Último debate é marcado por formato diferente e participação direta dos cearenses


Último debate é marcado por formato diferente e participação direta dos cearenses

Cearenses de todo o estado tiveram a oportunidade de perguntar diretamente aos candidatos em debate promovido pelo Sistema Jangadeiro de Comunicação

Por Hayanne Narlla em Política

2 de outubro de 2014 às 13:04

Há 5 anos
Candidatos ao governo estiveram presente no último debate promovido pela TV Jangadeiro (FOTO: TV Jangadeiro)

Candidatos ao governo estiveram presente no último debate promovido pela TV Jangadeiro (FOTO: TV Jangadeiro)

O último debate entre candidatos ao Governo do Estado foi marcado pela participação da sociedade de forma direta. Realizado pelo Sistema Jangadeiro de Comunicação, nesta quinta-feira (2), e diversos cearenses espalhados pelo estado tiveram a oportunidade de gravar perguntas destinadas aos candidatos.

Com apresentação do jornalista Sérgio Costa (Band/RJ), o debate apresentou formato inovador, dividido em cinco blocos de temas livres. O programa também apostou na convergência de mídia, e foi transmitido de forma online pelo portal Tribuna do Ceará, além das rádios Tribuna Bandnews e Jangadeiro FM no interior do estado do Ceará. Nas redes sociais, internautas usaram a hashtag #DebateJangadeiro e elogiaram o formato do programa.

O primeiro bloco foi realizado com base nas perguntas de cearenses, que abordaram temas essenciais como segurança, emprego, seca, saúde e acessibilidade.

Cada candidato respondeu a duas perguntas. Eunício Oliveira (PMDB) foi o primeiro sorteado e foi confrontado com os temas de segurança pública e acessibilidade. Sobre as questões, o peemedebista criticou a atual gestão, ressaltando que apenas 6% dos crimes são desvendados. Ainda garantiu melhorias nos índices de violência e prometeu abraçara causa das pessoas com deficiência.

Eliane Novais (PSB) respondeu sobre as dúvidas de empregos e ensino superior. Ela aposta em uma gestão que capacita e gera empregos para os microempreendedores. Já quanto à educação, a candidata teceu duras críticas ao governo de Cid Gomes, enfatizando que foi marcado por várias greves no ensino superior, sendo duas somente neste ano.

Descreditado, um mototaxista comentou que todos os políticos falavam de educação, segurança e saúde, mas nada mudava. O questionamento foi destinado a Camilo Santana (PT), que ressaltou as melhorias na saúde, após a criação de hospitais, policlínicas e Upas. Além disso, ele também respondeu a uma pergunta sobre seca e o homem do campo, explicando seus projetos quando foi secretário de Desenvolvimento Agrário.

Questionado sobre qual proposta dos outros concorrentes poderia ser aproveita, Ailton Lopes (Psol) respondeu que há dois modelos de desenvolvimento: o que ajudou a eleger Cid Gomes e o que respeita trabalhadores e o meio ambiente. Ainda foi perguntando sobre a saúde pública, quando ressaltou o plano de prevenção de doenças e atenção primária.

Demais blocos

A partir daí, os candidatos realizaram perguntas diretamente entre eles. Nos segundo e quarto blocos, candidatos eram sorteados e escolhiam para quem questionar. Eles tinham direito a réplica e tréplica. No terceiro bloco, o candidato sorteado escolhia para quem direcionar sua pergunta, porém os demais podiam comentar o desenrolar do diálogo

Dentre perguntas e respostas, os candidatos enfatizaram suas propostas principalmente sobre drogas, evasão escolar, política para mulheres, saúde e moradia. Os momentos mais tensos aconteciam quando os candidatos perguntavam de forma mais incisiva sobre temas polêmicos, como o escândalo dos banheiros. Eliane chegou a afirmar que Camilo havia insinuado que sua candidatura estava a serviço de outro partido. “O que o senhor quis falar com isso?”.

Além disso, outras críticas foram tecidas como alianças políticas no passado e doadores de campanhas. Por fim, os candidatos aproveitaram o quinto bloco para deixar o último apelo por votos antes do primeiro turno das eleições, que acontece no domingo (5).

