Moradores da Jacarecanga reclamam de alta infestação do Aedes aegypti - Noticias

EPIDEMIA

Moradores da Jacarecanga reclamam de alta infestação do Aedes aegypti

Adriana recebe, preocupada, a visita da agente de endemias

Por Nordestv em Saúde

30 de maio de 2016 às 18:37

Há 3 anos
Aumento o número de caso de zica ou chikuguny (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Aumento o número de caso de zica ou chikuguny (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Moradores do bairro Jacarecanga, em Fortaleza, reclamam do alto nível de infestação do Aedes aegypti. No bairro, não é difícil encontrar pessoas que já tiveram dengue, zika ou chikugunya. Do começo do ano até o último dia 13, a Prefeitura de Fortaleza confirmou 46 casos de dengue e 27 de chikugunya no bairro.

O supervisor de endemias da Regional I explica que o combate ao mosquito no bairro é feito de segunda-feira a sexta-feira por seis agentes. Eles vão de casa em casa. Mas para ajudar o trabalho das equipes, a população precisa estar mais disposta a contribuir. Veja mais detalhes no vídeo.

 

 

http://mais.uol.com.br/view/15878954
Veja outros vídeos Nordestv Notícias.

Publicidade

Dê sua opinião

EPIDEMIA

Moradores da Jacarecanga reclamam de alta infestação do Aedes aegypti

Adriana recebe, preocupada, a visita da agente de endemias

Por Nordestv em Saúde

30 de maio de 2016 às 18:37

Há 3 anos
Aumento o número de caso de zica ou chikuguny (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Aumento o número de caso de zica ou chikuguny (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Moradores do bairro Jacarecanga, em Fortaleza, reclamam do alto nível de infestação do Aedes aegypti. No bairro, não é difícil encontrar pessoas que já tiveram dengue, zika ou chikugunya. Do começo do ano até o último dia 13, a Prefeitura de Fortaleza confirmou 46 casos de dengue e 27 de chikugunya no bairro.

O supervisor de endemias da Regional I explica que o combate ao mosquito no bairro é feito de segunda-feira a sexta-feira por seis agentes. Eles vão de casa em casa. Mas para ajudar o trabalho das equipes, a população precisa estar mais disposta a contribuir. Veja mais detalhes no vídeo.

 

 

http://mais.uol.com.br/view/15878954
Veja outros vídeos Nordestv Notícias.