Detentos exibem "arsenal de facas" em fotos publicadas no Facebook


Detentos exibem “arsenal de facas” em fotos publicadas no Facebook

Apenas dois agentes fazem a segurança no local, que está superlotado: a capacidade é para 120 presos, mas há 300

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

18 de julho de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Detentos aparecem armados com facas e cossocos (FOTO: Divulgação)

Detentos aparecem armados com facas e cossocos (FOTO: Divulgação)

Detentos da Cadeia Pública de Sobral – distante 250 quilômetros de Fortaleza – divulgaram, no Facebook, fotografias em que aparecem armados com facas dentro de uma cela da unidade prisional. As imagens mostram sete presos com facas e cossocos (armas artesanais fabricadas dentro dos presídios).

De acordo com Natanael Andrade, diretor do Sindicato dos Agentes e Servidores no Sistema Penitenciário do Ceará (Sindasp), apenas dois agentes fazem a segurança no local, que está superlotado: a capacidade é para 120 presos, mas há 300. “O ideal seriam, no mínimo, oito agentes por plantão. Com só dois agentes, como eles vão combater e evitar que entre material ilícito na cadeia? Eles ficam na mão dos presos”, afirma.

O diretor denuncia ainda a falta de vistorias nas unidades prisionais. “Das 136 cadeias públicas do Ceará, não foram feitas nem 10% das vistorias. Aí depois que tem uma tentativa de homicídio, rebelião ou fuga, a Sejus [Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará] aparece”, reclama. Na Cadeia Pública de Sobral não há body scanner e o detector de metal está com defeito, o que dificulta a fiscalização durante as visitas.

Depois da repercussão das fotos, os sete detentos foram transferidos para a Penitenciária Industrial Regional de Sobral. A ação ocorreu na noite desta quinta-feira (16). Em nota, a Sejus informou que foi feita vistoria na cadeia e foram encontrados os cossocos e ferros expostos nas fotos. “Todos os internos que aparecem nas imagens foram identificados e transferidos”.

PRESOS ARMADOS COM FACA EM CELA DE CADEIA
1/2

PRESOS ARMADOS COM FACA EM CELA DE CADEIA

Em nota, a Sejus informou que foi feita vistoria na cadeia e foram encontrados os cossocos e ferros expostos nas fotos (FOTO: Divulgação)

PRESOS ARMADOS COM FACA EM CELA DE CADEIA
2/2

PRESOS ARMADOS COM FACA EM CELA DE CADEIA

Em nota, a Sejus informou que foi feita vistoria na cadeia e foram encontrados os cossocos e ferros expostos nas fotos (FOTO: Divulgação)

Videogames em Morada Nova

O problema da entrada de materiais ilícitos nos presídios foi registrado nesta semana também na Cadeia Pública de Morada Nova, a 170 quilômetros de Fortaleza. Na segunda-feira (13), além de 57 celulares, 50 chips e 24 baterias, também foram apreendidos quatro videogames da marca PlayStation, usados para diversão dos presos.

Publicidade

Dê sua opinião

Detentos exibem “arsenal de facas” em fotos publicadas no Facebook

Apenas dois agentes fazem a segurança no local, que está superlotado: a capacidade é para 120 presos, mas há 300

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

18 de julho de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Detentos aparecem armados com facas e cossocos (FOTO: Divulgação)

Detentos aparecem armados com facas e cossocos (FOTO: Divulgação)

Detentos da Cadeia Pública de Sobral – distante 250 quilômetros de Fortaleza – divulgaram, no Facebook, fotografias em que aparecem armados com facas dentro de uma cela da unidade prisional. As imagens mostram sete presos com facas e cossocos (armas artesanais fabricadas dentro dos presídios).

De acordo com Natanael Andrade, diretor do Sindicato dos Agentes e Servidores no Sistema Penitenciário do Ceará (Sindasp), apenas dois agentes fazem a segurança no local, que está superlotado: a capacidade é para 120 presos, mas há 300. “O ideal seriam, no mínimo, oito agentes por plantão. Com só dois agentes, como eles vão combater e evitar que entre material ilícito na cadeia? Eles ficam na mão dos presos”, afirma.

O diretor denuncia ainda a falta de vistorias nas unidades prisionais. “Das 136 cadeias públicas do Ceará, não foram feitas nem 10% das vistorias. Aí depois que tem uma tentativa de homicídio, rebelião ou fuga, a Sejus [Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará] aparece”, reclama. Na Cadeia Pública de Sobral não há body scanner e o detector de metal está com defeito, o que dificulta a fiscalização durante as visitas.

Depois da repercussão das fotos, os sete detentos foram transferidos para a Penitenciária Industrial Regional de Sobral. A ação ocorreu na noite desta quinta-feira (16). Em nota, a Sejus informou que foi feita vistoria na cadeia e foram encontrados os cossocos e ferros expostos nas fotos. “Todos os internos que aparecem nas imagens foram identificados e transferidos”.

PRESOS ARMADOS COM FACA EM CELA DE CADEIA
1/2

PRESOS ARMADOS COM FACA EM CELA DE CADEIA

Em nota, a Sejus informou que foi feita vistoria na cadeia e foram encontrados os cossocos e ferros expostos nas fotos (FOTO: Divulgação)

PRESOS ARMADOS COM FACA EM CELA DE CADEIA
2/2

PRESOS ARMADOS COM FACA EM CELA DE CADEIA

Em nota, a Sejus informou que foi feita vistoria na cadeia e foram encontrados os cossocos e ferros expostos nas fotos (FOTO: Divulgação)

Videogames em Morada Nova

O problema da entrada de materiais ilícitos nos presídios foi registrado nesta semana também na Cadeia Pública de Morada Nova, a 170 quilômetros de Fortaleza. Na segunda-feira (13), além de 57 celulares, 50 chips e 24 baterias, também foram apreendidos quatro videogames da marca PlayStation, usados para diversão dos presos.