Você também aderiu às bikes? Veja 5 dicas essenciais de pilotagem defensiva

SEGURANÇA

Você também aderiu às bikes? Veja 5 dicas essenciais de pilotagem defensiva

O especialista Denio Coelho ressaltou, por exemplo, que ciclistas não devem pedalar com fones de ouvido

Por Matheus Ribeiro em Mobilidade Urbana

7 de novembro de 2016 às 07:00

Há 3 anos
Cuidados são essenciais para evitar acidentes de trânsito (FOTO: Fernanda Moura / Tribuna do Ceará)

Cuidados são essenciais para evitar acidentes de trânsito (FOTO: Fernanda Moura / Tribuna do Ceará)

A famosa magrela está cada vez mais presente no trânsito de Fortaleza, e é a opção de transporte de muitas pessoas que buscam aliar saúde com a rotina diária. Com o investimento de ciclovias e ciclofaixas nos últimos anos na Capital, a tendência é de que o número de ciclistas urbanos cresça muito nos próximos anos.

Mas antes de comprar uma bike e sair pedelando pela cidade, é importante que todo ciclista conheça algumas técnicas defensivas que tornam a pedalada mais segura. Em entrevista ao Tribuna do Ceará, o assessor de pilotagem defensiva em bicicletas, Denio Coelho, da Escola do Ciclista, destacou algumas dicas que os ciclistas precisam tomar na hora de pedalar.

Confira:

Legislação

Conforme Denio, conhecer e obeder as leis do Código de Trânsito Brasileiro (CBT) é essencial. Segundo o profissional, o ciclista ganhou alguns direitos, mas também possui deveres a cumprir.

“A bicicleta sempre tem prioridade no trânsito. Infelizmente a lei não é cumprida e por causa disso nós tocamos nessa tecla de pilotagem defensiva. O artigo 58 do CTB diz que o ciclista pode andar em qualquer borda da via, e os motoristas precisam respeitá-lo antes de dobrar em qualquer rua. No entanto, o ciclista também tem que saber que ele não é permitido trafegar na contramão”, explica.

Aguçe seus sentidos

Outra dica abordada pelo especialista é a atenção no trânsito. Para ele, aguçar sentidos, como visão e audição, são determinantes para evitar acidentes.

“Temos que apurar a visão e audição. Porque elas que vai lhe proteger, vai lhe fazer desviar de algo. Infelizmente o ciclista ainda pedala com a questão da antecipação. Ele sempre tem que se antecipar para não sofrer acidentes envolvendo outros veículos. Então, na dúvida reduza a velocidade e deixe o maior passar”, informa.

Corredores e ciclistas precisam manter-se sempre à direita (FOTO: Dudu Ruiz/Truke Mídia)

Corredores e ciclistas precisam manter-se sempre às margens da rua (FOTO: Dudu Ruiz/Truke Mídia)

Sinalize

Utilizar braços como forma de sinalizar aos motoristas suas intenções pode ser uma boa medida, mas não as únicas.

“Alguns ciclistas são reclusos a esse tipo de investimento. À noite recomendo que pelo menos use luzes de LED que pisca, o motorista de carro consegue identificar com mais de um quarteirão de distância. A roupa também é interessante. A ideia é que ela seja clara para rebater a luz e chamar atenção do motorista”, destaca.

Evite uso de fones de ouvido

Pode parecer estranho, mas usar fones durante a pedalada aumenta consideravelmente o risco de acidentes. Para o professor, essa é uma dica primordial.

“Na minha escola, uma das coisas que eu peço é não usar fone de ouvido. Por questões de segurança isso é super importante. Ele faz com que o ciclista tire a atenção da via e não aguçe seus sentidos. Além disso, é prejudicial para a sinalização, às vezes as pessoas não possuem essa coordenação motora”, ressalta. 

Gentileza gera gentileza

E, para finalizar, a dica do professor é essencial para qualquer pessoa e não somente ao ciclista. Conforme Denio, ser gentil no trânsito deve ser uma atitude de todos.

“Geralmente os motoristas estão preocupados em obedecer as leis. Afinal, ninguém quer atropelar um ciclista de propósito. Então, agradeça com gestos de positivo quando motoristas lhe cederem passagem. Cada pessoa pedelando é um representante de todos os ciclistas da cidade. Agindo com educação, ganhamos a simpatia dos motoristas”, conclui.

