PF prende coordenador do MovPaz em Fortaleza


PF prende coordenador do MovPaz em Fortaleza

Ele é acusado de fazer parte de um grupo que fraudava dados do Programa Nacional do Desarmamento do Ministério da Justiça

Por Tribuna do Ceará em Polícia

28 de novembro de 2013 às 18:55

Há 5 anos
Clóvis é acusado de fazer parte de um grupo que fraudava dados do Programa Nacional do Desarmamento (FOTO: Divulgação)

Clóvis é acusado de fazer parte de um grupo que fraudava dados do Programa Nacional do Desarmamento (FOTO: Divulgação)

A Polícia Federal prendeu, nesta quinta-feira (28), o coordenador de uma Organização não governamental (ONG) MovPaz Brasil Clóvis Nunes, em Fortaleza. Ele é acusado de fazer parte de um grupo que fraudava dados do Programa Nacional do Desarmamento do Ministério da Justiça. Além do Ceará, o grupo agiria em Feira de Santana, na Bahia.

A ação, batizada de “Vulcano”, cumpre 23 mandados: 12 de busca e apreensão, seis de prisão temporária e cinco de condução coercitiva (para cumprimento de pena). Além de Clóvis, mais duas pessoas foram presas: seu irmão Carlos Nunes, também em Fortaleza, e o coronel da Polícia Militar Martinho, na Bahia.

>LEIA MAIS:
Operação da PF contra a pedofilia prende um suspeito em Fortaleza
PF desarticula organização criminosa especializada em crimes contra a Previdência Social
PF combate fraude no Programa Revalida no Ceará e mais 13 estados

O caso

Irmãos Nunes, que foram presos, são responsáveis pela ONG Casa da Paz,que fazia arrecadação de armas pelo programa de desarmamento (FOTO: Casa da Paz Fanpage/ Reprodução Facebook)

Irmãos Nunes, que foram presos, são responsáveis pela ONG Casa da Paz,que fazia arrecadação de armas pelo programa de desarmamento (FOTO: Casa da Paz Fanpage/ Reprodução Facebook)

Os irmãos Nunes são responsáveis pela ONG Casa da Paz, da MovPaz Brasil, que fazia arrecadação de armas pelo programa de desarmamento do governo federal. Segundo a PF, o grupo inseria informações falsas sobre devolução de armas no site da campanha. Após receber as informações falsas, o próprio sistema gerava guias de pagamento que variam entre R$150 a R$400 de acordo com o tipo e o calibre da arma.

Além disso, de acordo com a PF, os irmãos mantinham um esquema no qual fabricavam armas artesanais cadastradas como de fabricação industrial, que eram repassadas à ONG e recebiam em troca a taxa indenizatória. Além disso, eles falsificavam recibos. Com isso, os irmãos recebiam outros valores.

Publicidade

Dê sua opinião

PF prende coordenador do MovPaz em Fortaleza

Ele é acusado de fazer parte de um grupo que fraudava dados do Programa Nacional do Desarmamento do Ministério da Justiça

Por Tribuna do Ceará em Polícia

28 de novembro de 2013 às 18:55

Há 5 anos
Clóvis é acusado de fazer parte de um grupo que fraudava dados do Programa Nacional do Desarmamento (FOTO: Divulgação)

Clóvis é acusado de fazer parte de um grupo que fraudava dados do Programa Nacional do Desarmamento (FOTO: Divulgação)

A Polícia Federal prendeu, nesta quinta-feira (28), o coordenador de uma Organização não governamental (ONG) MovPaz Brasil Clóvis Nunes, em Fortaleza. Ele é acusado de fazer parte de um grupo que fraudava dados do Programa Nacional do Desarmamento do Ministério da Justiça. Além do Ceará, o grupo agiria em Feira de Santana, na Bahia.

A ação, batizada de “Vulcano”, cumpre 23 mandados: 12 de busca e apreensão, seis de prisão temporária e cinco de condução coercitiva (para cumprimento de pena). Além de Clóvis, mais duas pessoas foram presas: seu irmão Carlos Nunes, também em Fortaleza, e o coronel da Polícia Militar Martinho, na Bahia.

>LEIA MAIS:
Operação da PF contra a pedofilia prende um suspeito em Fortaleza
PF desarticula organização criminosa especializada em crimes contra a Previdência Social
PF combate fraude no Programa Revalida no Ceará e mais 13 estados

O caso

Irmãos Nunes, que foram presos, são responsáveis pela ONG Casa da Paz,que fazia arrecadação de armas pelo programa de desarmamento (FOTO: Casa da Paz Fanpage/ Reprodução Facebook)

Irmãos Nunes, que foram presos, são responsáveis pela ONG Casa da Paz,que fazia arrecadação de armas pelo programa de desarmamento (FOTO: Casa da Paz Fanpage/ Reprodução Facebook)

Os irmãos Nunes são responsáveis pela ONG Casa da Paz, da MovPaz Brasil, que fazia arrecadação de armas pelo programa de desarmamento do governo federal. Segundo a PF, o grupo inseria informações falsas sobre devolução de armas no site da campanha. Após receber as informações falsas, o próprio sistema gerava guias de pagamento que variam entre R$150 a R$400 de acordo com o tipo e o calibre da arma.

Além disso, de acordo com a PF, os irmãos mantinham um esquema no qual fabricavam armas artesanais cadastradas como de fabricação industrial, que eram repassadas à ONG e recebiam em troca a taxa indenizatória. Além disso, eles falsificavam recibos. Com isso, os irmãos recebiam outros valores.