Cuidadora de idosa é presa suspeita de furtar R$ 50 mil em objetos de luxo em Fortaleza

QUASE R$ 50 MIL

Cuidadora de idosa é presa suspeita de furtar R$ 50 mil em objetos de luxo em Fortaleza

A mulher trabalhava como cuidadora de uma idosa de 82 anos, acometida de Alzheimer, e roubou objetos que chegavam a quase R$ 50 mil

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

8 de março de 2019 às 15:54

Há 2 meses
Cuidadora furtava objetos de luxo da casa da idosa. (Foto: Divulgação/SSPDS)

Cuidadora furtava objetos de luxo da casa da idosa. (Foto: Divulgação/SSPDS)

Uma mulher que trabalhava como cuidadora de uma idosa de 82 anos, acometida de Alzheimer, foi presa suspeita de furtar objetos de luxo avaliados em quase R$ 50 mil na casa da vítima, no bairro Meireles, em Fortaleza. Tereza Neuma Oliveira Castelo, de 44 anos, trabalhava há nove meses na residência.

O caso está sendo investigado pelo 2° Distrito Policial. A prisão foi efetuada após a família perceber a falta de objetos e denunciar à Polícia. Ao chegarem à casa da idosa, os policiais localizaram a suspeita com anéis e um cordão dentro da roupa. Ela teria dito que estava com os objetos “porque queria fotografá-los”.

O delegado responsável pelo caso, Felipe Porto, disse que a mulher levou os policiais ao endereço de uma filha para despistá-los, mas os agentes perceberam que não se tratava da casa dela. A Polícia descobriu que o endereço correto era no bairro Henrique Jorge.

Na residência dela, onde mora com o marido e uma filha, estavam espalhados objetos, jóias de valor, bijuterias, notebook, enfeites, dentre outros artigos. Segundo Porto, Tereza teria dito ser uma “acumuladora”. A Polícia desconfia que haja objetos furtados de outras residências em que ela trabalhou.

Foram localizados computadores, bolsas, bonecas russas, telefone... (Foto: Divulgação/SSPDS)

Foram localizados computadores, bolsas, bonecas russas, telefone… (Foto: Divulgação/SSPDS)

Um revólver, calibre 38, estava na casa dela. Ela disse ter trazido da residência da idosa, mas o fato não se confirmou porque a família disse não possuir arma. A cuidadora pode ser autuada por posse ilegal de arma e por furto qualificado.

Com informações do repórter Denes Bezerra, do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro.

Publicidade

Dê sua opinião

QUASE R$ 50 MIL

Cuidadora de idosa é presa suspeita de furtar R$ 50 mil em objetos de luxo em Fortaleza

A mulher trabalhava como cuidadora de uma idosa de 82 anos, acometida de Alzheimer, e roubou objetos que chegavam a quase R$ 50 mil

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

8 de março de 2019 às 15:54

Há 2 meses
Cuidadora furtava objetos de luxo da casa da idosa. (Foto: Divulgação/SSPDS)

Cuidadora furtava objetos de luxo da casa da idosa. (Foto: Divulgação/SSPDS)

Uma mulher que trabalhava como cuidadora de uma idosa de 82 anos, acometida de Alzheimer, foi presa suspeita de furtar objetos de luxo avaliados em quase R$ 50 mil na casa da vítima, no bairro Meireles, em Fortaleza. Tereza Neuma Oliveira Castelo, de 44 anos, trabalhava há nove meses na residência.

O caso está sendo investigado pelo 2° Distrito Policial. A prisão foi efetuada após a família perceber a falta de objetos e denunciar à Polícia. Ao chegarem à casa da idosa, os policiais localizaram a suspeita com anéis e um cordão dentro da roupa. Ela teria dito que estava com os objetos “porque queria fotografá-los”.

O delegado responsável pelo caso, Felipe Porto, disse que a mulher levou os policiais ao endereço de uma filha para despistá-los, mas os agentes perceberam que não se tratava da casa dela. A Polícia descobriu que o endereço correto era no bairro Henrique Jorge.

Na residência dela, onde mora com o marido e uma filha, estavam espalhados objetos, jóias de valor, bijuterias, notebook, enfeites, dentre outros artigos. Segundo Porto, Tereza teria dito ser uma “acumuladora”. A Polícia desconfia que haja objetos furtados de outras residências em que ela trabalhou.

Foram localizados computadores, bolsas, bonecas russas, telefone... (Foto: Divulgação/SSPDS)

Foram localizados computadores, bolsas, bonecas russas, telefone… (Foto: Divulgação/SSPDS)

Um revólver, calibre 38, estava na casa dela. Ela disse ter trazido da residência da idosa, mas o fato não se confirmou porque a família disse não possuir arma. A cuidadora pode ser autuada por posse ilegal de arma e por furto qualificado.

Com informações do repórter Denes Bezerra, do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro.