Feriado de 7 de Setembro será marcado por manifestações


Feriado de 7 de Setembro será marcado por manifestações

O grupo ‘Fortaleza Apavorada’ marcou, através das redes sociais, uma manifestação contra a falta de segurança na capital cearense

Por Thalyta Martins em Ceará, Fortaleza

6 de setembro de 2013 às 18:48

Há 6 anos

O dia cívico de comemoração à independência do Brasil, 7 de Setembro, promete ser marcado por manifestações em alguns pontos de Fortaleza. O grupo ‘Fortaleza Apavorada’ marcou, através das redes sociais, uma manifestação contra a falta de segurança na capital cearense.

Grupo de organizadoras do Fortaleza Apavorada na primeira manifestação em junho desse ano. (FOTO: Hayanne Narlla)

Grupo de organizadoras do Fortaleza Apavorada na primeira manifestação em junho desse ano (FOTO: Hayanne Narlla)

Com previsão para começar a partir das 13h na Praça Portugal, no Meireles, o movimento pretende chamar a atenção das autoridades fazendo um tapete vermelho no gramado da praça com balões vermelhos, como forma de representar a violência recorrente na cidade, e balões brancos com a mão vermelha espalmada em tinta guache, como símbolo do movimento.

A organização programou para 16h o ato simbólico de soltar os balões e propôs ainda que os manifestantes vistam camisa preta e nariz de palhaço.

No último dia 13 de junho, o grupo fez sua primeira manifestação em frente ao Palácio da Abolição, no Meireles, reunindo mais de 6 mil pessoas, segundo a Polícia Militar.

Mais manifestações

Outras manifestações estão marcadas para o mesmo dia, uma delas é a 19ª edição do Grito dos Excluídos que acontecerá às 14h na sede do Conselho Estadual dos Direitos das Crianças e do Adolescente (Cedca Ceará). O grupo que tem como tema “Juventude que ousa lutar, constrói o projeto popular“, objetiva chamar atenção para as condições de crescente exclusão social na sociedade brasileira.

A Frente Cearense Contra a Redução da Maioridade Penal, grupo que reúne movimentos sociais, ONGs e diversos coletivos em defesa das juventudes e dos direitos humanos, também estará presente no movimento, e às 17h se encontrão em frente à obra do Acquário, na Praia de Iracema, lançando a campanha “Prisão Não Desfaz Desigualdades Sociais”.

Um grupo criado no Facebook, intitulado “Operação 7 de setembro”, também pretende ir às ruas neste sábado. A concentração inicia a partir das 14h, em frente ao Centro Cultural Dragão do Mar, próximo à Avenida Monsenhor Tabosa.

A pauta regional inclui: legalização do Parque do Cocó; passe livre para estudantes e redução da passagem para R$ 2, dentre outras reivindicações.

Publicidade

Dê sua opinião

Feriado de 7 de Setembro será marcado por manifestações

O grupo ‘Fortaleza Apavorada’ marcou, através das redes sociais, uma manifestação contra a falta de segurança na capital cearense

Por Thalyta Martins em Ceará, Fortaleza

6 de setembro de 2013 às 18:48

Há 6 anos

O dia cívico de comemoração à independência do Brasil, 7 de Setembro, promete ser marcado por manifestações em alguns pontos de Fortaleza. O grupo ‘Fortaleza Apavorada’ marcou, através das redes sociais, uma manifestação contra a falta de segurança na capital cearense.

Grupo de organizadoras do Fortaleza Apavorada na primeira manifestação em junho desse ano. (FOTO: Hayanne Narlla)

Grupo de organizadoras do Fortaleza Apavorada na primeira manifestação em junho desse ano (FOTO: Hayanne Narlla)

Com previsão para começar a partir das 13h na Praça Portugal, no Meireles, o movimento pretende chamar a atenção das autoridades fazendo um tapete vermelho no gramado da praça com balões vermelhos, como forma de representar a violência recorrente na cidade, e balões brancos com a mão vermelha espalmada em tinta guache, como símbolo do movimento.

A organização programou para 16h o ato simbólico de soltar os balões e propôs ainda que os manifestantes vistam camisa preta e nariz de palhaço.

No último dia 13 de junho, o grupo fez sua primeira manifestação em frente ao Palácio da Abolição, no Meireles, reunindo mais de 6 mil pessoas, segundo a Polícia Militar.

Mais manifestações

Outras manifestações estão marcadas para o mesmo dia, uma delas é a 19ª edição do Grito dos Excluídos que acontecerá às 14h na sede do Conselho Estadual dos Direitos das Crianças e do Adolescente (Cedca Ceará). O grupo que tem como tema “Juventude que ousa lutar, constrói o projeto popular“, objetiva chamar atenção para as condições de crescente exclusão social na sociedade brasileira.

A Frente Cearense Contra a Redução da Maioridade Penal, grupo que reúne movimentos sociais, ONGs e diversos coletivos em defesa das juventudes e dos direitos humanos, também estará presente no movimento, e às 17h se encontrão em frente à obra do Acquário, na Praia de Iracema, lançando a campanha “Prisão Não Desfaz Desigualdades Sociais”.

Um grupo criado no Facebook, intitulado “Operação 7 de setembro”, também pretende ir às ruas neste sábado. A concentração inicia a partir das 14h, em frente ao Centro Cultural Dragão do Mar, próximo à Avenida Monsenhor Tabosa.

A pauta regional inclui: legalização do Parque do Cocó; passe livre para estudantes e redução da passagem para R$ 2, dentre outras reivindicações.