, a mesma desconhece. “É, pode ser do meu pai ou não, porque faz tempo que ele faz as coisas comigo. Me relacionei com outra pessoa, mas já faz tempo, não tem como ser dele. Ah, não sei”, disse em entrevista a repórter Emanuella Braga, do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

Após a realização do exame, a menina voltou a pedir que irmão seja solto, pois garante que ele não a estuprou e não é o pai da criança. “Ele não pode ficar preso por algo que não fez. O filho não tem como ser dele, só fiquei com ele há 2 meses. Ele também ajuda aqui na casa financeiramente”, garante a adolescente.

O caso

A polícia prendeu, em três dias, padrasto e enteado, suspeitos de abusar sexualmente da adolescente, filha e irmã, respectivamente, deles. A jovem era abusada desde os oito anos de idade pelo pai, sob grave ameaça, relata o delegado Francisco Cavalcante, titular da Delegacia Metropolitana de Guaiúba, cidade da Grande Fortaleza onde moravam.

A jovem estaria grávida devido aos abusos sexuais praticados pelo irmão, que tem 19 anos, segundo o Conselho Tutelar de Guaiúba. Ele a abusava desde julho deste ano, apontam as investigações. A última vez, na madrugada desta terça-feira (3), de acordo com Francisco Cavalcante. A Polícia, então, passou a fazer buscas pelo suspeito, prendendo-o, ainda em flagrante, nesta manhã. Ele tentava fugir da cidade em uma topique.

Logo após descobrir a gravidez, e acreditar que seria do irmão o filho, ela revelou estar apaixonada por ele. “Eu fiquei com ele porque quis, ele não me obrigou. Eu me apaixonei por ele”, revela em entrevista ao repórter Abraão Ramos, do Barra Pesada.

Mesmo tendo sido abusada sexualmente pelo irmão maior de idade, a garota afirma que o sentimento falou mais alto. “Saber eu sabia, mas quando a pessoa se apaixona faz tanta coisa. Eu consenti com ele. Desde julho que nós ficamos juntos”, comenta.

Confira todos os detalhes na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT: