Após câncer, garoto de 7 anos pede ajuda para conseguir voltar a andar


Após câncer, garoto de 7 anos pede ajuda para conseguir voltar a andar

Para voltar a andar, Giovanni precisa fazer um tratamento fisioterápico chamado Therasuit que custa R$ 30 mil

Por Camila Cabral em Fortaleza

8 de julho de 2013 às 10:42

Há 6 anos

Com o sonho de correr na praia, jogar futebol e brincar de bicicleta, o pequeno Giovanni Linhares, de 7 anos, venceu a luta contra um câncer no cérebro e há dois meses começou uma nova luta: a de arrecadar dinheiro para custear um tratamento fisioterápico e concretizar sua infância com alegria. O pai do garoto, Ricardo Prudêncio, conta que após a retirada do tumor Giovanni ficou com sequelas, entre elas a dificuldade para falar e andar.

Ricardo explica que o garoto era normal até o dia em que foi descoberto o tumor, há dois anos. “O tumor era grande, estava em uma parte muito delicada e de difícil acesso no cérebro. Após a cirurgia ele passou três meses sem se mexer. Os médicos não foram otimistas. Eles disseram que a situação dele era muito séria e que ele poderia ficar sem se movimentar por mais de dois anos. Mas logo depois ele começou a reagir. Mesmo assim ele ainda não está totalmente recuperado e sonha com o dia que voltará a andar normalmente“, conta.

Tratamento

Para voltar a andar, Giovanni precisa fazer um tratamento fisioterápico chamado Therasuit. De acordo com Ricardo, a base do tratamento é uma roupa criada por pesquisadores Russos da Nasa com intuito de contrapor os efeitos negativos vividos pelos astronautas (atrofia e fraqueza muscular, alterações sensoriais e desmineralização óssea) devidos à falta de ação da gravidade em suas longas viagens pelo espaço. “Os resultados são bons. É constatado que pessoas com problemas neuro-muscular precisam de repetições intensas de exercícios para aprender e adquirir uma nova habilidade motora. Este tratamento pode trazer bons resultados para Giovanni. Ele precisa de três seções, que custa ao todo, R$ 30 mil”, disse.

Após câncer, garoto de 7 anos pede ajuda para conseguir voltar a andar
Após câncer, garoto de 7 anos pede ajuda para conseguir voltar a andar
Após câncer, garoto de 7 anos pede ajuda para conseguir voltar a andar
Giovanni busca recursos para realizar seu sonho de voltar a andar (FOTO: Arquivo Pessoal)

Campanha nas redes sociais

Para arrecadas o dinheiro, a família iniciou uma campanha através das redes sociais. No Facebook o garoto tem a fanpage ‘Giovanni, o campeão que acredita’, com quase 700 fãs. Ricardo diz que os resultados foram positivos e já conseguiu o dinheiro para custear parte do tratamento, mas ainda precisa de R$ 10 mil. “Com o dinheiro que conseguimos ele faz os dois módulos do tratamento. Mas ele precisa de mais um, três ao todo, para que o tratamento traga bons resultados ao Giovanni. Estamos na luta”, disse.

Para tentar conseguir a outra parte do dinheiro, a família do pequeno rifa uma camisa oficial da seleção brasileira autografada pelos craques quando eles estiveram em Fortaleza pela Copa das Confederações.

“Eles nos receberam no hotel em que estavam hospedados. A camisa tem as assinaturas do Neymar, Fred, Lucas, Davi Luis, Felipe, Ernani, Jean, Dante, Parreira e outros”, conta. A rifa custa R$ 15 e será rifada no dia 10 de agosto. “Quem preferir também pode ajudar depositando na conta dele. Banco: Caixa Econômica Federal, Agência: 0578, Conta Poupança: 00015177-2, Operação:013, Nome: Giovanni Linhares Araujo Prudêncio, CPF: 071.508.203-52”. Para mais informações, Ricardo disponibilizou os telefones: (85) 8892.1139 ou (85) 9999.5832.

Publicidade

Dê sua opinião

Após câncer, garoto de 7 anos pede ajuda para conseguir voltar a andar

Para voltar a andar, Giovanni precisa fazer um tratamento fisioterápico chamado Therasuit que custa R$ 30 mil

Por Camila Cabral em Fortaleza

8 de julho de 2013 às 10:42

Há 6 anos

Com o sonho de correr na praia, jogar futebol e brincar de bicicleta, o pequeno Giovanni Linhares, de 7 anos, venceu a luta contra um câncer no cérebro e há dois meses começou uma nova luta: a de arrecadar dinheiro para custear um tratamento fisioterápico e concretizar sua infância com alegria. O pai do garoto, Ricardo Prudêncio, conta que após a retirada do tumor Giovanni ficou com sequelas, entre elas a dificuldade para falar e andar.

Ricardo explica que o garoto era normal até o dia em que foi descoberto o tumor, há dois anos. “O tumor era grande, estava em uma parte muito delicada e de difícil acesso no cérebro. Após a cirurgia ele passou três meses sem se mexer. Os médicos não foram otimistas. Eles disseram que a situação dele era muito séria e que ele poderia ficar sem se movimentar por mais de dois anos. Mas logo depois ele começou a reagir. Mesmo assim ele ainda não está totalmente recuperado e sonha com o dia que voltará a andar normalmente“, conta.

Tratamento

Para voltar a andar, Giovanni precisa fazer um tratamento fisioterápico chamado Therasuit. De acordo com Ricardo, a base do tratamento é uma roupa criada por pesquisadores Russos da Nasa com intuito de contrapor os efeitos negativos vividos pelos astronautas (atrofia e fraqueza muscular, alterações sensoriais e desmineralização óssea) devidos à falta de ação da gravidade em suas longas viagens pelo espaço. “Os resultados são bons. É constatado que pessoas com problemas neuro-muscular precisam de repetições intensas de exercícios para aprender e adquirir uma nova habilidade motora. Este tratamento pode trazer bons resultados para Giovanni. Ele precisa de três seções, que custa ao todo, R$ 30 mil”, disse.

Após câncer, garoto de 7 anos pede ajuda para conseguir voltar a andar
Após câncer, garoto de 7 anos pede ajuda para conseguir voltar a andar
Após câncer, garoto de 7 anos pede ajuda para conseguir voltar a andar
Giovanni busca recursos para realizar seu sonho de voltar a andar (FOTO: Arquivo Pessoal)

Campanha nas redes sociais

Para arrecadas o dinheiro, a família iniciou uma campanha através das redes sociais. No Facebook o garoto tem a fanpage ‘Giovanni, o campeão que acredita’, com quase 700 fãs. Ricardo diz que os resultados foram positivos e já conseguiu o dinheiro para custear parte do tratamento, mas ainda precisa de R$ 10 mil. “Com o dinheiro que conseguimos ele faz os dois módulos do tratamento. Mas ele precisa de mais um, três ao todo, para que o tratamento traga bons resultados ao Giovanni. Estamos na luta”, disse.

Para tentar conseguir a outra parte do dinheiro, a família do pequeno rifa uma camisa oficial da seleção brasileira autografada pelos craques quando eles estiveram em Fortaleza pela Copa das Confederações.

“Eles nos receberam no hotel em que estavam hospedados. A camisa tem as assinaturas do Neymar, Fred, Lucas, Davi Luis, Felipe, Ernani, Jean, Dante, Parreira e outros”, conta. A rifa custa R$ 15 e será rifada no dia 10 de agosto. “Quem preferir também pode ajudar depositando na conta dele. Banco: Caixa Econômica Federal, Agência: 0578, Conta Poupança: 00015177-2, Operação:013, Nome: Giovanni Linhares Araujo Prudêncio, CPF: 071.508.203-52”. Para mais informações, Ricardo disponibilizou os telefones: (85) 8892.1139 ou (85) 9999.5832.