Ônibus articulados deixam de circular em Fortaleza durante a segunda-feira


Ônibus articulados deixam de circular em Fortaleza durante a segunda-feira

Etufor e Sindionibus entraram em contradição sobre a circulação ou não. Enquanto a Prefeitura informa que o motivo foi manutenção, as empresas negam a retirada

Por Renata Monte em Mobilidade Urbana

16 de março de 2015 às 18:34

Há 4 anos
Os ônibus articulados passaram a integrar o grupo de transporte coletivo de Fortaleza em novembro de 2014 (FOTO: Marcos Moura)

Os ônibus articulados passaram a integrar o grupo de transporte coletivo de Fortaleza em novembro de 2014 (FOTO: Marcos Moura)

Usuários de transporte coletivo sentiram a ausência dos ônibus articulados nas vias de Fortaleza, durante esta segunda-feira (16). A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) confirma a retirada de circulação. Porém, alega que se tratou de manutenção, e nega que a decisão tenha relação com os ataques a três veículos na última sexta-feira (13), incendiados por criminosos. Já o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindionibus) garante que nenhum ônibus deixou de funcionar após os ataques.

Ao todo, seis ônibus articulados circulam na cidade e fazem as linhas Antônio Bezerra/Messejana/Perimetral, Messejana/Papicu e Antônio Bezerra/Papicu. Esse modelo possui 18 metros de comprimento e tem capacidade para 150 pessoas, oferecendo ar condicionado, câmbio automático, suspensão pneumática e abertura e fechamento das portas com travamento elétrico. A expectativa é que, até o fim do ano, 40 ônibus articulados trafeguem em Fortaleza.

A assessoria da Etufor ressalta que, após manutenção, os ônibus voltarão a circular nesta terça-feira (17). A informação contradiz versão da assessoria do Sindionibus, que garante que todas as linhas estão funcionando normalmente. Durante o dia, o Tribuna do Ceará não constatou a circulação dos veículos.

Publicidade

Dê sua opinião

Ônibus articulados deixam de circular em Fortaleza durante a segunda-feira

Etufor e Sindionibus entraram em contradição sobre a circulação ou não. Enquanto a Prefeitura informa que o motivo foi manutenção, as empresas negam a retirada

Por Renata Monte em Mobilidade Urbana

16 de março de 2015 às 18:34

Há 4 anos
Os ônibus articulados passaram a integrar o grupo de transporte coletivo de Fortaleza em novembro de 2014 (FOTO: Marcos Moura)

Os ônibus articulados passaram a integrar o grupo de transporte coletivo de Fortaleza em novembro de 2014 (FOTO: Marcos Moura)

Usuários de transporte coletivo sentiram a ausência dos ônibus articulados nas vias de Fortaleza, durante esta segunda-feira (16). A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) confirma a retirada de circulação. Porém, alega que se tratou de manutenção, e nega que a decisão tenha relação com os ataques a três veículos na última sexta-feira (13), incendiados por criminosos. Já o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindionibus) garante que nenhum ônibus deixou de funcionar após os ataques.

Ao todo, seis ônibus articulados circulam na cidade e fazem as linhas Antônio Bezerra/Messejana/Perimetral, Messejana/Papicu e Antônio Bezerra/Papicu. Esse modelo possui 18 metros de comprimento e tem capacidade para 150 pessoas, oferecendo ar condicionado, câmbio automático, suspensão pneumática e abertura e fechamento das portas com travamento elétrico. A expectativa é que, até o fim do ano, 40 ônibus articulados trafeguem em Fortaleza.

A assessoria da Etufor ressalta que, após manutenção, os ônibus voltarão a circular nesta terça-feira (17). A informação contradiz versão da assessoria do Sindionibus, que garante que todas as linhas estão funcionando normalmente. Durante o dia, o Tribuna do Ceará não constatou a circulação dos veículos.