Operação contra corrupção cumpre 28 mandados em São Gonçalo


Operação contra corrupção cumpre 62 mandados em São Gonçalo do Amarante

A operação, que teve seu início no município de São Gonçalo do Amarante, irá se estender para outras cidades cearenses

Por Tribuna do Ceará em Polícia

28 de maio de 2013 às 15:35

Há 6 anos

Operação do Ministério Público do Ceará e Polícia Civil cumpre um total de 62 mandados, sendo 28 mandados de prisão e 34 mandados de busca e apreensão de bens e documentos, nesta terça-feira (28), em São Gonçalo do Amarante. A operação, chamada “Vil metal”, visa o enfrentamento de crimes contra a administração pública, desvio de recursos públicos, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e contratos licitatórios fraudulentos.

A operação, que teve seu início no município de São Gonçalo do Amarante, irá se estender para outras cidades cearenses. As diligências estão sendo realizadas pelo promotor de Justiça da referida Comarca, José Ribeiro dos Santos Filho, com o apoio dos promotores de Justiça integrantes da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), dos promotores de Justiça do setor de Inteligência do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e da Polícia Civil.

Investigação

Segundo os representantes do Ministério Público, as investigações apontam para contratos irregulares celebrados entre um grupo de oito empresas e dezenas de municípios cearenses. O objetivo desta operação é sufocar o eixo financeiro da quadrilha, cujos negócios envolvem diversas prefeituras, setores do Estado do Ceará e até da União.

Publicidade

Dê sua opinião

Operação contra corrupção cumpre 62 mandados em São Gonçalo do Amarante

A operação, que teve seu início no município de São Gonçalo do Amarante, irá se estender para outras cidades cearenses

Por Tribuna do Ceará em Polícia

28 de maio de 2013 às 15:35

Há 6 anos

Operação do Ministério Público do Ceará e Polícia Civil cumpre um total de 62 mandados, sendo 28 mandados de prisão e 34 mandados de busca e apreensão de bens e documentos, nesta terça-feira (28), em São Gonçalo do Amarante. A operação, chamada “Vil metal”, visa o enfrentamento de crimes contra a administração pública, desvio de recursos públicos, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e contratos licitatórios fraudulentos.

A operação, que teve seu início no município de São Gonçalo do Amarante, irá se estender para outras cidades cearenses. As diligências estão sendo realizadas pelo promotor de Justiça da referida Comarca, José Ribeiro dos Santos Filho, com o apoio dos promotores de Justiça integrantes da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), dos promotores de Justiça do setor de Inteligência do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e da Polícia Civil.

Investigação

Segundo os representantes do Ministério Público, as investigações apontam para contratos irregulares celebrados entre um grupo de oito empresas e dezenas de municípios cearenses. O objetivo desta operação é sufocar o eixo financeiro da quadrilha, cujos negócios envolvem diversas prefeituras, setores do Estado do Ceará e até da União.