Homem é assassinado e 2 mulheres baleadas em festa política no Ceará


Homem é assassinado e 2 mulheres baleadas em festa política no Ceará

Um homem foi morto e duas mulheres, baleadas durante a festa da vitória de um vereador, neste domingo (14), em Senador Pompeu, Sertão Central do Ceará

Por Tribuna do Ceará em Polícia

14 de outubro de 2012 às 15:08

Há 7 anos

Um homem morreu e duas mulheres ficaram feridas após serem baleados durante a comemoração da vitória de um vereador. O crime ocorreu na manhã deste domingo (14), na localidade de Sítio Mandacaru, zona rural de Senador Pompeu, Sertão Central do Ceará. Segundo a Polícia Civil, as vítimas podem ter sido baleadas por engano.

O acusado teria chegado em uma motocicleta sem que ninguém percebesse e, conforme a polícia, começou a atirar contra as pessoas. O motorista Francisco Alves da Silva, de 50 anos, foi atingido na cabeça e morreu a caminho do hospital. A esposa dele foi baleada na coxa. Conforme a polícia, o casal morava em Manaus (AM). Uma jovem de 19 anos também foi lesionada na perna.

Acusado errou o alvo

Inspetores da Delegacia Regional de Senador Pompeu acreditam que o alvo do acusado seria outra pessoa. “A vítima não tinha desavença com ninguém”, afirmou o inspetor Alexandre. De acordo com ele, populares informaram que, antes de fugir, o suspeito teria dito que tinha matado a pessoa errada. O caso será investigado pela delegacia.

Publicidade

Dê sua opinião

Homem é assassinado e 2 mulheres baleadas em festa política no Ceará

Um homem foi morto e duas mulheres, baleadas durante a festa da vitória de um vereador, neste domingo (14), em Senador Pompeu, Sertão Central do Ceará

Por Tribuna do Ceará em Polícia

14 de outubro de 2012 às 15:08

Há 7 anos

Um homem morreu e duas mulheres ficaram feridas após serem baleados durante a comemoração da vitória de um vereador. O crime ocorreu na manhã deste domingo (14), na localidade de Sítio Mandacaru, zona rural de Senador Pompeu, Sertão Central do Ceará. Segundo a Polícia Civil, as vítimas podem ter sido baleadas por engano.

O acusado teria chegado em uma motocicleta sem que ninguém percebesse e, conforme a polícia, começou a atirar contra as pessoas. O motorista Francisco Alves da Silva, de 50 anos, foi atingido na cabeça e morreu a caminho do hospital. A esposa dele foi baleada na coxa. Conforme a polícia, o casal morava em Manaus (AM). Uma jovem de 19 anos também foi lesionada na perna.

Acusado errou o alvo

Inspetores da Delegacia Regional de Senador Pompeu acreditam que o alvo do acusado seria outra pessoa. “A vítima não tinha desavença com ninguém”, afirmou o inspetor Alexandre. De acordo com ele, populares informaram que, antes de fugir, o suspeito teria dito que tinha matado a pessoa errada. O caso será investigado pela delegacia.