Empresas cearenses deixaram de declarar ao fisco mais de R$ 1 bilhão em vendas

"OPERAÇÃO CARTÃO DE CRÉDITO"

Empresas cearenses deixaram de declarar ao fisco mais de R$ 1 bilhão em vendas

A maior parte das empresas são ligadas ao comércio varejista, como o de artigos esportivos, vestuário e calçados

Por Tribuna Bandnews FM em Negócios

12 de julho de 2017 às 16:58

Há 2 anos
Mais de R$ 1 bilhão em vendas não foram declarados (FOTO: Divulgação)

Mais de R$ 1 bilhão em vendas não foram declarados (FOTO: Divulgação)

A terceira operação “Cartão de Crédito” constatou uma diferença nos valores das vendas a crédito e a débito das empresas para o que foi informado ao fisco pelas operadoras de cartão de todas as bandeiras. A reportagem é da Tribuna BandNews FM.

Mais de 1 bilhão de reais em vendas não foram declarados por empresas cearenses ao fisco entre os anos de 2015 e 2016. Mauro Filho, titular da Secretaria da Fazenda (Sefaz), evita falar em sonegação e espera que tudo se regularize até o fim deste mês.

“Esperamos que o prazo de 31 de julho possa ser cumprido, em função do Refis [Programa de Recuperação Fiscal] e da proibição de não tê-lo, no estado, nos próximos 5 anos. Que todas as empresas possam procurar a Secretaria da Fazenda e regularizar esse valor que é muito expressivo”, relata o secretário.

A maior parte das empresas são ligadas ao comércio varejista, como o de artigos esportivos, vestuário e calçados. No segmento, a diferença no faturamento informado chega a ser de R$ 750 milhões. Bares e restaurantes somam R$ 115 milhões e a indústria, R$ 83 milhões.

As diferenças foram constatadas no período entre janeiro de 2015 e dezembro de 2016. Mais de mil empresas foram alvo da operação. Para evitar futuras surpresas, a partir de agosto a Sefaz passa a cruzar as informações mensalmente. Medidas como adotar o regime de fronteiras e corte no financiamento podem ser adotados pela Secretaria.

Confira mais detalhes na entrevista concedida à Tribuna BandNews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

"OPERAÇÃO CARTÃO DE CRÉDITO"

Empresas cearenses deixaram de declarar ao fisco mais de R$ 1 bilhão em vendas

A maior parte das empresas são ligadas ao comércio varejista, como o de artigos esportivos, vestuário e calçados

Por Tribuna Bandnews FM em Negócios

12 de julho de 2017 às 16:58

Há 2 anos
Mais de R$ 1 bilhão em vendas não foram declarados (FOTO: Divulgação)

Mais de R$ 1 bilhão em vendas não foram declarados (FOTO: Divulgação)

A terceira operação “Cartão de Crédito” constatou uma diferença nos valores das vendas a crédito e a débito das empresas para o que foi informado ao fisco pelas operadoras de cartão de todas as bandeiras. A reportagem é da Tribuna BandNews FM.

Mais de 1 bilhão de reais em vendas não foram declarados por empresas cearenses ao fisco entre os anos de 2015 e 2016. Mauro Filho, titular da Secretaria da Fazenda (Sefaz), evita falar em sonegação e espera que tudo se regularize até o fim deste mês.

“Esperamos que o prazo de 31 de julho possa ser cumprido, em função do Refis [Programa de Recuperação Fiscal] e da proibição de não tê-lo, no estado, nos próximos 5 anos. Que todas as empresas possam procurar a Secretaria da Fazenda e regularizar esse valor que é muito expressivo”, relata o secretário.

A maior parte das empresas são ligadas ao comércio varejista, como o de artigos esportivos, vestuário e calçados. No segmento, a diferença no faturamento informado chega a ser de R$ 750 milhões. Bares e restaurantes somam R$ 115 milhões e a indústria, R$ 83 milhões.

As diferenças foram constatadas no período entre janeiro de 2015 e dezembro de 2016. Mais de mil empresas foram alvo da operação. Para evitar futuras surpresas, a partir de agosto a Sefaz passa a cruzar as informações mensalmente. Medidas como adotar o regime de fronteiras e corte no financiamento podem ser adotados pela Secretaria.

Confira mais detalhes na entrevista concedida à Tribuna BandNews FM: