Odontologistas e enfermeiros do PSF normalizam atividades - Noticias


Odontologistas e enfermeiros do PSF normalizam atividades

Os enfermeiros e odontólogos do Programa de Saúde da Família (PSF) suspenderam a greve na última quarta-feira (16) após uma assembleia conjunta

Por Tribuna do Ceará em Fortaleza

21 de novembro de 2011 às 18:04

Há 8 anos

Os enfermeiros e odontólogos do Programa de Saúde da Família (PSF) suspenderam a greve na última quarta-feira (16) após uma assembleia conjunta. A decisão foi tomada após audiência de mediação promovida na manhã da mesma quarta pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e pela Promotoria de Justiça da Saúde Pública com a Secretaria de Administração do Município e a Coordenação de Gestão da Atenção Básica de Fortaleza.

As categorias realizaram duas paralisação durante o ano. A primeira ocorreu entre os dias 9 de maio e 16 de junho. Já a segunda greve se estendia desde o dia 18 de outubro . Após a reunião, que teve como mediadores o procurador regional do Trabalho Francisco Gérson Marques de Lima e da promotora de Justiça Isabel Porto, os trabalhadores acataram as propostas apresentadas pelo Município, relacionadas a reajuste, reenquadramento de profissionais no plano de cargos, pagamento de gratificações, abono e compensação dos dias parados.

Acordo

Na reunião ficou decidido que os profissionais das duas categorias vão ter abonadas 50% das faltas relativas ao período das duas paralisações e vão repor as outras 50%, conforme calendário a ser definido pelo Município. Outra cláusula do acordo prevê reajuste de 9,64% no vencimento-base em maio de 2012, reajuste da gratificação para área de risco de 89,29%. Com o acordo, os profissionais que ganhavam R$523,71 vão passar a receber R$990 a partir de janeiro de 2013.

Leia mais:
Enfermeiros e dentistas do PSF de Fortaleza estão em greve
Dentistas e enfermeiros do PSF apresentam reivindicações à prefeitura
Enfermeiros e dentistas do PSF de Fortaleza fazem trégua de 24 horas para negociar acordo

Publicidade

Dê sua opinião

Odontologistas e enfermeiros do PSF normalizam atividades

Os enfermeiros e odontólogos do Programa de Saúde da Família (PSF) suspenderam a greve na última quarta-feira (16) após uma assembleia conjunta

Por Tribuna do Ceará em Fortaleza

21 de novembro de 2011 às 18:04

Há 8 anos

Os enfermeiros e odontólogos do Programa de Saúde da Família (PSF) suspenderam a greve na última quarta-feira (16) após uma assembleia conjunta. A decisão foi tomada após audiência de mediação promovida na manhã da mesma quarta pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e pela Promotoria de Justiça da Saúde Pública com a Secretaria de Administração do Município e a Coordenação de Gestão da Atenção Básica de Fortaleza.

As categorias realizaram duas paralisação durante o ano. A primeira ocorreu entre os dias 9 de maio e 16 de junho. Já a segunda greve se estendia desde o dia 18 de outubro . Após a reunião, que teve como mediadores o procurador regional do Trabalho Francisco Gérson Marques de Lima e da promotora de Justiça Isabel Porto, os trabalhadores acataram as propostas apresentadas pelo Município, relacionadas a reajuste, reenquadramento de profissionais no plano de cargos, pagamento de gratificações, abono e compensação dos dias parados.

Acordo

Na reunião ficou decidido que os profissionais das duas categorias vão ter abonadas 50% das faltas relativas ao período das duas paralisações e vão repor as outras 50%, conforme calendário a ser definido pelo Município. Outra cláusula do acordo prevê reajuste de 9,64% no vencimento-base em maio de 2012, reajuste da gratificação para área de risco de 89,29%. Com o acordo, os profissionais que ganhavam R$523,71 vão passar a receber R$990 a partir de janeiro de 2013.

Leia mais:
Enfermeiros e dentistas do PSF de Fortaleza estão em greve
Dentistas e enfermeiros do PSF apresentam reivindicações à prefeitura
Enfermeiros e dentistas do PSF de Fortaleza fazem trégua de 24 horas para negociar acordo