Bandidos ampliam ousadia, metralham delegacias e incendeiam veículos estacionados

5º DIA DE TERROR

Bandidos ampliam ousadia, metralham delegacias e incendeiam veículos estacionados

No 5º dia de ataques na Grande Fortaleza, bandidos atacaram duas delegacias e incendiaram veículos estacionados, deixando um rastro de destruição

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

31 de julho de 2018 às 10:55

Há 9 meses
Incêndio contra veículos no 20º DP

A Grande Fortaleza tem vivenciado dias de terror (Foto: Reprodução/WhatsApp)

A onda de ataques a ônibus e prédios públicos e privados na Grande Fortaleza continuou na madrugada de segunda-feira (30) para terça-feira (31). Desta vez, criminosos realizaram dezenas de disparos de armas de fogo contra o 35º Distrito Policial, no bairro Curió, na capital cearense. Já no município de Maracanaú, bandidos atacaram o 20º DP e incendiaram pelo menos uma dezena veículos estacionados em frente, deixando um rastro de destruição nas proximidades.

Foram mais dois episódios de ousadia de facções criminosas contra o Estado. A Região Metropolitana já vive cinco dias de terror, desde a tarde da última sexta-feira (27), somando 33 ataques em Fortaleza e mais quatro cidades.

As paredes da delegacia do Curió ficaram tomadas de marcas de balas. Foram mais de 50 tiros contra o prédio, de acordo com funcionários do distrito policial. Já no Acaracuzinho, em Maracanaú, ao todo, foram contabilizados cerca de 10 veículos destruídos após o incêndio criminoso.

Por vídeos que circulam em redes sociais, é possível perceber que o incêndio atingiu grandes proporções. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para debelar o fogo. O Tribuna do Ceará aguarda nota da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) com mais informações sobre os dois crimes.

Ataques na Grande Fortaleza

Desde a tarde da última sexta-feira (27), a Grande Fortaleza tem vivenciado dias de tensão com a série de ataques a ônibus, prédios públicos e privados e a veículos do Estado. Ao todo, foram 33 atentados registrados, sendo a 18 ônibus e 15 ataques contra prédios públicos e privados e veículos do Estado.

Na tarde desta segunda-feira (30), um micro-ônibus da linha Planalto Pici foi incendiado na rua Pernambuco, no bairro Pici.

Com isso, houve casos de perda total de ônibus nos bairros Sapiranga (3), Itaperi (1), Bela Vista (1), Bom Jardim (1), Passaré (1), Carlito Pamplona (1), Pirambu (1), Bonsucesso (1) e Pici (1). Prejuízo parcial foi registrado em ônibus nos bairros da Lagoa Redonda (1), Álvaro Weyne (1), Pirambu (1) e Capuan (1), totalizando 15 veículos avariados.

Não entrou em contabilização do Sindiônibus incêndio realizado contra ônibus em Horizonte, na Região Metropolitana, por ter sido com empresa que não faz parte do sindicato. Além disso, dois ataques não resultaram em danos aos veículos, no Centro de Fortaleza e na cidade de Itaitinga.

Aposta em barricadas

Como medida de proteção, a Secretaria Municipal de Segurança Cidadã (Secec) colocou na fachada do prédio sacas de areia como barricada, prevendo possíveis ataques no edifício. A decisão ocorreu após a vidraçaria da sede, no bairro Vila União, ter sido quebrada após disparos na última sexta-feira (27)

Segundo o secretário de Segurança do Ceará, André Costa, os ataques são respostas a morte de três ladrões a bancos, assassinados durante uma operação policial realizada na última quinta-feira (26), no município de Amontada, a 170 km de Fortaleza. Até o momento, quatro pessoas foram presas pelos atentados.

Confira os momentos dos ataques

http://mais.uol.com.br/view/16480415

http://mais.uol.com.br/view/16480418

Acompanhe a cobertura dos ataques:

31/07  – 4º suspeito de ataques em Fortaleza é preso com galão de combustível e munição

30/07 – Ataques a ônibus continuam nesta segunda, com mais um ônibus incendiado

30/07 – Fortaleza já registra 29 ônibus incendiados em 2018

30/7 – Cobrador deficiente relata desespero para sair de ônibus durante atentado

30/7 – Ataques deixaram 10 ônibus com perda total e 4 com danos parciais em Fortaleza

30/7 – Ceará vive 4º dia seguido de onda de terror, com ataques a ônibus e prédios públicos

30/7 – Secretário de Segurança anuncia reforço no policiamento em terminais e ônibus “corujões”

29/7 – Aumenta o total de ataques em Fortaleza e Região Metropolitana; três suspeitos estão presos

29/7 – Vídeo mostra desespero de passageiros para descer de ônibus durante ataque em Fortaleza

28/7 – Fortaleza vive 2º dia de ataques a ônibus e prédios públicos e privados

28/7 – Fortaleza registra novo ataque a ônibus neste sábado; Já são 11 veículos atacados

28/7 – Três suspeitos de série de ataques em Fortaleza são identificados e outros dois estão sob investigação

28/7 – Fortaleza vive nova noite de terror com ônibus incendiados e ataques a prédios públicos

