Cinco homens são presos por suspeita de estuprar sobrinha durante 10 anos no Crato

BARBARIDADE

Cinco homens são presos por suspeita de estuprar sobrinha durante 10 anos no Crato

A adolescente de 17 anos procurou a polícia para denunciar estupros cometidos desde que ela tinha 7 anos. O primeiro estupro foi cometido por um tio-avô de 80 anos

Por Daniel Rocha em Segurança Pública

1 de março de 2019 às 11:05

Há 2 meses
Estupro de adolescente de 17 anos

A adolescente é vítima de estupro desde os 7 anos de idade (Foto: Agência Brasil)

Atualizado às 12h44

Cinco homens foram presos temporariamente por suspeita de estuprar a própria sobrinha, de 17 anos, no município de Crato, na região do Cariri. De acordo com a Delegacia da Defesa da Mulher da cidade, a vítima foi quem denunciou seus seis tios.

Segundo a adolescente, desde a morte do pai, quando ela tinha 7 anos, é estuprada pelos familiares. Um dos homens encontra-se foragido.

Segundo a titular da Delegacia da Defesa da Mulher, Kamila Brito, a jovem denunciou o caso no fim do ano passado. A adolescente relatou que o primeiro a abusá-la foi um tio-avô de 80 anos.

As relações sexuais aconteciam de forma individual na casa da adolescente ou na residência dos suspeitos. Em alguns casos, até em uma escola pública abandonada na zona rual do município de Crato.

A vítima, que teve a identidade preservada, acredita que o familiar comentou com os outros tios sobre os abusos. A mãe da adolescente tinha conhecimento dos casos de estupro desde 2016, mas não denunciou por receio de sofrer represália. Outras duas primas da vítima teriam sido também de estupros por alguns dos tios quando eram crianças.

A vítima já prestou depoimento à polícia. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), adolescente será encaminhada para o Centro de Referência da Mulher do Crato onde receberá atendimento especializado.

Publicidade

Dê sua opinião

BARBARIDADE

Cinco homens são presos por suspeita de estuprar sobrinha durante 10 anos no Crato

A adolescente de 17 anos procurou a polícia para denunciar estupros cometidos desde que ela tinha 7 anos. O primeiro estupro foi cometido por um tio-avô de 80 anos

Por Daniel Rocha em Segurança Pública

1 de março de 2019 às 11:05

Há 2 meses
Estupro de adolescente de 17 anos

A adolescente é vítima de estupro desde os 7 anos de idade (Foto: Agência Brasil)

Atualizado às 12h44

Cinco homens foram presos temporariamente por suspeita de estuprar a própria sobrinha, de 17 anos, no município de Crato, na região do Cariri. De acordo com a Delegacia da Defesa da Mulher da cidade, a vítima foi quem denunciou seus seis tios.

Segundo a adolescente, desde a morte do pai, quando ela tinha 7 anos, é estuprada pelos familiares. Um dos homens encontra-se foragido.

Segundo a titular da Delegacia da Defesa da Mulher, Kamila Brito, a jovem denunciou o caso no fim do ano passado. A adolescente relatou que o primeiro a abusá-la foi um tio-avô de 80 anos.

As relações sexuais aconteciam de forma individual na casa da adolescente ou na residência dos suspeitos. Em alguns casos, até em uma escola pública abandonada na zona rual do município de Crato.

A vítima, que teve a identidade preservada, acredita que o familiar comentou com os outros tios sobre os abusos. A mãe da adolescente tinha conhecimento dos casos de estupro desde 2016, mas não denunciou por receio de sofrer represália. Outras duas primas da vítima teriam sido também de estupros por alguns dos tios quando eram crianças.

A vítima já prestou depoimento à polícia. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), adolescente será encaminhada para o Centro de Referência da Mulher do Crato onde receberá atendimento especializado.