Governo realiza mutirão para comprovação de paternidade


Governo realiza mutirão para comprovação de paternidade

Em parceria com o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), o atendimento será das 8 às 17 h, em Fortaleza

Por Jackson Cruz em Fortaleza

20 de agosto de 2012 às 16:59

Há 7 anos

O Núcleo Central de Atendimento da Defensoria Pública Geral do Estado do Ceará funcionará, nesta terça-feira (21), exclusivamente para atender casos relacionados ao reconhecimento de paternidade. A ação, que faz parte do Projeto Em Nome do Pai, espera receber cerca de 100 famílias. Em parceria com o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), o atendimento será das 8 às 17 h, em Fortaleza.

O Lacen fará coleta de sangue de pais e filhos para verificar a paternidade através do exame de DNA. Além das audiências, o Registro Civil de Nascimento poderá ser emitido para aqueles que espontaneamente reconhecerem a paternidade.

Dados

Com mutirões na capital e no interior do Ceará, neste ano, já foram realizados 1.364 exames. Em três anos e meio, a partir de 2009, oLacen realizou 10.151 exames de comprovação de paternidade, assegurando aos filhos o direito de saber quem são os pais.

Publicidade

Dê sua opinião

Governo realiza mutirão para comprovação de paternidade

Em parceria com o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), o atendimento será das 8 às 17 h, em Fortaleza

Por Jackson Cruz em Fortaleza

20 de agosto de 2012 às 16:59

Há 7 anos

O Núcleo Central de Atendimento da Defensoria Pública Geral do Estado do Ceará funcionará, nesta terça-feira (21), exclusivamente para atender casos relacionados ao reconhecimento de paternidade. A ação, que faz parte do Projeto Em Nome do Pai, espera receber cerca de 100 famílias. Em parceria com o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), o atendimento será das 8 às 17 h, em Fortaleza.

O Lacen fará coleta de sangue de pais e filhos para verificar a paternidade através do exame de DNA. Além das audiências, o Registro Civil de Nascimento poderá ser emitido para aqueles que espontaneamente reconhecerem a paternidade.

Dados

Com mutirões na capital e no interior do Ceará, neste ano, já foram realizados 1.364 exames. Em três anos e meio, a partir de 2009, oLacen realizou 10.151 exames de comprovação de paternidade, assegurando aos filhos o direito de saber quem são os pais.