Dono de estacionamento de Fortaleza é sequestrado e já está desaparecido há 5 dias

INVESTIGAÇÃO

Dono de estacionamento de Fortaleza é sequestrado e já está desaparecido há 5 dias

Família procura ajuda nas redes sociais. José Pereira de Sousa tem 51 anos e está desaparecido desde a última quinta-feira

Por Matheus Ribeiro em Segurança Pública

1 de março de 2017 às 11:21

Há 2 anos

José ainda permanece desaparecido (FOTO: Arquivo Pessoal)

Um caso de um sequestro tem ganhado repercussão nas redes sociais desde a manhã da última segunda-feira (27), quando uma universitária, que preferiu não se identificar nesta matéria do Tribuna do Ceará, decidiu procurar pelo paradeiro do seu pai, identificado como José Pereira de Sousa, de 51 anos, criando uma campanha na internet.

Em entrevista, a filha contou que seu pai está desaparecido desde as 11h da última quinta-feira (23). Segundo ela, o pai é proprietário de um estacionamento privado na Rua Barão do Rio Branco, em Fortaleza.

“Ele foi trabalhar e, ao abrir o estacionamento, três caras em uma Hilux de cor prata entraram, bateram no manobrista, na mulher que vendia lanches e no meu pai. Algemaram ele e o colocaram no carro. Até hoje não temos notícias”, contou.

Para família, a Polícia Civil informou que o carro no qual José foi sequestrado era roubado e que um dos motivos para terem sequestrado seria o não pagamento de dívidas.

“Informaram que ele devia dinheiro pra alguém, que não sei quem é, que seria agiota. Daí teriam ido lá buscá-lo, e aí estão investigando por esse lado de quem ele poderia estar devendo. Mas não informaram pra gente a placa do carro”, contou. 

Após cinco dias desaparecido, o desespero pela procura do pai fez com que a jovem universitária pedisse ajuda dos amigos nas redes sociais. Na última segunda, ela publicou uma mensagem e uma fotografia do pai em busca que os colegas compartilhassem a mensagem. Até a manhã desta quarta-feira (1º), a publicação já possuía mais de 400 compartilhamentos e mais de 200 curtidas.

O Tribuna do Ceará entrou em contato com o 34º Distrito Policial, responsável até o momento pela investigação do caso, e foi dito que nenhuma informação poderia ser repassada, a não ser que fosse autorizada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). A reportagem entrou em contato com a pasta e foi informada por meio de nota que o caso segue em investigação. “Os trabalhos de apuração são feitos pelo Distrito Policial onde foi instaurado um inquérito sobre o fato. A Polícia informa ainda que outros detalhes não podem ser repassados para não comprometer o andamento das investigações”.

Postagem realizada pela família (FOTO: Reprodução)

Publicidade

Dê sua opinião

INVESTIGAÇÃO

Dono de estacionamento de Fortaleza é sequestrado e já está desaparecido há 5 dias

Família procura ajuda nas redes sociais. José Pereira de Sousa tem 51 anos e está desaparecido desde a última quinta-feira

Por Matheus Ribeiro em Segurança Pública

1 de março de 2017 às 11:21

Há 2 anos

José ainda permanece desaparecido (FOTO: Arquivo Pessoal)

Um caso de um sequestro tem ganhado repercussão nas redes sociais desde a manhã da última segunda-feira (27), quando uma universitária, que preferiu não se identificar nesta matéria do Tribuna do Ceará, decidiu procurar pelo paradeiro do seu pai, identificado como José Pereira de Sousa, de 51 anos, criando uma campanha na internet.

Em entrevista, a filha contou que seu pai está desaparecido desde as 11h da última quinta-feira (23). Segundo ela, o pai é proprietário de um estacionamento privado na Rua Barão do Rio Branco, em Fortaleza.

“Ele foi trabalhar e, ao abrir o estacionamento, três caras em uma Hilux de cor prata entraram, bateram no manobrista, na mulher que vendia lanches e no meu pai. Algemaram ele e o colocaram no carro. Até hoje não temos notícias”, contou.

Para família, a Polícia Civil informou que o carro no qual José foi sequestrado era roubado e que um dos motivos para terem sequestrado seria o não pagamento de dívidas.

“Informaram que ele devia dinheiro pra alguém, que não sei quem é, que seria agiota. Daí teriam ido lá buscá-lo, e aí estão investigando por esse lado de quem ele poderia estar devendo. Mas não informaram pra gente a placa do carro”, contou. 

Após cinco dias desaparecido, o desespero pela procura do pai fez com que a jovem universitária pedisse ajuda dos amigos nas redes sociais. Na última segunda, ela publicou uma mensagem e uma fotografia do pai em busca que os colegas compartilhassem a mensagem. Até a manhã desta quarta-feira (1º), a publicação já possuía mais de 400 compartilhamentos e mais de 200 curtidas.

O Tribuna do Ceará entrou em contato com o 34º Distrito Policial, responsável até o momento pela investigação do caso, e foi dito que nenhuma informação poderia ser repassada, a não ser que fosse autorizada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). A reportagem entrou em contato com a pasta e foi informada por meio de nota que o caso segue em investigação. “Os trabalhos de apuração são feitos pelo Distrito Policial onde foi instaurado um inquérito sobre o fato. A Polícia informa ainda que outros detalhes não podem ser repassados para não comprometer o andamento das investigações”.

Postagem realizada pela família (FOTO: Reprodução)