Cearense é o único nordestino na disputa em reality show nacional de dubladores

NA DISPUTA PELO PRÊMIO FINAL

Cearense é o único nordestino na disputa em reality show nacional de dubladores

Glayco Sales, de 42 anos, superou uma concorrência de 800 inscritos na fase inicial, e agora disputa a vitória com outros 14 aspirantes a dubladores

Por Daniel Rocha em Perfil

29 de janeiro de 2019 às 07:00

Há 4 meses
Dublador cearense participando de reality show

Glayco Sales está sendo avaliado por alguns dos melhores dubladores do país (Foto: Arquivo Pessoal)

A dublagem sempre foi algo que despertou a atenção do cearense Glayco Sales, de 42 anos. Quando criança, a voz dos personagens de filmes e de desenhos animados era o que mais admirava. Na maioria das vezes, tentava imitá-los. Essa admiração o levou longe.

Hoje, Glayco é um dos 15 candidatos selecionados para participar do único reality show para dubladores do País, em São Paulo. O programa acontece nos estúdio da Dubrasil Central de Dublagem, onde são dubladas produções de sucesso, como Game Of Thrones e Cavaleiros do Zodíaco.

Ao contrário dos tradicionais reality shows, Glayco não precisou ficar confinado em uma casa com os outros candidatos. As provas são feitas nos estúdios. Os 14 participantes são divididos em grupos para serem testados em provas de dublagem. “São situações reais de dublagem sempre com a presença de um dublador já conhecido no mercado”, conta.

Os candidatos têm apenas cinco minutos para ensaiar com o grupo e gravar. O melhor desempenho vai garantir a permanência de mais uma semana no jogo. Segundo o cearense, os participantes são avaliados por dubladores conhecidos no mercado, como Felipe Grinnan, dublador da zebra Marty, de Madagascar, e do personagem Will Turner, de Piratas do Caribe. O grupo com o pior desempenho é desafiado a fazer provas individuais em que um será eliminado na disputa.

O programa teve início neste mês de janeiro e deve terminar em maio. Os episódios são transmitidos em um canal do Youtube todas as terças e quintas-feiras, quando ocorrem as fases do reality. “O finalista ganha um curso profissionalizante de teatro na escola Recriarte, em São Paulo e, posteriormente, um curso de especialização em dublagem para atores na Dubrasil Central de Dublagem”, comenta.

Mas, para chegar até o programa, o cearense precisou enfrentar uma grande concorrência. Cerca de 800 pessoas se candidataram para o reality. Desse total, apenas 50 pessoas foram selecionados para entrevistas presenciais, em São Paulo, em que 14 foram escolhidos para participar do programa.

Ao ser um dos selecionados e único nordestino no programa, Glayco vê se aproximando a ideia de trabalhar como dublador em realidade. “Foi um sonho para mim e é a minha primeira tentativa de vivenciar esse mundo. Eu encarei e fui. A dublagem foi sempre minha paixão”, frisa.

E essa paixão é antiga. Quando criança, Glayco se divertia imitando a voz de personagens de desenhos animados e de filmes. Era o que lhe chama a atenção. Com a participação no reality, já planeja novos projetos. Pretende trazer ao Ceará cursos/workshops para o Estado e levar oportunidades para quem também deseja investir nesse segmento.

“Existe um crescimento na profissão com o aumento de serviços de streaming e está evidente a necessidade de mais profissionais. A minha ideia é criar essa afinidade no Ceará. Muitos colegas já manifestaram interesse”, conclui. Enquanto isso não acontece, Glayco vai seguindo na disputa em busca do prêmio final.

Confira um dos episódios de reality show

Publicidade

Dê sua opinião

NA DISPUTA PELO PRÊMIO FINAL

Cearense é o único nordestino na disputa em reality show nacional de dubladores

Glayco Sales, de 42 anos, superou uma concorrência de 800 inscritos na fase inicial, e agora disputa a vitória com outros 14 aspirantes a dubladores

Por Daniel Rocha em Perfil

29 de janeiro de 2019 às 07:00

Há 4 meses
Dublador cearense participando de reality show

Glayco Sales está sendo avaliado por alguns dos melhores dubladores do país (Foto: Arquivo Pessoal)

A dublagem sempre foi algo que despertou a atenção do cearense Glayco Sales, de 42 anos. Quando criança, a voz dos personagens de filmes e de desenhos animados era o que mais admirava. Na maioria das vezes, tentava imitá-los. Essa admiração o levou longe.

Hoje, Glayco é um dos 15 candidatos selecionados para participar do único reality show para dubladores do País, em São Paulo. O programa acontece nos estúdio da Dubrasil Central de Dublagem, onde são dubladas produções de sucesso, como Game Of Thrones e Cavaleiros do Zodíaco.

Ao contrário dos tradicionais reality shows, Glayco não precisou ficar confinado em uma casa com os outros candidatos. As provas são feitas nos estúdios. Os 14 participantes são divididos em grupos para serem testados em provas de dublagem. “São situações reais de dublagem sempre com a presença de um dublador já conhecido no mercado”, conta.

Os candidatos têm apenas cinco minutos para ensaiar com o grupo e gravar. O melhor desempenho vai garantir a permanência de mais uma semana no jogo. Segundo o cearense, os participantes são avaliados por dubladores conhecidos no mercado, como Felipe Grinnan, dublador da zebra Marty, de Madagascar, e do personagem Will Turner, de Piratas do Caribe. O grupo com o pior desempenho é desafiado a fazer provas individuais em que um será eliminado na disputa.

O programa teve início neste mês de janeiro e deve terminar em maio. Os episódios são transmitidos em um canal do Youtube todas as terças e quintas-feiras, quando ocorrem as fases do reality. “O finalista ganha um curso profissionalizante de teatro na escola Recriarte, em São Paulo e, posteriormente, um curso de especialização em dublagem para atores na Dubrasil Central de Dublagem”, comenta.

Mas, para chegar até o programa, o cearense precisou enfrentar uma grande concorrência. Cerca de 800 pessoas se candidataram para o reality. Desse total, apenas 50 pessoas foram selecionados para entrevistas presenciais, em São Paulo, em que 14 foram escolhidos para participar do programa.

Ao ser um dos selecionados e único nordestino no programa, Glayco vê se aproximando a ideia de trabalhar como dublador em realidade. “Foi um sonho para mim e é a minha primeira tentativa de vivenciar esse mundo. Eu encarei e fui. A dublagem foi sempre minha paixão”, frisa.

E essa paixão é antiga. Quando criança, Glayco se divertia imitando a voz de personagens de desenhos animados e de filmes. Era o que lhe chama a atenção. Com a participação no reality, já planeja novos projetos. Pretende trazer ao Ceará cursos/workshops para o Estado e levar oportunidades para quem também deseja investir nesse segmento.

“Existe um crescimento na profissão com o aumento de serviços de streaming e está evidente a necessidade de mais profissionais. A minha ideia é criar essa afinidade no Ceará. Muitos colegas já manifestaram interesse”, conclui. Enquanto isso não acontece, Glayco vai seguindo na disputa em busca do prêmio final.

Confira um dos episódios de reality show