Começa a obra que vai transformar a Avenida Aguanambi

Corredor de ônibus

Começa a obra que vai transformar a Avenida Aguanambi

Primeira etapa do projeto de requalificação teve início nesta segunda-feira (11) e deve ser concluída em dezembro

Por Matheus Ribeiro em Mobilidade Urbana

12 de abril de 2016 às 14:36

Há 3 anos
Novo projeto deve beneficiar cerca de 197 mil pessoas (FOTO: Divulgação)

Novo projeto deve beneficiar cerca de 197 mil pessoas (FOTO: Divulgação)

Para evitar o trânsito turbulento da avenida Aguanambi, em Fortaleza, uma iniciativa deve funcionar em breve. Em janeiro deste ano, a Prefeitura de Fortaleza assinou a ordem de serviço para requalificar a via, que é uma das mais movimentadas da cidade. Nesta segunda-feira (11), a primeira etapa da obra já teve início.

Neste primeiro momento, o projeto prevê a instalação de uma passarela para pedestres próximo ao viaduto da
Avenida 13 de maio. Com a construção, o semáforo deve ser desativado. A medida deve auxiliar a mobilidade de
carros e pedestres que trafegam pelo local.

De acordo com o secretário de Infraestrutura de Fortaleza, Samuel Dias, o equipamento terá estrutura metálica, o que deve permitir mais rapidez na condução do serviço e menor necessidade de desvios. “Com isso, a gente tira grande parte do fluxo de trânsito da rotatória, e ela passa a funcionar sem aqueles engarrafamentos que a gente vê todos os dias. A primeira etapa da obra deve ser concluída até dezembro deste ano”, disse o secretário, em entrevista à Rádio Tribuna BandNews FM.

Além dessas mudanças, a primeira etapa da requalificação deve atribuir a construção de um viaduto que ligará a via à BR-116. As alterações devem ser realizadas no trecho até a Avenida Domingos Olímpio, adquirindo também a implementação de novas ciclofaixas.

Benefícios

Com a nova estrutura programada, a medida deve beneficiar 37 linhas de ônibus. Já que o projeto faz parte da criação de um corredor expresso de ônibus para ligar o terminal da Messejana ao Centro. Com tráfego pelo lado esquerdo da avenida, a mudança ajudará 197 mil passageiros que passam diariamente pelo local.

Ao todo, R$ 95 milhões estão sento destinados, por meio de um empréstimo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para realizar o projeto. A nova estrutura deve ser finalizada em até dois anos.

Confira a reportagem da Rádio Tribuna Bandnews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

Corredor de ônibus

Começa a obra que vai transformar a Avenida Aguanambi

Primeira etapa do projeto de requalificação teve início nesta segunda-feira (11) e deve ser concluída em dezembro

Por Matheus Ribeiro em Mobilidade Urbana

12 de abril de 2016 às 14:36

Há 3 anos
Novo projeto deve beneficiar cerca de 197 mil pessoas (FOTO: Divulgação)

Novo projeto deve beneficiar cerca de 197 mil pessoas (FOTO: Divulgação)

Para evitar o trânsito turbulento da avenida Aguanambi, em Fortaleza, uma iniciativa deve funcionar em breve. Em janeiro deste ano, a Prefeitura de Fortaleza assinou a ordem de serviço para requalificar a via, que é uma das mais movimentadas da cidade. Nesta segunda-feira (11), a primeira etapa da obra já teve início.

Neste primeiro momento, o projeto prevê a instalação de uma passarela para pedestres próximo ao viaduto da
Avenida 13 de maio. Com a construção, o semáforo deve ser desativado. A medida deve auxiliar a mobilidade de
carros e pedestres que trafegam pelo local.

De acordo com o secretário de Infraestrutura de Fortaleza, Samuel Dias, o equipamento terá estrutura metálica, o que deve permitir mais rapidez na condução do serviço e menor necessidade de desvios. “Com isso, a gente tira grande parte do fluxo de trânsito da rotatória, e ela passa a funcionar sem aqueles engarrafamentos que a gente vê todos os dias. A primeira etapa da obra deve ser concluída até dezembro deste ano”, disse o secretário, em entrevista à Rádio Tribuna BandNews FM.

Além dessas mudanças, a primeira etapa da requalificação deve atribuir a construção de um viaduto que ligará a via à BR-116. As alterações devem ser realizadas no trecho até a Avenida Domingos Olímpio, adquirindo também a implementação de novas ciclofaixas.

Benefícios

Com a nova estrutura programada, a medida deve beneficiar 37 linhas de ônibus. Já que o projeto faz parte da criação de um corredor expresso de ônibus para ligar o terminal da Messejana ao Centro. Com tráfego pelo lado esquerdo da avenida, a mudança ajudará 197 mil passageiros que passam diariamente pelo local.

Ao todo, R$ 95 milhões estão sento destinados, por meio de um empréstimo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para realizar o projeto. A nova estrutura deve ser finalizada em até dois anos.

Confira a reportagem da Rádio Tribuna Bandnews FM: