Polícia executa 15 mandados de prisão e 19 de busca e apreensão


Polícia executa 15 mandados de prisão e 19 de busca e apreensão

Objetivo da operação é prender envolvidos em crimes contra a administração pública

Por Pedro Alves em Polícia

31 de julho de 2013 às 08:40

Há 6 anos

A operação Miragem I, deflagrada em maio pela Polícia Civil em parceria com o Ministério Público Estadual (MPE), ganha desdobramento nesta quarta-feira (31). A Polícia e o MPE executam nesta manhã 15 mandados de prisão temporária com busca e apreensão e outros 19 mandados apenas de busca e apreensão, nas cidades de Quixadá, Fortaleza, Maracanaú, Morada Nova e Russas. O alvo são pessoas envolvidas em crimes de fraude em licitações e adulteração de documentos.

Operação Miragem I

A operação Miragem I resultou no afastamento de 23 gestores e servidores da Prefeitura de Quixadá, acusados de crimes contra a administração pública. Em maio, foram afastados o vice-prefeito da cidade, João da Sapataria e os secretários de Educação, de Saúde, de Administração e de Turismo, além de toda a comissão de licitação. O MPE realiza uma entrevista coletiva, às 16h desta quarta-feira, para divulgar os resultados e as informações detalhadas da operação.

Publicidade

Dê sua opinião

Polícia executa 15 mandados de prisão e 19 de busca e apreensão

Objetivo da operação é prender envolvidos em crimes contra a administração pública

Por Pedro Alves em Polícia

31 de julho de 2013 às 08:40

Há 6 anos

A operação Miragem I, deflagrada em maio pela Polícia Civil em parceria com o Ministério Público Estadual (MPE), ganha desdobramento nesta quarta-feira (31). A Polícia e o MPE executam nesta manhã 15 mandados de prisão temporária com busca e apreensão e outros 19 mandados apenas de busca e apreensão, nas cidades de Quixadá, Fortaleza, Maracanaú, Morada Nova e Russas. O alvo são pessoas envolvidas em crimes de fraude em licitações e adulteração de documentos.

Operação Miragem I

A operação Miragem I resultou no afastamento de 23 gestores e servidores da Prefeitura de Quixadá, acusados de crimes contra a administração pública. Em maio, foram afastados o vice-prefeito da cidade, João da Sapataria e os secretários de Educação, de Saúde, de Administração e de Turismo, além de toda a comissão de licitação. O MPE realiza uma entrevista coletiva, às 16h desta quarta-feira, para divulgar os resultados e as informações detalhadas da operação.