Quase a metade dos empreendedores do Brasil entra no ramo para fugir do desemprego

ALTERNATIVA

Quase a metade dos empreendedores do Brasil entra no ramo para fugir do desemprego

No Brasil existem 48 milhões de empresários. Destes, 44% não planejaram inicialmente entrarem no setor

Por Tribuna Bandnews FM em Negócios

3 de junho de 2017 às 06:30

Há 2 anos
Os empreendedores individuais tem uma vantagem tributária (FOTO: Divulgação)

Os empreendedores individuais tem uma vantagem tributária (FOTO: Divulgação)

Quase metade dos empreendedores brasileiros partem para o setor empresarial por conta do desemprego. A constatação faz parte de um estudo realizado pelo Sebrae em parceria com outras instituições de fomento ao empreendedorismo, como explica a reportagem da Tribuna Band News FM.

Dos 48 milhões de empresários brasileiros, 44% não planejaram inicialmente entrarem no setor. Outro dado chama a atenção: 70% dos empresários têm uma renda de até R$ 2.800, isto é, 3 salários mínimos.

Para o coordenador de pesquisas da Associação de Jovens Empresários do Ceará, Valdemir Alves, esse é um fenômeno que vem aumentando a cada ano.

“Importante é a oportunidade das pessoas que perderam o emprego e estão buscando prestar serviço das suas áreas de especialidade ou até mesmo está abrindo novas atividades, novas chances de comércio, tendo em vista, a importância da possibilidade da pessoa gerar negócio e construir seu próprio negócio. A questão do microempreendedor individual tem uma tributação muito benéfica e fica mais competitivo no mercado”, explica.

No entanto, ele ressalta que eles são responsáveis por uma fatia importante na geração de empregos. “O interessante dessas pessoas que estão prosperando é que elas virão a necessidade de uma possibilidade de renda, tentaram se legalizar, e ao se legalizar, após isso começaram a buscar uma co-participação de como fazer seu negócio crescer”, finaliza o coordenador.

Hoje, o número de empresas abertas por necessidade do mercado e não por falta de renda para os empreendedores é de 57%. O mesmo índice de 10 anos.

Ouça os áudios da entrevista à Rádio Tribuna BandNews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

ALTERNATIVA

Quase a metade dos empreendedores do Brasil entra no ramo para fugir do desemprego

No Brasil existem 48 milhões de empresários. Destes, 44% não planejaram inicialmente entrarem no setor

Por Tribuna Bandnews FM em Negócios

3 de junho de 2017 às 06:30

Há 2 anos
Os empreendedores individuais tem uma vantagem tributária (FOTO: Divulgação)

Os empreendedores individuais tem uma vantagem tributária (FOTO: Divulgação)

Quase metade dos empreendedores brasileiros partem para o setor empresarial por conta do desemprego. A constatação faz parte de um estudo realizado pelo Sebrae em parceria com outras instituições de fomento ao empreendedorismo, como explica a reportagem da Tribuna Band News FM.

Dos 48 milhões de empresários brasileiros, 44% não planejaram inicialmente entrarem no setor. Outro dado chama a atenção: 70% dos empresários têm uma renda de até R$ 2.800, isto é, 3 salários mínimos.

Para o coordenador de pesquisas da Associação de Jovens Empresários do Ceará, Valdemir Alves, esse é um fenômeno que vem aumentando a cada ano.

“Importante é a oportunidade das pessoas que perderam o emprego e estão buscando prestar serviço das suas áreas de especialidade ou até mesmo está abrindo novas atividades, novas chances de comércio, tendo em vista, a importância da possibilidade da pessoa gerar negócio e construir seu próprio negócio. A questão do microempreendedor individual tem uma tributação muito benéfica e fica mais competitivo no mercado”, explica.

No entanto, ele ressalta que eles são responsáveis por uma fatia importante na geração de empregos. “O interessante dessas pessoas que estão prosperando é que elas virão a necessidade de uma possibilidade de renda, tentaram se legalizar, e ao se legalizar, após isso começaram a buscar uma co-participação de como fazer seu negócio crescer”, finaliza o coordenador.

Hoje, o número de empresas abertas por necessidade do mercado e não por falta de renda para os empreendedores é de 57%. O mesmo índice de 10 anos.

Ouça os áudios da entrevista à Rádio Tribuna BandNews FM: