Fortaleza vive nova noite de terror com ônibus incendiados e ataques a prédios públicos

10 COLETIVOS ATACADOS

Fortaleza vive nova noite de terror com ônibus incendiados e ataques a prédios públicos

Pelo menos oito ônibus foram incendiados e dois sofreram tentativa de incêndio em Fortaleza e um deles em Horizonte. Cinco prédios públicos também foram atacados

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

28 de julho de 2018 às 09:23

Há 10 meses
Oito ônibus foram incendiados e 2 alvos de ataque. (Foto: Reprodução)

Oito ônibus foram incendiados e 2 alvos de ataque. (Foto: Reprodução)

Atualizada às 10h30min

Em novo episódio de ataques a ônibus e a prédios públicos em Fortaleza e na Região Metropolitana, pelo menos oito ônibus foram incendiados e dois sofreram tentativa de incêndio, quatro prédios públicos foram alvejados com tiros e outros dois foram alvos de coquetel molotov. Não houve vítimas em nenhuma das ocorrências.

Os terminais de ônibus de Fortaleza foram fechados durante o fim de noite por causa dos ataques aos coletivos. Os casos ocorrem em período no qual a Capital sedia grandes eventos, como o Fortal e o festival Halleluya, que demandam operação diferenciada das forças de segurança.

Os incêndios ocorreram nos bairros Sapiranga (3), Bom Jardim (1), Itaperi (1), Bela Vista (1) e Jacarecanga (1). O oitavo incêndio foi na Região Metropolitana, em Horizonte. As tentativas foram na Sapiranga e no bairro Álvaro Weyne.

Os prédios públicos atacadas a tiros foram a agência dos Correios e a Caixa Econômica da avenida Francisco Sá; o Detran da Avenida Bezerra de Menezes e o 27° DP, no bairro João XXIII. Os coquetéis molotov foram arremessados contra o prédio da Secretaria da Segurança Cidadã da Prefeitura de Fortaleza e na Regional IV, no bairro Serrinha.

Ontem, a Polícia Federal realizou operação em Fortaleza, Caucaia e Belém/PA que prendeu onze policiais da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD). Essa foi a segunda fase da operação Vereda.

Ônibus em circulação

O Sindiônibus informa que a operação dos transportes públicos em Fortaleza está funcionando com toda a frota, com exceção das linhas entre os oito coletivos incendiados. As rotas são:

122: Antônio Bezerra/Álvaro Weyne

393: Miguel Arraes/ Siqueira

610: Cidade dos Funcionários/Conjunto Alvorada

640: Conjunto Alvorada/Messejana

820: Papicu/Conjunto Alvorada

Segundo o Sindiônibus, as linhas não estão operando temporariamente para “preservar a integridade de trabalhadores e usuários do transporte”. A instituição, juntamente com a Secretaria da Segurança Pública estão trabalhando para restabelecer a normalidade do serviço.

Ataques

  • Secretaria da Segurança Cidadã

O prédio que abriga a Secretaria da Segurança Cidadã, localizado na Avenida dos Expedicionários, no bairro Vila União, foi atacado durante a noite da sexta-feira. Os tiros ficaram espalhados pela fachada do local e, segundo agentes de segurança da Guarda Municipal, ninguém ficou ferido. A equipe de reportagem do programa Barra Pesada/TV Jangadeiro chegou ao local pouco depois os ataques e colheu informações de que os responsáveis teriam chegado ao local utilizando duas motocicletas.

  • Ônibus

Os ataques a ônibus do transporte coletivo durante a noite de sexta-feira foram registrados na Avenida Bernardo Manuel,no bairro Itaperi, na Rua dos Estados, no bairro Bela Vista, e na Avenida Urucutuba, Bom Jardim. Nos três locais, a informação dos responsáveis pelos veículos atacados é que todos os profissionais e passageiros do coletivo foram obrigados a descer antes de os bandidos atearem fogo. No Bom Jardim, os criminosos estavam em um grupo de 15 pessoas. As chamas foram debeladas pelo corpo de bombeiros.

  • Terminais fechados

Os terminais de ônibus de Fortaleza foram fechados durante o fim de noite por causa da onda de ataques a coletivos em bairros da cidade. Nos terminais da Parangaba e do Siqueira, muitas pessoas foram prejudicadas no retorno para casa diante da informação de que os ônibus não sairiam das plataformas.

  • Delegacia

O prédio do 27º Distrito Policial, no bairro João XXIII, foi atacado por criminosos. Cerca de 12 tiros foram disparados na fachada por um grupo de pessoas que utilizavam carros. Segundo o inspetor de polícia que estava de plantão no local, o prédio tem câmeras de segurança, mas que mostram apenas imagens externas ao vivo e não gravam os registros.

Ataques de bandidos
1/4

Ataques de bandidos

Oito ônibus foram incendiados e 2 alvos de ataque. (Foto: Reprodução)

Ataques de bandidos
2/4

Ataques de bandidos

Oito ônibus foram incendiados e 2 alvos de ataque. (Foto: Reprodução)

Ataques de bandidos
3/4

Ataques de bandidos

Prédios públicos também foram alvejados à bala.

Ataques de bandidos
4/4

Ataques de bandidos

Oito ônibus foram incendiados e 2 alvos de ataque. (Foto: Reprodução)

 

Publicidade

Dê sua opinião

10 COLETIVOS ATACADOS

Fortaleza vive nova noite de terror com ônibus incendiados e ataques a prédios públicos

Pelo menos oito ônibus foram incendiados e dois sofreram tentativa de incêndio em Fortaleza e um deles em Horizonte. Cinco prédios públicos também foram atacados

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

28 de julho de 2018 às 09:23

Há 10 meses
Oito ônibus foram incendiados e 2 alvos de ataque. (Foto: Reprodução)

Oito ônibus foram incendiados e 2 alvos de ataque. (Foto: Reprodução)

Atualizada às 10h30min

Em novo episódio de ataques a ônibus e a prédios públicos em Fortaleza e na Região Metropolitana, pelo menos oito ônibus foram incendiados e dois sofreram tentativa de incêndio, quatro prédios públicos foram alvejados com tiros e outros dois foram alvos de coquetel molotov. Não houve vítimas em nenhuma das ocorrências.

Os terminais de ônibus de Fortaleza foram fechados durante o fim de noite por causa dos ataques aos coletivos. Os casos ocorrem em período no qual a Capital sedia grandes eventos, como o Fortal e o festival Halleluya, que demandam operação diferenciada das forças de segurança.

Os incêndios ocorreram nos bairros Sapiranga (3), Bom Jardim (1), Itaperi (1), Bela Vista (1) e Jacarecanga (1). O oitavo incêndio foi na Região Metropolitana, em Horizonte. As tentativas foram na Sapiranga e no bairro Álvaro Weyne.

Os prédios públicos atacadas a tiros foram a agência dos Correios e a Caixa Econômica da avenida Francisco Sá; o Detran da Avenida Bezerra de Menezes e o 27° DP, no bairro João XXIII. Os coquetéis molotov foram arremessados contra o prédio da Secretaria da Segurança Cidadã da Prefeitura de Fortaleza e na Regional IV, no bairro Serrinha.

Ontem, a Polícia Federal realizou operação em Fortaleza, Caucaia e Belém/PA que prendeu onze policiais da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD). Essa foi a segunda fase da operação Vereda.

Ônibus em circulação

O Sindiônibus informa que a operação dos transportes públicos em Fortaleza está funcionando com toda a frota, com exceção das linhas entre os oito coletivos incendiados. As rotas são:

122: Antônio Bezerra/Álvaro Weyne

393: Miguel Arraes/ Siqueira

610: Cidade dos Funcionários/Conjunto Alvorada

640: Conjunto Alvorada/Messejana

820: Papicu/Conjunto Alvorada

Segundo o Sindiônibus, as linhas não estão operando temporariamente para “preservar a integridade de trabalhadores e usuários do transporte”. A instituição, juntamente com a Secretaria da Segurança Pública estão trabalhando para restabelecer a normalidade do serviço.

Ataques

  • Secretaria da Segurança Cidadã

O prédio que abriga a Secretaria da Segurança Cidadã, localizado na Avenida dos Expedicionários, no bairro Vila União, foi atacado durante a noite da sexta-feira. Os tiros ficaram espalhados pela fachada do local e, segundo agentes de segurança da Guarda Municipal, ninguém ficou ferido. A equipe de reportagem do programa Barra Pesada/TV Jangadeiro chegou ao local pouco depois os ataques e colheu informações de que os responsáveis teriam chegado ao local utilizando duas motocicletas.

  • Ônibus

Os ataques a ônibus do transporte coletivo durante a noite de sexta-feira foram registrados na Avenida Bernardo Manuel,no bairro Itaperi, na Rua dos Estados, no bairro Bela Vista, e na Avenida Urucutuba, Bom Jardim. Nos três locais, a informação dos responsáveis pelos veículos atacados é que todos os profissionais e passageiros do coletivo foram obrigados a descer antes de os bandidos atearem fogo. No Bom Jardim, os criminosos estavam em um grupo de 15 pessoas. As chamas foram debeladas pelo corpo de bombeiros.

  • Terminais fechados

Os terminais de ônibus de Fortaleza foram fechados durante o fim de noite por causa da onda de ataques a coletivos em bairros da cidade. Nos terminais da Parangaba e do Siqueira, muitas pessoas foram prejudicadas no retorno para casa diante da informação de que os ônibus não sairiam das plataformas.

  • Delegacia

O prédio do 27º Distrito Policial, no bairro João XXIII, foi atacado por criminosos. Cerca de 12 tiros foram disparados na fachada por um grupo de pessoas que utilizavam carros. Segundo o inspetor de polícia que estava de plantão no local, o prédio tem câmeras de segurança, mas que mostram apenas imagens externas ao vivo e não gravam os registros.

Ataques de bandidos
1/4

Ataques de bandidos

Oito ônibus foram incendiados e 2 alvos de ataque. (Foto: Reprodução)

Ataques de bandidos
2/4

Ataques de bandidos

Oito ônibus foram incendiados e 2 alvos de ataque. (Foto: Reprodução)

Ataques de bandidos
3/4

Ataques de bandidos

Prédios públicos também foram alvejados à bala.

Ataques de bandidos
4/4

Ataques de bandidos

Oito ônibus foram incendiados e 2 alvos de ataque. (Foto: Reprodução)