Exército reforça operação especial de combate ao mosquito Aedes aegypti


Exército reforça operação especial de combate ao mosquito Aedes aegypti

Em Fortaleza, a ação envolve atividades em shoppings e praias. A meta é intensificar ao máximo o combate à proliferação do mosquito

Por Matheus Ribeiro em Saúde

2 de fevereiro de 2016 às 11:12

Há 3 anos
Exército deve ajudar no combate ao mosquito (FOTO: Exército Brasileiro)

Exército vai ajudar no combate ao mosquito (FOTO: Exército Brasileiro)

O inimigo não está de tanque de guerra ou muito menos armado com fuzis. Por muitas vezes passando por despercebido, o Exército Brasileiro tem um novo inimigo: o Aedes aegypti. Devido ao crescente aumento de casos de dengue, chikungunya, zika e microcefalia (derivada desta última) em todo o país, os militares vão, junto aos profissionais de saúde, atuar em diversos municípios do Brasil para combater a proliferação do mosquito transmissor. As ações acontecem a partir deste mês no Ceará.

Com a intensificação do combate ao Aedes aegypti, o planejamento de atividades está em processo final. De acordo com a assessoria de Comunicação Social da 10ª Região Militar de Fortaleza, a mobilização deverá se desenvolver em diferentes etapas.

Entre elas está a ação do dia 13 de fevereiro. Nesta data, os militares farão um trabalho de conscientização da população através da distribuição de panfletos, realização de palestras, efetuação de circuitos infantis e adultos de 8h às 16h, em diversos shoppings e praias de Fortaleza.

Segundo o coronel Luiz Benício, o trabalho deve ser bastante intensificado neste mês. “Já estamos realizando o combate junto com a vigilância ambiental desde dezembro. Já realizamos atividades de combate ao mosquito nos bairros José Walter, Dionísio Torres e Praia do Futuro I e II. Neste mês vamos aguardar a finalização do planejamento para saber quais os próximos bairros que devemos atuar”, ressalta o coronel. 

Além disso, entre os dias 15 e 19 deste mês, os militares deverão realizar um mutirão de erradicação de focos de proliferação do mosquito. Cada órgão público e Secretaria Regional terão brigadas responsáveis ao combate do mosquito. Conforme Luíz Benício, a ideia é a de realizar a intensificação máxima.

Em nota, a assessoria de Comunicação Social do Exército alerta que as atividades serão feitas com o total apoio das autoridades federais, estaduais e municipais. Em data ainda a ser definida está a realização de uma campanha de divulgação em escola e instituições de ensino.o Exército integrará uma grande mobilização escolar, nas redes públicas e privadas, de orientação para ampliar a disseminação de informações a respeito da gravidade do problema.

Publicidade

Dê sua opinião

Exército reforça operação especial de combate ao mosquito Aedes aegypti

Em Fortaleza, a ação envolve atividades em shoppings e praias. A meta é intensificar ao máximo o combate à proliferação do mosquito

Por Matheus Ribeiro em Saúde

2 de fevereiro de 2016 às 11:12

Há 3 anos
Exército deve ajudar no combate ao mosquito (FOTO: Exército Brasileiro)

Exército vai ajudar no combate ao mosquito (FOTO: Exército Brasileiro)

O inimigo não está de tanque de guerra ou muito menos armado com fuzis. Por muitas vezes passando por despercebido, o Exército Brasileiro tem um novo inimigo: o Aedes aegypti. Devido ao crescente aumento de casos de dengue, chikungunya, zika e microcefalia (derivada desta última) em todo o país, os militares vão, junto aos profissionais de saúde, atuar em diversos municípios do Brasil para combater a proliferação do mosquito transmissor. As ações acontecem a partir deste mês no Ceará.

Com a intensificação do combate ao Aedes aegypti, o planejamento de atividades está em processo final. De acordo com a assessoria de Comunicação Social da 10ª Região Militar de Fortaleza, a mobilização deverá se desenvolver em diferentes etapas.

Entre elas está a ação do dia 13 de fevereiro. Nesta data, os militares farão um trabalho de conscientização da população através da distribuição de panfletos, realização de palestras, efetuação de circuitos infantis e adultos de 8h às 16h, em diversos shoppings e praias de Fortaleza.

Segundo o coronel Luiz Benício, o trabalho deve ser bastante intensificado neste mês. “Já estamos realizando o combate junto com a vigilância ambiental desde dezembro. Já realizamos atividades de combate ao mosquito nos bairros José Walter, Dionísio Torres e Praia do Futuro I e II. Neste mês vamos aguardar a finalização do planejamento para saber quais os próximos bairros que devemos atuar”, ressalta o coronel. 

Além disso, entre os dias 15 e 19 deste mês, os militares deverão realizar um mutirão de erradicação de focos de proliferação do mosquito. Cada órgão público e Secretaria Regional terão brigadas responsáveis ao combate do mosquito. Conforme Luíz Benício, a ideia é a de realizar a intensificação máxima.

Em nota, a assessoria de Comunicação Social do Exército alerta que as atividades serão feitas com o total apoio das autoridades federais, estaduais e municipais. Em data ainda a ser definida está a realização de uma campanha de divulgação em escola e instituições de ensino.o Exército integrará uma grande mobilização escolar, nas redes públicas e privadas, de orientação para ampliar a disseminação de informações a respeito da gravidade do problema.