Não caia no papo furado do candidato a vereador que promete praça ou emprego

GUIA ELEITORAL

Não caia no papo furado do candidato a vereador que promete praça ou emprego

A campanha eleitoral está nas ruas, com as mais variadas promessas. Você sabe identificar o que está certo?

Por Jéssica Welma em Política

8 de setembro de 2016 às 08:00

Há 3 anos

Tribuna Selo-02Você já escolheu seu candidato a vereador? Nas eleições municipais de 2016, ainda que as campanhas para os cargos do Poder Executivo sejam as mais atrativas para o eleitor, é importante estar atento também à qualidade dos candidatos ao Poder Legislativo. São eles os responsáveis, principalmente, por fiscalizar a atuação de prefeitos, legislar sobre mudanças para o bem-estar social e ser o porta-voz das necessidades da população.

Na hora de convencer o eleitor a dar seu voto, no entanto, vale tudo para alguns candidatos e pouco se observa se a promessa feita à população está de fato ligada a sua área de atuação. Um candidato que diga: “Prometo fiscalizar os gastos do prefeito atentamente” talvez cause menor impacto no eleitor do que alguém que diga: “Prometo revitalizar a praça do nosso bairro”. Mas qual das duas promessas pode, de fato, ser cumprida por um vereador?

“A função do vereador é determinada pela Lei Orgânica Municipal e definida em, basicamente, duas atividades: ele pode legislar e controlar o Executivo. Além disso, se ele for apoiador do Executivo, pode colaborar com a elaboração de políticas públicas. Quando o vereador diz: ‘vou criar uma linha de ônibus extra para o bairro’, se você entender no sentido bem geral, ele, obviamente, não tem poder para criar uma linha específica, mas ele pode tanto apoiar o esforço da prefeitura em ampliar a linha de ônibus como enviar requerimento, chamando atenção para necessidade de implementar uma linha para determinada região”, explica o cientista político e professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Valmir Lopes.

Em 2016, Fortaleza tem 1.114 candidatos a vereador, segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE). Dos atuais 43 parlamentares da Câmara Municipal, 32 são candidatos à reeleição. O Tribuna do Ceará preparou um guia básico sobre o que um vereador não pode prometer para conquistar um voto do eleitor:

Publicidade

Dê sua opinião

GUIA ELEITORAL

Não caia no papo furado do candidato a vereador que promete praça ou emprego

A campanha eleitoral está nas ruas, com as mais variadas promessas. Você sabe identificar o que está certo?

Por Jéssica Welma em Política

8 de setembro de 2016 às 08:00

Há 3 anos

Tribuna Selo-02Você já escolheu seu candidato a vereador? Nas eleições municipais de 2016, ainda que as campanhas para os cargos do Poder Executivo sejam as mais atrativas para o eleitor, é importante estar atento também à qualidade dos candidatos ao Poder Legislativo. São eles os responsáveis, principalmente, por fiscalizar a atuação de prefeitos, legislar sobre mudanças para o bem-estar social e ser o porta-voz das necessidades da população.

Na hora de convencer o eleitor a dar seu voto, no entanto, vale tudo para alguns candidatos e pouco se observa se a promessa feita à população está de fato ligada a sua área de atuação. Um candidato que diga: “Prometo fiscalizar os gastos do prefeito atentamente” talvez cause menor impacto no eleitor do que alguém que diga: “Prometo revitalizar a praça do nosso bairro”. Mas qual das duas promessas pode, de fato, ser cumprida por um vereador?

“A função do vereador é determinada pela Lei Orgânica Municipal e definida em, basicamente, duas atividades: ele pode legislar e controlar o Executivo. Além disso, se ele for apoiador do Executivo, pode colaborar com a elaboração de políticas públicas. Quando o vereador diz: ‘vou criar uma linha de ônibus extra para o bairro’, se você entender no sentido bem geral, ele, obviamente, não tem poder para criar uma linha específica, mas ele pode tanto apoiar o esforço da prefeitura em ampliar a linha de ônibus como enviar requerimento, chamando atenção para necessidade de implementar uma linha para determinada região”, explica o cientista político e professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Valmir Lopes.

Em 2016, Fortaleza tem 1.114 candidatos a vereador, segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE). Dos atuais 43 parlamentares da Câmara Municipal, 32 são candidatos à reeleição. O Tribuna do Ceará preparou um guia básico sobre o que um vereador não pode prometer para conquistar um voto do eleitor: