Deputados debatem situação do Hospital Geral de Fortaleza - Noticias


Deputados debatem situação do Hospital Geral de Fortaleza

Em pronunciamento nesta quinta-feira (17), o deputado Heitor Férrer (PDT) criticou o repasse de verbas para o Hospital Geral de Fortaleza (HGF). De acordo com ele, devido à falta de dinheiro o hospital muitas vezes não paga os fornecedores, ficando sem equipamentos básicos para a realização de consultas e cirurgias

Por Tribuna do Ceará em Política

17 de novembro de 2011 às 20:51

Há 8 anos

Em pronunciamento nesta quinta-feira (17), o deputado Heitor Férrer (PDT) criticou o repasse de verbas para o Hospital Geral de Fortaleza (HGF). De acordo com ele, devido à falta de dinheiro o hospital muitas vezes não paga os fornecedores, ficando sem equipamentos básicos para a realização de consultas e cirurgias.

Heitor disse que conversou com alguns representantes do HGF e foi informado que há muitos leitos vazios apesar dos corretores lotados. “Sem equipamentos, os médicos preferem não arriscar uma cirurgia nessas condições, daí tantos leitos vazios”, explicou.

O parlamentar informou que, de acordo com o relatório de execução orçamentária, somente para assistência hospitalar e ambulatorial, o Governo do Estado previu um orçamento de R$ 975 milhões, “mas até agosto só foi gasto pouco mais de R$ 300 milhões nesse sentido”, disse.

Roberto Mesquita

O deputado Roberto Mesquita (PV) sugeriu que a reforma e criação de hospitais pelo Estado afora “é uma questão eleitoreira”. “Temos muitos hospitais sendo construídos, mas os que estão prontos só passam pela questão estrutural, nunca funcionando integralmente”, disse, sugerindo desde já a realização de concursos para preencher o quadro de profissionais desses novos hospitais.

Resposta do Governo

O líder do Governo na Casa, deputado Antonio Carlos (PT), disse que não se trata apenas de “fazer concurso e aprovar médicos”. “Tem toda uma legislatura por trás disso. Não podemos simplesmente aprovar médicos em um concurso para trabalhar em um hospital que ainda não está pronto”, disse.

Leia mais:
Deputados confirmam irregularidades durante visita surpresa ao HGF
Comissão de Defesa da Saúde visita HGF após denúncia da TV Jangadeiro
Falta de estrutura prejudica pacientes do HGF

Com informações da Assembleia Legislativa

Publicidade

Dê sua opinião

Deputados debatem situação do Hospital Geral de Fortaleza

Em pronunciamento nesta quinta-feira (17), o deputado Heitor Férrer (PDT) criticou o repasse de verbas para o Hospital Geral de Fortaleza (HGF). De acordo com ele, devido à falta de dinheiro o hospital muitas vezes não paga os fornecedores, ficando sem equipamentos básicos para a realização de consultas e cirurgias

Por Tribuna do Ceará em Política

17 de novembro de 2011 às 20:51

Há 8 anos

Em pronunciamento nesta quinta-feira (17), o deputado Heitor Férrer (PDT) criticou o repasse de verbas para o Hospital Geral de Fortaleza (HGF). De acordo com ele, devido à falta de dinheiro o hospital muitas vezes não paga os fornecedores, ficando sem equipamentos básicos para a realização de consultas e cirurgias.

Heitor disse que conversou com alguns representantes do HGF e foi informado que há muitos leitos vazios apesar dos corretores lotados. “Sem equipamentos, os médicos preferem não arriscar uma cirurgia nessas condições, daí tantos leitos vazios”, explicou.

O parlamentar informou que, de acordo com o relatório de execução orçamentária, somente para assistência hospitalar e ambulatorial, o Governo do Estado previu um orçamento de R$ 975 milhões, “mas até agosto só foi gasto pouco mais de R$ 300 milhões nesse sentido”, disse.

Roberto Mesquita

O deputado Roberto Mesquita (PV) sugeriu que a reforma e criação de hospitais pelo Estado afora “é uma questão eleitoreira”. “Temos muitos hospitais sendo construídos, mas os que estão prontos só passam pela questão estrutural, nunca funcionando integralmente”, disse, sugerindo desde já a realização de concursos para preencher o quadro de profissionais desses novos hospitais.

Resposta do Governo

O líder do Governo na Casa, deputado Antonio Carlos (PT), disse que não se trata apenas de “fazer concurso e aprovar médicos”. “Tem toda uma legislatura por trás disso. Não podemos simplesmente aprovar médicos em um concurso para trabalhar em um hospital que ainda não está pronto”, disse.

Leia mais:
Deputados confirmam irregularidades durante visita surpresa ao HGF
Comissão de Defesa da Saúde visita HGF após denúncia da TV Jangadeiro
Falta de estrutura prejudica pacientes do HGF

Com informações da Assembleia Legislativa