Acusados pela morte de criança a pauladas prestam depoimento - Noticias


Acusados pela morte de criança a pauladas prestam depoimento

Dois adolescentes apreendidos prestam depoimento nesta segunda-feira (7), às 10h, na Vara da Criança e do Adolescente do Fórum de Maracanaú

Por Tribuna do Ceará em Polícia

7 de novembro de 2011 às 09:50

Há 8 anos

Dois adolescentes apreendidos acusados de matar um garoto de 11 anos, à pauladas e pedradas, prestam depoimento nesta segunda-feira (7), às 10h, na Vara da Criança e do Adolescente do Fórum de Maracanaú. Os jovens, de 14 e 17 anos teriam cometido o crime na última sexta-feira (4), no distrito de Pajuçara.

Wladson Andrade de Lima teria sido assassinado por conta de uma dívida de R$ 30, referente à compra de um aparelho de celular.

Apreensão

No momento da apreensão, no último sábado (5), o adolescente de 14 anos estava sentado em um sofá e assistindo televisão. Segundo a polícia ele aparentava estar tranquilo, como se nada tivesse acontecido.

O pai do adolescente de 17 anos disse à imprensa que o filho morava com a mãe em Limoeiro do Norte e veio embora para Fortaleza porque estava dando trabalho à mãe.

Menor deu detalhes do crime

Um dos jovens, que confessou o crime, disse à polícia que o garoto foi pego na saída da escola e levado para o terreno baldio. No local os agressores encheram com papel a boca do menino para que ele não gritasse, em seguida o espancaram com pedradas e pauladas até a morte.

Apesar da barbaridade cometida, o jovem disse que não se arrepende. A declaração assustou até o próprio pai do acusado.

Leia mais:
Garoto de 11 anos é morto a pauladas em Maracanaú
Adolescente conta como matou criança em Maracanaú

Redação Jangadeiro Online

Publicidade

Dê sua opinião

Acusados pela morte de criança a pauladas prestam depoimento

Dois adolescentes apreendidos prestam depoimento nesta segunda-feira (7), às 10h, na Vara da Criança e do Adolescente do Fórum de Maracanaú

Por Tribuna do Ceará em Polícia

7 de novembro de 2011 às 09:50

Há 8 anos

Dois adolescentes apreendidos acusados de matar um garoto de 11 anos, à pauladas e pedradas, prestam depoimento nesta segunda-feira (7), às 10h, na Vara da Criança e do Adolescente do Fórum de Maracanaú. Os jovens, de 14 e 17 anos teriam cometido o crime na última sexta-feira (4), no distrito de Pajuçara.

Wladson Andrade de Lima teria sido assassinado por conta de uma dívida de R$ 30, referente à compra de um aparelho de celular.

Apreensão

No momento da apreensão, no último sábado (5), o adolescente de 14 anos estava sentado em um sofá e assistindo televisão. Segundo a polícia ele aparentava estar tranquilo, como se nada tivesse acontecido.

O pai do adolescente de 17 anos disse à imprensa que o filho morava com a mãe em Limoeiro do Norte e veio embora para Fortaleza porque estava dando trabalho à mãe.

Menor deu detalhes do crime

Um dos jovens, que confessou o crime, disse à polícia que o garoto foi pego na saída da escola e levado para o terreno baldio. No local os agressores encheram com papel a boca do menino para que ele não gritasse, em seguida o espancaram com pedradas e pauladas até a morte.

Apesar da barbaridade cometida, o jovem disse que não se arrepende. A declaração assustou até o próprio pai do acusado.

Leia mais:
Garoto de 11 anos é morto a pauladas em Maracanaú
Adolescente conta como matou criança em Maracanaú

Redação Jangadeiro Online