Placas de publicidade irregulares serão retiradas de postes de Fortaleza - Noticias


Placas de publicidade irregulares serão retiradas de postes de Fortaleza

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Seman) assinam um convênio nesta quarta-feira (29) para tentar combater a disseminação de placas irregulares em imóveis de Fortaleza. O alvo das ações é diminuir a poluição visual por conta de letreiros de imóveis à venda e aluguéis

Por Tribuna do Ceará em Fortaleza

29 de fevereiro de 2012 às 11:22

Há 7 anos

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Seman) assinam um convênio nesta quarta-feira (29) para tentar combater a disseminação de placas irregulares em imóveis de Fortaleza. O alvo das ações é diminuir a poluição visual por conta de letreiros de imóveis à venda e aluguéis colocados principalmente em postes.

O objetivo do acordo é cumprir a lei municipal 8.221 do ano de 1998, que orienta o uso deste tipo de publicidades nas ruas da Capital.

De acordo com a diretoria do Creci, os primeiros bairros a receberem as equipes de fiscalização são Meireles e Aldeota. As visitas serão iniciadas neste sábado (3). Os agentes vão fotografar e recolher as placas. Todo o material vai ser encaminhado à sede da Seman, que ficará responsável por notificar as corretoras.

Leia mais:
Ações combatem a distribuição indevida de panfletos em Fortaleza

Metade dos outdoors de Fortaleza serão retirados

Avenida Alberto Magno recebe despoluição visual

Publicidade

Dê sua opinião

Placas de publicidade irregulares serão retiradas de postes de Fortaleza

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Seman) assinam um convênio nesta quarta-feira (29) para tentar combater a disseminação de placas irregulares em imóveis de Fortaleza. O alvo das ações é diminuir a poluição visual por conta de letreiros de imóveis à venda e aluguéis

Por Tribuna do Ceará em Fortaleza

29 de fevereiro de 2012 às 11:22

Há 7 anos

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Seman) assinam um convênio nesta quarta-feira (29) para tentar combater a disseminação de placas irregulares em imóveis de Fortaleza. O alvo das ações é diminuir a poluição visual por conta de letreiros de imóveis à venda e aluguéis colocados principalmente em postes.

O objetivo do acordo é cumprir a lei municipal 8.221 do ano de 1998, que orienta o uso deste tipo de publicidades nas ruas da Capital.

De acordo com a diretoria do Creci, os primeiros bairros a receberem as equipes de fiscalização são Meireles e Aldeota. As visitas serão iniciadas neste sábado (3). Os agentes vão fotografar e recolher as placas. Todo o material vai ser encaminhado à sede da Seman, que ficará responsável por notificar as corretoras.

Leia mais:
Ações combatem a distribuição indevida de panfletos em Fortaleza

Metade dos outdoors de Fortaleza serão retirados

Avenida Alberto Magno recebe despoluição visual