Primeira charutaria do Norte/Nordeste tem sede em Fortaleza com produtos até R$ 450

PRECIOSIDADES

Primeira charutaria do Norte-Nordeste tem sede em Fortaleza com produtos até R$ 450

Clientes se reúnem para bater papo e fumar charutos no espaço, onde há verdadeiras preciosidades

Por Roberta Tavares em Negócios

21 de junho de 2016 às 07:00

Há 3 anos
Preços de charutos cubanos variam de R$ 35 a R$ 450 (FOTO: Divulgação/Dom Philippe)

Preços de charutos cubanos variam de R$ 35 a R$ 450 (FOTO: Divulgação/Dom Philippe)

O processo de degustação de um charuto pode ocorrer no íntimo de casa, no escritório ou até mesmo na rua. Em Fortaleza, os amantes do produto, no entanto, têm mais uma opção para saboreá-lo. Trata-se da primeira charutaria do Norte-Nordeste, espaço destinado especificamente aos apaixonados por charutos, cuja sede é na capital cearense.

O cliente da Dom Philippe, localizada no Bairro Dionísio Torres, Túlio Maranhão, de 56 anos, é apreciador há cerca de 20 anos e se admirou com a ideia de instalação do estabelecimento na cidade.

“O fumante perdeu totalmente o espaço dele. Principalmente o de charuto, que tem cheiro mais forte que de cigarro. Quando vi o movimento de pessoas arrumando o local, entrei para saber o que era e, antes mesmo de ser inaugurado, eu já vinha fumar meu charuto”, brinca o corretor de imóveis.

A Charutaria Dom Philippe foi criada por um cearense em 2014: Raimundo Cordeiro de Freitas, empresário no ramo de funerárias. Inspirado em estabelecimentos de São Paulo e após pesquisa do prazer e desejo dos fumantes, resolveu se arriscar e abrir o serviço em Fortaleza. E deu certo. Os valores dos charutos vendidos na casa chamam atenção. Os nacionais variam de R$ 21 a R$ 56. Já os charutos cubanos, de R$ 35 a R$ 450. Há verdadeiras preciosidades.

“Charuto é um negócio meio caro mesmo. Eu venho para ter um bom papo e fumar charuto de qualidade, legítimo. Os charutos são fáceis de falsificar, então ter um lugar de credibilidade que venda é uma boa ideia. É um nível muito bom”, conta Túlio.

Segundo o corretor de imóveis, os valores altos são decorrentes da qualidade, duração do fumo e medidas de bitola. “Tem gente que fuma mais de um, gente que passa uma hora fumando, porque tem de todos os tamanhos e larguras”, explica. A casa fornece ainda acessórios, como cachimbos, papel de enrolar cigarros e cigarrilhas.

Com cafés expressos e cappuccinos, além de petiscos e bebidas alcoólicas, a charutaria pretende conquistar maior diversidade de público. “A maioria vem na loja comprar e levar para fumar em casa. Outros fumam no local”, conta o gerente da casa, Paulo César Motta, acrescentando que a maioria dos clientes são homens de idades variadas: jovens de 20 a 30 anos, que estão descobrindo o universo dos charutos; e os homens mais velhos, empresários, já apreciadores. “Muitos jovens aderiram ao hobby”.

A Charutaria Dom Philippe funciona das 9h às 22h30, com a venda de charutos, e abre ao público com cozinha e bar a partir das 15h. Para quem deseja conhecer, basta passar pela Rua Tibúrcio Cavalcante, 2079, no Bairro Dionísio Torres.

CHARUTARIA
1/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
2/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
3/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
4/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
5/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
6/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
7/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
8/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

Publicidade

Dê sua opinião

PRECIOSIDADES

Primeira charutaria do Norte-Nordeste tem sede em Fortaleza com produtos até R$ 450

Clientes se reúnem para bater papo e fumar charutos no espaço, onde há verdadeiras preciosidades

Por Roberta Tavares em Negócios

21 de junho de 2016 às 07:00

Há 3 anos
Preços de charutos cubanos variam de R$ 35 a R$ 450 (FOTO: Divulgação/Dom Philippe)

Preços de charutos cubanos variam de R$ 35 a R$ 450 (FOTO: Divulgação/Dom Philippe)

O processo de degustação de um charuto pode ocorrer no íntimo de casa, no escritório ou até mesmo na rua. Em Fortaleza, os amantes do produto, no entanto, têm mais uma opção para saboreá-lo. Trata-se da primeira charutaria do Norte-Nordeste, espaço destinado especificamente aos apaixonados por charutos, cuja sede é na capital cearense.

O cliente da Dom Philippe, localizada no Bairro Dionísio Torres, Túlio Maranhão, de 56 anos, é apreciador há cerca de 20 anos e se admirou com a ideia de instalação do estabelecimento na cidade.

“O fumante perdeu totalmente o espaço dele. Principalmente o de charuto, que tem cheiro mais forte que de cigarro. Quando vi o movimento de pessoas arrumando o local, entrei para saber o que era e, antes mesmo de ser inaugurado, eu já vinha fumar meu charuto”, brinca o corretor de imóveis.

A Charutaria Dom Philippe foi criada por um cearense em 2014: Raimundo Cordeiro de Freitas, empresário no ramo de funerárias. Inspirado em estabelecimentos de São Paulo e após pesquisa do prazer e desejo dos fumantes, resolveu se arriscar e abrir o serviço em Fortaleza. E deu certo. Os valores dos charutos vendidos na casa chamam atenção. Os nacionais variam de R$ 21 a R$ 56. Já os charutos cubanos, de R$ 35 a R$ 450. Há verdadeiras preciosidades.

“Charuto é um negócio meio caro mesmo. Eu venho para ter um bom papo e fumar charuto de qualidade, legítimo. Os charutos são fáceis de falsificar, então ter um lugar de credibilidade que venda é uma boa ideia. É um nível muito bom”, conta Túlio.

Segundo o corretor de imóveis, os valores altos são decorrentes da qualidade, duração do fumo e medidas de bitola. “Tem gente que fuma mais de um, gente que passa uma hora fumando, porque tem de todos os tamanhos e larguras”, explica. A casa fornece ainda acessórios, como cachimbos, papel de enrolar cigarros e cigarrilhas.

Com cafés expressos e cappuccinos, além de petiscos e bebidas alcoólicas, a charutaria pretende conquistar maior diversidade de público. “A maioria vem na loja comprar e levar para fumar em casa. Outros fumam no local”, conta o gerente da casa, Paulo César Motta, acrescentando que a maioria dos clientes são homens de idades variadas: jovens de 20 a 30 anos, que estão descobrindo o universo dos charutos; e os homens mais velhos, empresários, já apreciadores. “Muitos jovens aderiram ao hobby”.

A Charutaria Dom Philippe funciona das 9h às 22h30, com a venda de charutos, e abre ao público com cozinha e bar a partir das 15h. Para quem deseja conhecer, basta passar pela Rua Tibúrcio Cavalcante, 2079, no Bairro Dionísio Torres.

CHARUTARIA
1/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
2/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
3/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
4/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
5/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
6/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
7/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)

CHARUTARIA
8/8

CHARUTARIA

(FOTO: Divulgação)