27/7 – 5 ônibus são incendiados em Fortaleza e Horizon

Publicidade

Dê sua opinião

5º DIA DE TERROR

Bandidos ampliam ousadia, metralham delegacias e incendeiam veículos estacionados

No 5º dia de ataques na Grande Fortaleza, bandidos atacaram duas delegacias e incendiaram veículos estacionados, deixando um rastro de destruição

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

31 de julho de 2018 às 10:55

Há 9 meses
Incêndio contra veículos no 20º DP

A Grande Fortaleza tem vivenciado dias de terror (Foto: Reprodução/WhatsApp)

A onda de ataques a ônibus e prédios públicos e privados na Grande Fortaleza continuou na madrugada de segunda-feira (30) para terça-feira (31). Desta vez, criminosos realizaram dezenas de disparos de armas de fogo contra o 35º Distrito Policial, no bairro Curió, na capital cearense. Já no município de Maracanaú, bandidos atacaram o 20º DP e incendiaram pelo menos uma dezena veículos estacionados em frente, deixando um rastro de destruição nas proximidades.

Foram mais dois episódios de ousadia de facções criminosas contra o Estado. A Região Metropolitana já vive cinco dias de terror, desde a tarde da última sexta-feira (27), somando 33 ataques em Fortaleza e mais quatro cidades.

As paredes da delegacia do Curió ficaram tomadas de marcas de balas. Foram mais de 50 tiros contra o prédio, de acordo com funcionários do distrito policial. Já no Acaracuzinho, em Maracanaú, ao todo, foram contabilizados cerca de 10 veículos destruídos após o incêndio criminoso.

Por vídeos que circulam em redes sociais, é possível perceber que o incêndio atingiu grandes proporções. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para debelar o fogo. O Tribuna do Ceará aguarda nota da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) com mais informações sobre os dois crimes.

Ataques na Grande Fortaleza

Desde a tarde da última sexta-feira (27), a Grande Fortaleza tem vivenciado dias de tensão com a série de ataques a ônibus, prédios públicos e privados e a veículos do Estado. Ao todo, foram 33 atentados registrados, sendo a 18 ônibus e 15 ataques contra prédios públicos e privados e veículos do Estado.

Na tarde desta segunda-feira (30), um micro-ônibus da linha Planalto Pici foi incendiado na rua Pernambuco, no bairro Pici.

Com isso, houve casos de perda total de ônibus nos bairros Sapiranga (3), Itaperi (1), Bela Vista (1), Bom Jardim (1), Passaré (1), Carlito Pamplona (1), Pirambu (1), Bonsucesso (1) e Pici (1). Prejuízo parcial foi registrado em ônibus nos bairros da Lagoa Redonda (1), Álvaro Weyne (1), Pirambu (1) e Capuan (1), totalizando 15 veículos avariados.

Não entrou em contabilização do Sindiônibus incêndio realizado contra ônibus em Horizonte, na Região Metropolitana, por ter sido com empresa que não faz parte do sindicato. Além disso, dois ataques não resultaram em danos aos veículos, no Centro de Fortaleza e na cidade de Itaitinga.

Aposta em barricadas

Como medida de proteção, a Secretaria Municipal de Segurança Cidadã (Secec) colocou na fachada do prédio sacas de areia como barricada, prevendo possíveis ataques no edifício. A decisão ocorreu após a vidraçaria da sede, no bairro Vila União, ter sido quebrada após disparos na última sexta-feira (27)

Segundo o secretário de Segurança do Ceará, André Costa, os ataques são respostas a morte de três ladrões a bancos, assassinados durante uma operação policial realizada na última quinta-feira (26), no município de Amontada, a 170 km de Fortaleza. Até o momento, quatro pessoas foram presas pelos atentados.

Confira os momentos dos ataques

http://mais.uol.com.br/view/16480415

http://mais.uol.com.br/view/16480418

Acompanhe a cobertura dos ataques:

31/07  – 4º suspeito de ataques em Fortaleza é preso com galão de combustível e munição

30/07 – Ataques a ônibus continuam nesta segunda, com mais um ônibus incendiado

30/07 – Fortaleza já registra 29 ônibus incendiados em 2018

30/7 – Cobrador deficiente relata desespero para sair de ônibus durante atentado

30/7 – Ataques deixaram 10 ônibus com perda total e 4 com danos parciais em Fortaleza

30/7 – Ceará vive 4º dia seguido de onda de terror, com ataques a ônibus e prédios públicos

30/7 – Secretário de Segurança anuncia reforço no policiamento em terminais e ônibus “corujões”

29/7 – Aumenta o total de ataques em Fortaleza e Região Metropolitana; três suspeitos estão presos

29/7 – Vídeo mostra desespero de passageiros para descer de ônibus durante ataque em Fortaleza

28/7 – Fortaleza vive 2º dia de ataques a ônibus e prédios públicos e privados

28/7 – Fortaleza registra novo ataque a ônibus neste sábado; Já são 11 veículos atacados

28/7 – Três suspeitos de série de ataques em Fortaleza são identificados e outros dois estão sob investigação

28/7 – Fortaleza vive nova noite de terror com ônibus incendiados e ataques a prédios públicos

27/7 – 5 ônibus são incendiados em Fortaleza e Horizon