Internautas elogiaram a novidade das perguntas realizadas pela sociedade (FOTO: Reprodução)

Internautas elogiaram a novidade das perguntas realizadas pela sociedade (FOTO: Reprodução)

Publicidade

Dê sua opinião

Último debate é marcado por formato diferente e participação direta dos cearenses

Cearenses de todo o estado tiveram a oportunidade de perguntar diretamente aos candidatos em debate promovido pelo Sistema Jangadeiro de Comunicação

Por Hayanne Narlla em Política

2 de outubro de 2014 às 13:04

Há 5 anos
Candidatos ao governo estiveram presente no último debate promovido pela TV Jangadeiro (FOTO: TV Jangadeiro)

Candidatos ao governo estiveram presente no último debate promovido pela TV Jangadeiro (FOTO: TV Jangadeiro)

O último debate entre candidatos ao Governo do Estado foi marcado pela participação da sociedade de forma direta. Realizado pelo Sistema Jangadeiro de Comunicação, nesta quinta-feira (2), e diversos cearenses espalhados pelo estado tiveram a oportunidade de gravar perguntas destinadas aos candidatos.

Com apresentação do jornalista Sérgio Costa (Band/RJ), o debate apresentou formato inovador, dividido em cinco blocos de temas livres. O programa também apostou na convergência de mídia, e foi transmitido de forma online pelo portal Tribuna do Ceará, além das rádios Tribuna Bandnews e Jangadeiro FM no interior do estado do Ceará. Nas redes sociais, internautas usaram a hashtag #DebateJangadeiro e elogiaram o formato do programa.

O primeiro bloco foi realizado com base nas perguntas de cearenses, que abordaram temas essenciais como segurança, emprego, seca, saúde e acessibilidade.

Cada candidato respondeu a duas perguntas. Eunício Oliveira (PMDB) foi o primeiro sorteado e foi confrontado com os temas de segurança pública e acessibilidade. Sobre as questões, o peemedebista criticou a atual gestão, ressaltando que apenas 6% dos crimes são desvendados. Ainda garantiu melhorias nos índices de violência e prometeu abraçara causa das pessoas com deficiência.

Eliane Novais (PSB) respondeu sobre as dúvidas de empregos e ensino superior. Ela aposta em uma gestão que capacita e gera empregos para os microempreendedores. Já quanto à educação, a candidata teceu duras críticas ao governo de Cid Gomes, enfatizando que foi marcado por várias greves no ensino superior, sendo duas somente neste ano.

Descreditado, um mototaxista comentou que todos os políticos falavam de educação, segurança e saúde, mas nada mudava. O questionamento foi destinado a Camilo Santana (PT), que ressaltou as melhorias na saúde, após a criação de hospitais, policlínicas e Upas. Além disso, ele também respondeu a uma pergunta sobre seca e o homem do campo, explicando seus projetos quando foi secretário de Desenvolvimento Agrário.

Questionado sobre qual proposta dos outros concorrentes poderia ser aproveita, Ailton Lopes (Psol) respondeu que há dois modelos de desenvolvimento: o que ajudou a eleger Cid Gomes e o que respeita trabalhadores e o meio ambiente. Ainda foi perguntando sobre a saúde pública, quando ressaltou o plano de prevenção de doenças e atenção primária.

Demais blocos

A partir daí, os candidatos realizaram perguntas diretamente entre eles. Nos segundo e quarto blocos, candidatos eram sorteados e escolhiam para quem questionar. Eles tinham direito a réplica e tréplica. No terceiro bloco, o candidato sorteado escolhia para quem direcionar sua pergunta, porém os demais podiam comentar o desenrolar do diálogo

Dentre perguntas e respostas, os candidatos enfatizaram suas propostas principalmente sobre drogas, evasão escolar, política para mulheres, saúde e moradia. Os momentos mais tensos aconteciam quando os candidatos perguntavam de forma mais incisiva sobre temas polêmicos, como o escândalo dos banheiros. Eliane chegou a afirmar que Camilo havia insinuado que sua candidatura estava a serviço de outro partido. “O que o senhor quis falar com isso?”.

Além disso, outras críticas foram tecidas como alianças políticas no passado e doadores de campanhas. Por fim, os candidatos aproveitaram o quinto bloco para deixar o último apelo por votos antes do primeiro turno das eleições, que acontece no domingo (5).

Internautas elogiaram a novidade das perguntas realizadas pela sociedade (FOTO: Reprodução)

Internautas elogiaram a novidade das perguntas realizadas pela sociedade (FOTO: Reprodução)