Termina hoje prazo para partidos políticos prestarem conta com a Justiça Eleitoral - Noticias


Termina hoje prazo para partidos políticos prestarem conta com a Justiça Eleitoral

Termina, nesta segunda-feira (30), o prazo para os partidos políticos apresentarem a prestação de contas de 2011 à Justiça Eleitoral

Por Felipe Lima e Thamiris Treigher em Política

30 de abril de 2012 às 11:56

Há 7 anos

Termina nesta segunda-feira (30) o prazo para os partidos políticos apresentarem a prestação de contas de 2011 à Justiça Eleitoral. Aqueles que não a fizerem poderão ter o repasse do fundo partidário suspenso por até um ano, além de serem obrigados a devolver os recursos ao tesouro público.

A prestação de contas, prevista na Resolução 21.841/2004, deve ser assinada pelo presidente do partido, pelo tesoureiro e por um profissional legalmente habilitado. Também devem ser entregues o livro diário, acompanhado de balanço e demais demonstrações contábeis; o livro razão, acompanhado de plano de contas; e extratos bancários do período integral do exercício.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os principais erros que ocorrem na prestação de contas são a falta de documentação ou documentos entregues indevidamente. Ainda de acordo com o TSE, no ano passado, os partidos tiveram de devolver R$ 3,4 milhões devido a irregularidades nas contas.

Publicidade

Dê sua opinião

Termina hoje prazo para partidos políticos prestarem conta com a Justiça Eleitoral

Termina, nesta segunda-feira (30), o prazo para os partidos políticos apresentarem a prestação de contas de 2011 à Justiça Eleitoral

Por Felipe Lima e Thamiris Treigher em Política

30 de abril de 2012 às 11:56

Há 7 anos

Termina nesta segunda-feira (30) o prazo para os partidos políticos apresentarem a prestação de contas de 2011 à Justiça Eleitoral. Aqueles que não a fizerem poderão ter o repasse do fundo partidário suspenso por até um ano, além de serem obrigados a devolver os recursos ao tesouro público.

A prestação de contas, prevista na Resolução 21.841/2004, deve ser assinada pelo presidente do partido, pelo tesoureiro e por um profissional legalmente habilitado. Também devem ser entregues o livro diário, acompanhado de balanço e demais demonstrações contábeis; o livro razão, acompanhado de plano de contas; e extratos bancários do período integral do exercício.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os principais erros que ocorrem na prestação de contas são a falta de documentação ou documentos entregues indevidamente. Ainda de acordo com o TSE, no ano passado, os partidos tiveram de devolver R$ 3,4 milhões devido a irregularidades nas contas.