Bem votado em Fortaleza, Eunício descarta candidatura para prefeito em 2016


Bem votado em Fortaleza, Eunício descarta candidatura para prefeito em 2016

Sobre as próximas eleições para governador do Ceará, Eunício apenas disse que o futuro a Deus pertence

Por Hayanne Narlla em Política

26 de outubro de 2014 às 21:15

Há 5 anos
Após ser derrotado, Eunício Oliveira concedeu entrevista em seu escritório na Aldeota (FOTO: Tribuna do Ceará)

Após ser derrotado, Eunício Oliveira concedeu entrevista em seu escritório na Aldeota (FOTO: Tribuna do Ceará)

Após ser derrotado nas urnas na noite deste domingo (26), Eunício Oliveira (PMDB) anunciou que prosseguirá no Senado durante os próximos quatro anos. Mesmo com votação expressiva em Fortaleza – tendo recebido 702 mil votos, contra 526 mil de Camilo Santana –, o peemedebista descartou se candidatar à Prefeitura de Fortaleza em 2016.

Sobre as próximas eleições para governador do Ceará, Eunício parafraseou a esposa, respondendo que o “futuro a Deus pertence”. Agora, ele voltará ao Congresso Nacional, apoiando o governo de Dilma Rousseff e sendo aliado de Tasso Jereissati, eleito senador.

“Ao governador eleito, desejo muita sorte e que ele cuide de todos os cearenses honrados e trabalhadores ansiosos num momento importante de suas vidas”, declarou. Sobre possíveis compra de votos e infrações durante a votação, Eunício disse que não queria falar no assunto, mas ressaltou que agradece a todos os eleitores que tenham decidido o voto de forma livre.

Sobre a derrota, o peemedebista enfatizou que ficou uma lição de alegria, principalmente por ter sido acolhido pelo povo cearense, com mais de 2 milhões votos.

Comitê

Eunício não compareceu ao comitê, mas concedeu entrevista em seu escritório na Aldeota. Com clima de derrota, poucas pessoas compareceram ao local durante a apuração dos votos. Entre os poucos eleitores que torciam para Eunício, Ilda Batista era uma das únicas confiantes ainda na vitória do peemedebista.

“Ele vai ganhar, fiz promessa e tudo. Ele merece ganhar para ajudar as pessoas, os jovens. Entreguei nas mãos de Deus e de Nossa Senhora”, desabafou. Entretanto, não teve oração que desse jeito. A esperança de Ilda foi tomada pelo sentimento de frustração.

Publicidade

Dê sua opinião

Bem votado em Fortaleza, Eunício descarta candidatura para prefeito em 2016

Sobre as próximas eleições para governador do Ceará, Eunício apenas disse que o futuro a Deus pertence

Por Hayanne Narlla em Política

26 de outubro de 2014 às 21:15

Há 5 anos
Após ser derrotado, Eunício Oliveira concedeu entrevista em seu escritório na Aldeota (FOTO: Tribuna do Ceará)

Após ser derrotado, Eunício Oliveira concedeu entrevista em seu escritório na Aldeota (FOTO: Tribuna do Ceará)

Após ser derrotado nas urnas na noite deste domingo (26), Eunício Oliveira (PMDB) anunciou que prosseguirá no Senado durante os próximos quatro anos. Mesmo com votação expressiva em Fortaleza – tendo recebido 702 mil votos, contra 526 mil de Camilo Santana –, o peemedebista descartou se candidatar à Prefeitura de Fortaleza em 2016.

Sobre as próximas eleições para governador do Ceará, Eunício parafraseou a esposa, respondendo que o “futuro a Deus pertence”. Agora, ele voltará ao Congresso Nacional, apoiando o governo de Dilma Rousseff e sendo aliado de Tasso Jereissati, eleito senador.

“Ao governador eleito, desejo muita sorte e que ele cuide de todos os cearenses honrados e trabalhadores ansiosos num momento importante de suas vidas”, declarou. Sobre possíveis compra de votos e infrações durante a votação, Eunício disse que não queria falar no assunto, mas ressaltou que agradece a todos os eleitores que tenham decidido o voto de forma livre.

Sobre a derrota, o peemedebista enfatizou que ficou uma lição de alegria, principalmente por ter sido acolhido pelo povo cearense, com mais de 2 milhões votos.

Comitê

Eunício não compareceu ao comitê, mas concedeu entrevista em seu escritório na Aldeota. Com clima de derrota, poucas pessoas compareceram ao local durante a apuração dos votos. Entre os poucos eleitores que torciam para Eunício, Ilda Batista era uma das únicas confiantes ainda na vitória do peemedebista.

“Ele vai ganhar, fiz promessa e tudo. Ele merece ganhar para ajudar as pessoas, os jovens. Entreguei nas mãos de Deus e de Nossa Senhora”, desabafou. Entretanto, não teve oração que desse jeito. A esperança de Ilda foi tomada pelo sentimento de frustração.