Sindasp prepara documento para mostrar irregularidades da direção IPPOO II - Noticias


Sindasp prepara documento para mostrar irregularidades da direção IPPOO II

Os agentes penitenciários colocaram os sigilos bancários e fiscais à disposição da Polícia

Por Tribuna do Ceará em Polícia

8 de fevereiro de 2011 às 12:58

Há 8 anos

Mariana Lobo solicitou o documento com as denúncias contra a direção do IPPOO II (Foto: Camila Rocha/TV Jangadeiro)

A direção do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Ceará (Sindasp) entregará à secretária da Justiça e Cidadania, Mariana Lobo, um documento mostrando os problemas existentes no Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira II, em Itaitinga, que não foram resolvidos pela direção da unidade carcerária, apesar de vários alertas feitos.

Leia mais:
Secretária convoca coletiva de imprensa mas não fala sobre resgate dos presos no IPPOO II

Socorro Marques, presidente do Sindasp, informou ao Jangadeiro Online que o material será encaminhado também ao Ministério Público Estadual (MPE), à Ordem do Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE) e às entidades defensoras dos Direitos Humanos.

A elaboração do documento foi um pedido de Mariana Lobo, após a conversa que teve com os agentes penitenciários que trabalham no IPPOO II. Segundo Socorro Marques, a Secretária garantiu que os trabalhadores não sofrerão retaliação por parte da direção do presídio.

A presidente do Sindasp informou ao Jangadeiro Online que todos agentes penitenciários lotados no IPPOO II colocaram à disposição das autoridades os sigilos telefônicos, fiscais e bancários.

A decisão da categoria foi tomada depois que a diretora do presídio, Ruth Vieira, afirmou que o resgate dos presos, no último sábado (5), ocorreu porque funcionários foram corrompidos. Para os representantes da categoria, Ruth Vieira tenta fugir da responsabilidade pelo ocorrido.

Para os diretores do Sindasp, a diretora do IPPOO II deveria ter comunicado a suspeita à Polícia Civil, que iniciaria as investigações e apontaria os culpados. Socorro Marques disse ao Jangadeiro Online ter esperança de que as denúncias sejam apuradas, principalmente as relativas às regalias que detentos perigosos tinham dentro daquela unidade prisional.

Redação Jangadeiro Online

Publicidade

Dê sua opinião

Sindasp prepara documento para mostrar irregularidades da direção IPPOO II

Os agentes penitenciários colocaram os sigilos bancários e fiscais à disposição da Polícia

Por Tribuna do Ceará em Polícia

8 de fevereiro de 2011 às 12:58

Há 8 anos

Mariana Lobo solicitou o documento com as denúncias contra a direção do IPPOO II (Foto: Camila Rocha/TV Jangadeiro)

A direção do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Ceará (Sindasp) entregará à secretária da Justiça e Cidadania, Mariana Lobo, um documento mostrando os problemas existentes no Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira II, em Itaitinga, que não foram resolvidos pela direção da unidade carcerária, apesar de vários alertas feitos.

Leia mais:
Secretária convoca coletiva de imprensa mas não fala sobre resgate dos presos no IPPOO II

Socorro Marques, presidente do Sindasp, informou ao Jangadeiro Online que o material será encaminhado também ao Ministério Público Estadual (MPE), à Ordem do Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE) e às entidades defensoras dos Direitos Humanos.

A elaboração do documento foi um pedido de Mariana Lobo, após a conversa que teve com os agentes penitenciários que trabalham no IPPOO II. Segundo Socorro Marques, a Secretária garantiu que os trabalhadores não sofrerão retaliação por parte da direção do presídio.

A presidente do Sindasp informou ao Jangadeiro Online que todos agentes penitenciários lotados no IPPOO II colocaram à disposição das autoridades os sigilos telefônicos, fiscais e bancários.

A decisão da categoria foi tomada depois que a diretora do presídio, Ruth Vieira, afirmou que o resgate dos presos, no último sábado (5), ocorreu porque funcionários foram corrompidos. Para os representantes da categoria, Ruth Vieira tenta fugir da responsabilidade pelo ocorrido.

Para os diretores do Sindasp, a diretora do IPPOO II deveria ter comunicado a suspeita à Polícia Civil, que iniciaria as investigações e apontaria os culpados. Socorro Marques disse ao Jangadeiro Online ter esperança de que as denúncias sejam apuradas, principalmente as relativas às regalias que detentos perigosos tinham dentro daquela unidade prisional.

Redação Jangadeiro Online