SERVIÇO

Escola do Ciclista
Facebook

Publicidade

Dê sua opinião

SEGURANÇA

Você também aderiu às bikes? Veja 5 dicas essenciais de pilotagem defensiva

O especialista Denio Coelho ressaltou, por exemplo, que ciclistas não devem pedalar com fones de ouvido

Por Matheus Ribeiro em Mobilidade Urbana

7 de novembro de 2016 às 07:00

Há 3 anos
Cuidados são essenciais para evitar acidentes de trânsito (FOTO: Fernanda Moura / Tribuna do Ceará)

Cuidados são essenciais para evitar acidentes de trânsito (FOTO: Fernanda Moura / Tribuna do Ceará)

A famosa magrela está cada vez mais presente no trânsito de Fortaleza, e é a opção de transporte de muitas pessoas que buscam aliar saúde com a rotina diária. Com o investimento de ciclovias e ciclofaixas nos últimos anos na Capital, a tendência é de que o número de ciclistas urbanos cresça muito nos próximos anos.

Mas antes de comprar uma bike e sair pedelando pela cidade, é importante que todo ciclista conheça algumas técnicas defensivas que tornam a pedalada mais segura. Em entrevista ao Tribuna do Ceará, o assessor de pilotagem defensiva em bicicletas, Denio Coelho, da Escola do Ciclista, destacou algumas dicas que os ciclistas precisam tomar na hora de pedalar.

Confira:

Legislação

Conforme Denio, conhecer e obeder as leis do Código de Trânsito Brasileiro (CBT) é essencial. Segundo o profissional, o ciclista ganhou alguns direitos, mas também possui deveres a cumprir.

“A bicicleta sempre tem prioridade no trânsito. Infelizmente a lei não é cumprida e por causa disso nós tocamos nessa tecla de pilotagem defensiva. O artigo 58 do CTB diz que o ciclista pode andar em qualquer borda da via, e os motoristas precisam respeitá-lo antes de dobrar em qualquer rua. No entanto, o ciclista também tem que saber que ele não é permitido trafegar na contramão”, explica.

Aguçe seus sentidos

Outra dica abordada pelo especialista é a atenção no trânsito. Para ele, aguçar sentidos, como visão e audição, são determinantes para evitar acidentes.

“Temos que apurar a visão e audição. Porque elas que vai lhe proteger, vai lhe fazer desviar de algo. Infelizmente o ciclista ainda pedala com a questão da antecipação. Ele sempre tem que se antecipar para não sofrer acidentes envolvendo outros veículos. Então, na dúvida reduza a velocidade e deixe o maior passar”, informa.

Corredores e ciclistas precisam manter-se sempre à direita (FOTO: Dudu Ruiz/Truke Mídia)

Corredores e ciclistas precisam manter-se sempre às margens da rua (FOTO: Dudu Ruiz/Truke Mídia)

Sinalize

Utilizar braços como forma de sinalizar aos motoristas suas intenções pode ser uma boa medida, mas não as únicas.

“Alguns ciclistas são reclusos a esse tipo de investimento. À noite recomendo que pelo menos use luzes de LED que pisca, o motorista de carro consegue identificar com mais de um quarteirão de distância. A roupa também é interessante. A ideia é que ela seja clara para rebater a luz e chamar atenção do motorista”, destaca.

Evite uso de fones de ouvido

Pode parecer estranho, mas usar fones durante a pedalada aumenta consideravelmente o risco de acidentes. Para o professor, essa é uma dica primordial.

“Na minha escola, uma das coisas que eu peço é não usar fone de ouvido. Por questões de segurança isso é super importante. Ele faz com que o ciclista tire a atenção da via e não aguçe seus sentidos. Além disso, é prejudicial para a sinalização, às vezes as pessoas não possuem essa coordenação motora”, ressalta. 

Gentileza gera gentileza

E, para finalizar, a dica do professor é essencial para qualquer pessoa e não somente ao ciclista. Conforme Denio, ser gentil no trânsito deve ser uma atitude de todos.

“Geralmente os motoristas estão preocupados em obedecer as leis. Afinal, ninguém quer atropelar um ciclista de propósito. Então, agradeça com gestos de positivo quando motoristas lhe cederem passagem. Cada pessoa pedelando é um representante de todos os ciclistas da cidade. Agindo com educação, ganhamos a simpatia dos motoristas”, conclui.

SERVIÇO

Escola do Ciclista
Facebook