Coca-Cola reforça a divulgação do novo desenho de suas embalagens

INVESTIMENTO

Coca-Cola reforça a divulgação do novo desenho de suas embalagens

A Coca-Cola vai investir R$ 3 bilhões no Brasil, seu quarto maior mercado mundial. A empresa está presente em todo o mundo, exceto em Cuba e na Coreia do Norte

Por Tribuna Bandnews FM em Negócios

18 de janeiro de 2017 às 09:09

Há 2 anos

Empresa anunciou novo design dos produtos no Brasil (FOTO: Dina Sampaio / Tribuna Bandnews FM)

A Coca-Cola vai investir este ano mais de R$ 3 bilhões no Brasil. Isso representa um crescimento médio de 10% em relação aos últimos cinco anos. Os detalhes da estratégia mundial da empresa foram apresentados em São Paulo, nesta segunda-feira (16), durante coletiva nacional de imprensa.

Conforme os representantes da empresa, os investimentos de R$ 3,2 bilhões em 2017 serão divididos entre as áreas de marketing, infraestrutura e compra de equipamentos, como geladeiras personalizadas da marca.

Em entrevista à Tribuna Bandnews FM, o novo presidente da Coca Cola Brasil, Henrique Braun, disse que no período de 2012 a 2016 a empresa investiu no país cerca de R$ 14 bilhões, um incremento de 50% na comparação com os cinco anos anteriores. Ele afirmou que o cenário de crise que ainda atinge o país não desestimula os planos de investimento da Coca Cola.

“Logicamente que nos dois últimos anos no Brasil, de modo geral, o consumo de bens de consumo tem sido impactado, mas nós conseguimos permanecer forte no setor de bebidas e nosso apetite de investimento para os próximos anos ainda permanece muito otimista”, detalhou.

Conforme o diretor de Relações Externas da Solar BR, Fábio Arcebi, os investimentos do Sistema Coca Cola no Ceará incluem a ampliação da fábrica Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza. “Nós fizemos uma permuta com o município para poder fechar toda área e fazer uma expansão que, no final, dobrará a fábrica de Maracanaú. Hoje, nós devemos ter cerca de 1.100 pessoas e, no plano final, devemos ampliar isso um pouco”, destacou.

Já na área de marketing, a estratégia é a unificação da publicidade de todas as versões da marca. Segundo o vice-presidente Global de Marketing da empresa, o espanhol Marcos de Quinto, que veio ao Brasil participar da coletiva, “é o conceito da simplificação”. O foco da campanha é apresentar a mudança das embalagens redesenhadas, novidade que chega ao Brasil este mês, depois de estrear em 14 países. 

A proposta é também reforçar a presença das três opões da marca: a Coca-Cola sabor original, zero açúcar e estévia, com 50% menos de açúcar em sua composição.

Para isso, Henrique Brau anunciou umas das principais estratégias para consolidar as vendas em todo o país. “Queremos aumentar em mais de 50% o comércio de produtos zero açúcar e de estévia. O que podemos dizer é que em todos os locais nos quais lançamos a estratégia, nós obtivemos resultados positivos de todas as variantes da marca Coca Cola”, completou.

O Brasil é o quarto maior consumidor de Coca-Cola, que está presente em todos os países, com exceção de Cuba e Coreia do Norte. No Brasil, são 9 fabricantes que geram quase 70 mil empregos diretos.

Confira a reportagem completa de Dina Sampaio para a rádio Tribuna Bandnews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

INVESTIMENTO

Coca-Cola reforça a divulgação do novo desenho de suas embalagens

A Coca-Cola vai investir R$ 3 bilhões no Brasil, seu quarto maior mercado mundial. A empresa está presente em todo o mundo, exceto em Cuba e na Coreia do Norte

Por Tribuna Bandnews FM em Negócios

18 de janeiro de 2017 às 09:09

Há 2 anos

Empresa anunciou novo design dos produtos no Brasil (FOTO: Dina Sampaio / Tribuna Bandnews FM)

A Coca-Cola vai investir este ano mais de R$ 3 bilhões no Brasil. Isso representa um crescimento médio de 10% em relação aos últimos cinco anos. Os detalhes da estratégia mundial da empresa foram apresentados em São Paulo, nesta segunda-feira (16), durante coletiva nacional de imprensa.

Conforme os representantes da empresa, os investimentos de R$ 3,2 bilhões em 2017 serão divididos entre as áreas de marketing, infraestrutura e compra de equipamentos, como geladeiras personalizadas da marca.

Em entrevista à Tribuna Bandnews FM, o novo presidente da Coca Cola Brasil, Henrique Braun, disse que no período de 2012 a 2016 a empresa investiu no país cerca de R$ 14 bilhões, um incremento de 50% na comparação com os cinco anos anteriores. Ele afirmou que o cenário de crise que ainda atinge o país não desestimula os planos de investimento da Coca Cola.

“Logicamente que nos dois últimos anos no Brasil, de modo geral, o consumo de bens de consumo tem sido impactado, mas nós conseguimos permanecer forte no setor de bebidas e nosso apetite de investimento para os próximos anos ainda permanece muito otimista”, detalhou.

Conforme o diretor de Relações Externas da Solar BR, Fábio Arcebi, os investimentos do Sistema Coca Cola no Ceará incluem a ampliação da fábrica Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza. “Nós fizemos uma permuta com o município para poder fechar toda área e fazer uma expansão que, no final, dobrará a fábrica de Maracanaú. Hoje, nós devemos ter cerca de 1.100 pessoas e, no plano final, devemos ampliar isso um pouco”, destacou.

Já na área de marketing, a estratégia é a unificação da publicidade de todas as versões da marca. Segundo o vice-presidente Global de Marketing da empresa, o espanhol Marcos de Quinto, que veio ao Brasil participar da coletiva, “é o conceito da simplificação”. O foco da campanha é apresentar a mudança das embalagens redesenhadas, novidade que chega ao Brasil este mês, depois de estrear em 14 países. 

A proposta é também reforçar a presença das três opões da marca: a Coca-Cola sabor original, zero açúcar e estévia, com 50% menos de açúcar em sua composição.

Para isso, Henrique Brau anunciou umas das principais estratégias para consolidar as vendas em todo o país. “Queremos aumentar em mais de 50% o comércio de produtos zero açúcar e de estévia. O que podemos dizer é que em todos os locais nos quais lançamos a estratégia, nós obtivemos resultados positivos de todas as variantes da marca Coca Cola”, completou.

O Brasil é o quarto maior consumidor de Coca-Cola, que está presente em todos os países, com exceção de Cuba e Coreia do Norte. No Brasil, são 9 fabricantes que geram quase 70 mil empregos diretos.

Confira a reportagem completa de Dina Sampaio para a rádio Tribuna Bandnews FM: