Filho ateia fogo em casa e morre carbonizado ao lado do pai em Fortaleza


Filho ateia fogo em casa e morre carbonizado ao lado do pai em Fortaleza

Antônio Marcos Irineu, de 31 anos, era usuário de drogas e ameaçou incendiar a casa. Ele tocou fogo no colchão do pai e morreu carbonizado

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

28 de maio de 2015 às 08:20

Há 4 anos

Uma tragédia foi registrada na madrugada desta quinta-feira (28), em Fortaleza. Um homem ateou fogo em casa e morreu carbonizado, ao lado do pai, na Rua Zacarias Florindo, Bairro Bom Jardim, periferia da capital.

Segundo Regina Lima, mulher que ajudava os dois a cuidarem da residência, Antônio Marcos Irineu, de 31 anos, era usuário de drogas e ameaçou incendiar a casa. Ele cumpriu a promessa e tocou fogo no colchão em que o pai Emílio César Guimarães Menezes, de 60 anos, estava deitado. “Coloquei a janta deles, eles comeram e logo depois aconteceu isso. A tragédia foi grande. O filho dizia várias vezes que ia matar o pai, mas ninguém acreditava”, contou.

Equipes do Corpo de Bombeiros, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Polícia Militar foram ao local, mas os dois já estavam mortos . “Eles pediram socorro. Um conseguiu chegar ao lado de fora da casa, o outro continuou dentro, pegando fogo”, disse o soldado Braga, da PM.

INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA
1/3

INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA

Filho incendeia casa e morre ao lado do pai, na periferia de Fortaleza (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA
2/3

INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA

Filho incendeia casa e morre ao lado do pai, na periferia de Fortaleza (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA
3/3

INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA

Filho incendeia casa e morre ao lado do pai, na periferia de Fortaleza (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Com informações do repórter Nilson Bezerra

Publicidade

Dê sua opinião

Filho ateia fogo em casa e morre carbonizado ao lado do pai em Fortaleza

Antônio Marcos Irineu, de 31 anos, era usuário de drogas e ameaçou incendiar a casa. Ele tocou fogo no colchão do pai e morreu carbonizado

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

28 de maio de 2015 às 08:20

Há 4 anos

Uma tragédia foi registrada na madrugada desta quinta-feira (28), em Fortaleza. Um homem ateou fogo em casa e morreu carbonizado, ao lado do pai, na Rua Zacarias Florindo, Bairro Bom Jardim, periferia da capital.

Segundo Regina Lima, mulher que ajudava os dois a cuidarem da residência, Antônio Marcos Irineu, de 31 anos, era usuário de drogas e ameaçou incendiar a casa. Ele cumpriu a promessa e tocou fogo no colchão em que o pai Emílio César Guimarães Menezes, de 60 anos, estava deitado. “Coloquei a janta deles, eles comeram e logo depois aconteceu isso. A tragédia foi grande. O filho dizia várias vezes que ia matar o pai, mas ninguém acreditava”, contou.

Equipes do Corpo de Bombeiros, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Polícia Militar foram ao local, mas os dois já estavam mortos . “Eles pediram socorro. Um conseguiu chegar ao lado de fora da casa, o outro continuou dentro, pegando fogo”, disse o soldado Braga, da PM.

INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA
1/3

INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA

Filho incendeia casa e morre ao lado do pai, na periferia de Fortaleza (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA
2/3

INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA

Filho incendeia casa e morre ao lado do pai, na periferia de Fortaleza (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA
3/3

INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA

Filho incendeia casa e morre ao lado do pai, na periferia de Fortaleza (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Com informações do repórter Nilson Bezerra