Comissão do Senado aprova indicação de Tombini para a presidência do Banco Central - Noticias


Comissão do Senado aprova indicação de Tombini para a presidência do Banco Central

A indicação agora seguirá para votação no plenário do Senado. Tombini contribuiu para a criação do sistema de metas de inflação, adotado em 1999

Por Tribuna do Ceará em Política

7 de dezembro de 2010 às 18:04

Há 8 anos

Alexandre Tombini, passa por sabatina no Senado (Foto: Antônio Cruz/Abr)

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou hoje (7) a indicação de Alexandre Tombini para a presidência do Banco Central (BC). Tombini, atualmente diretor de Normas e Organização do Sistema Financeiro do BC, é funcionário de carreira da instituição.

A indicação agora seguirá para votação no plenário do Senado. Tombini contribuiu para a criação do sistema de metas de inflação, adotado em 1999.

Na CAE, a indicação de Tombini recebeu 22 votos a favor e 1 contrário, em votação secreta. Após passar pela comissão, o nome dele será submetido à análise dos senadores no plenário, o que pode ocorrer ainda hoje.

Agência Brasil

Publicidade

Dê sua opinião

Comissão do Senado aprova indicação de Tombini para a presidência do Banco Central

A indicação agora seguirá para votação no plenário do Senado. Tombini contribuiu para a criação do sistema de metas de inflação, adotado em 1999

Por Tribuna do Ceará em Política

7 de dezembro de 2010 às 18:04

Há 8 anos

Alexandre Tombini, passa por sabatina no Senado (Foto: Antônio Cruz/Abr)

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou hoje (7) a indicação de Alexandre Tombini para a presidência do Banco Central (BC). Tombini, atualmente diretor de Normas e Organização do Sistema Financeiro do BC, é funcionário de carreira da instituição.

A indicação agora seguirá para votação no plenário do Senado. Tombini contribuiu para a criação do sistema de metas de inflação, adotado em 1999.

Na CAE, a indicação de Tombini recebeu 22 votos a favor e 1 contrário, em votação secreta. Após passar pela comissão, o nome dele será submetido à análise dos senadores no plenário, o que pode ocorrer ainda hoje.

Agência Brasil