Deputados discutem reconhecimento da população indígena no Ceará


Deputados discutem reconhecimento da população indígena no Ceará

A Comissão de Cultura e Esporte da Assembleia Legislativa do Ceará realiza, nesta segunda-feira (14), uma audiência pública para discutir o Relatório Provincial de 1863, que atestava a extinção da população indígena no Estado. O grupo pede o arquivamento do documento, além do reconhecimento da existência dos quase 30 mil índios cearenses.

Por Rosana Romão, Felipe Lima e Hayanne Narlla em Política

14 de maio de 2012 às 11:21

Há 7 anos

Foto: geocities.ws

A Comissão de Cultura e Esporte da Assembleia Legislativa do Ceará realiza, nesta segunda-feira (14), uma audiência pública para discutir o Relatório Provincial de 1863, que atestava a extinção da população indígena no Estado. O grupo pede o arquivamento do documento, além do reconhecimento da existência dos quase 30 mil índios cearenses.

A audiência foi solicitada pela deputada Rachel Marques (PT) e vai acontecer às 14h30, no Complexo de Comissões Técnicos. A população que se diz indígena, atualmente, está localizada em 19 municípios cearenses, e reivindica a manifestação oficial do reconhecimento.

De acordo com a AL, a solicitação da audiência saiu como um encaminhamento da XVII Assembleia Estadual dos Povos Indígenas do Ceará, na qual a comunidade indígena pediu a intervenção da Assembleia no intuito de reparar a situação.

Publicidade

Dê sua opinião

Deputados discutem reconhecimento da população indígena no Ceará

A Comissão de Cultura e Esporte da Assembleia Legislativa do Ceará realiza, nesta segunda-feira (14), uma audiência pública para discutir o Relatório Provincial de 1863, que atestava a extinção da população indígena no Estado. O grupo pede o arquivamento do documento, além do reconhecimento da existência dos quase 30 mil índios cearenses.

Por Rosana Romão, Felipe Lima e Hayanne Narlla em Política

14 de maio de 2012 às 11:21

Há 7 anos

Foto: geocities.ws

A Comissão de Cultura e Esporte da Assembleia Legislativa do Ceará realiza, nesta segunda-feira (14), uma audiência pública para discutir o Relatório Provincial de 1863, que atestava a extinção da população indígena no Estado. O grupo pede o arquivamento do documento, além do reconhecimento da existência dos quase 30 mil índios cearenses.

A audiência foi solicitada pela deputada Rachel Marques (PT) e vai acontecer às 14h30, no Complexo de Comissões Técnicos. A população que se diz indígena, atualmente, está localizada em 19 municípios cearenses, e reivindica a manifestação oficial do reconhecimento.

De acordo com a AL, a solicitação da audiência saiu como um encaminhamento da XVII Assembleia Estadual dos Povos Indígenas do Ceará, na qual a comunidade indígena pediu a intervenção da Assembleia no intuito de reparar a situação.